Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014
Casillas e o... Natal

A recente derrota do Barcelona em Santiago Bernabéu moralizou os jogadores do Real Madrid, agora apenas a um ponto do grande rival na Liga.

Sentimento expresso na afirmação do guarda-redes Iker Casillas: «O nosso objectivo é pensar no que está a seguir, por isso queremos chegar à liderança antes do Natal».

O capitão do Madrid não deve conhecer a realidade vivida até há poucos anos no Sporting. Era precisamente no Natal que perdia todas as ilusões criadas no princípio de cada temporada.

Importa ter cuidado com as palavras...



publicado por António Castro às 18:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2014
Leonardo Jardim romântico

Leonardo Jardim não terá desprezado o valor do Benfica e esperaria uma equipa motivada pela perspectiva de se isolar, com algum conforto, na frente do campeonato.

O técnico de Alvalade ficou amarrado às conhecidas opções tácticas e estratégicas, mormente perante o seu grupo de trabalho, conhecidas antes do início do encontro adiado de domingo. Depois, reconheceu que os seus jogadores deixaram «o Benfica dominar» e «tiveram péssima prestação».

O erro foi precisamente esse. Conhecidos os  processos de Jorge de Jesus, era mais do que previsível pressão alta no início da contenda, e Leonardo Jardim em nada hipotecava o valor já  demonstrado se optasse por uma toada mais cautelosa para manter o adversário em respeito durante a primeira parte e, eventualmente, afectar progressivamente o seu moral.

Louve-se a fidelidade a princípios de uma equipa que desde o início da época joga sempre a pensar na baliza adversária, mas lamente-se a falta de realismo na tentativa de não desfigurar um sistema de jogo defendido por quem retirou, com escassos meios, o Sporting da fossa em tão pouco tempo.

Infelizmente para os leões, a opção de manter o modelo de jogo implantado na equipa é que atraiçoou os objectivos, pois haveria outras unidades no plantel para travar a cavalgada benfiquista, sem recorrer à utilização da camioneta em zonas próximas de Rui Patrício.



publicado por António Castro às 23:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 2 de Fevereiro de 2014
«Pequenos» perdem respeito aos «grandes»

O FC Porto deixou três pontos na Madeira. O Benfica cedeu dois na visita ao Gil Vicente. O Sporting também permitiu à Académica a saída de Alvalade com um ponto no bornal.

Que se passa entre a elite do campeonato? FC Porto e Benfica estão menos fortes ou Marítimo e Gil Vicente são exemplos que alguma coisa mudou nas equipas consideradas há anos incapazes de encontrar antídoto para anular o potencial dos «grandes»?

Creio que os resultados deste fim-de-demana resultam de diversos factores, independentemente das incidências das diferentes partidas.

Sem pretender estabelecer uma ordem nas razões que explicam a actual conjuntura, deixamos as nossas ideias.

Alguns dirigentes de clubes com menores recursos financeiros mostram-se mais realistas nas contratações, tanto a nível nacional como no estrangeiro, e prestam especial atenção ao trabalho desenvolvido nas camadas jovens.

Nos últimos anos surgiram treinadores com formação de nível mais elevado, substituindo aqueles que, embora com conhecimentos e bons palmarés, eram na maioria experientes ex-jogadores dirigidos por reconhecidos técnicos estrangeiros. Os cursos em Portugal não contribuíam para a necessária formação e muitos eram autodidactas. Os êxitos ficaram a dever-se a grande esforço e estudo individual.

O Sporting merece uma referência especial. Sob a orientação de Leonardo Jardim, por direito próprio incluído na nova geração de técnicos, constituiu em poucos meses uma equipa-surpresa, comparada com o comportamento dos últimos anos, mas ainda está a consolidar o plantel, devido à chegada de novos jogadores. De considerar ainda um calendário que tanto pode confirmar a inclusão imediata no lote dos «maiores», como adiar por mais algum tempo as ambições dos responsáveis de Alvalade.

Os próximos jogos serão decisivos para saber qual o seu verdadeiro patamar na hierarquia do presente campeonato.



publicado por António Castro às 22:25
link do post | comentar | favorito

Sábado, 14 de Dezembro de 2013
Sporting em alta voltagem

O Sporting continua embalado. O Belenenses, que já causou alguns estragos ao FC Porto e Benfica com empates (1-1), respectivamente no Restelo e na Luz, apenas assustou o Sporting até ao momento em que o árbitro assinalou (mal) uma grande penalidade transformada por Adrien Silva.

E o árbitro voltou a errar, em sentido contrário, ao deixar passar uma falta sobre Montero dentro da área.

Notório que o golo sofrido naquelas condições afectou os homens do Restelo, embora mantivessem por cerca de meia-hora o marcador inalterado.

A pressão exercida pelos leões depois do intervalo foi decisiva e excelente jogada de Carrillo permitiu a André Martins bater de novo o guarda-redes azul, que ainda foi desfeiteado por Wilson Eduardo.

O Sporting entrara na segunda parte com elevada rotação, repetindo o espectáculo e os golos dos melhores momentos de anteriores jogos.

Leonardo Jardim mantém um discurso positivo, mas recusa a euforia: «Mais importante que a classificação é trabalhar sobre o nosso processo, é mostrar intensidade, disciplina táctica e qualidade. Mostrámos isso tudo num jogo equilibrado. Sabíamos que o adversário ia colocar intensidade e grande poder físico e muito jogo directo, partindo o jogo, o que é difícil para quem quer pressionar. Na segunda parte voltámos a ser melhores que o adversário, que teve menos intensidade e com isso criámos desequilíbrios.»

Nas próximas seis jornadas surgirão sinais se o Sporting será esta época candidato ao título.



publicado por António Castro às 23:37
link do post | comentar | favorito

Domingo, 24 de Novembro de 2013
Slimani aguenta leão no topo

Rui Vitória mais uma vez - a quinta consecutiva em todas as provas - não sentiu o sabor da vitória. A visita do Sporting proporcionou um espectáculo de certa intensidade competitiva, e foram os vimaranenses os primeiros a acertar o passo, a obrigar Rui Patrício a passar pelas situações mais delicadas.

Com o passar do tempo, os leões subiram de rendimento, e a balança pendeu depois do intervalo para o Sporting, embora sem resultados práticos.

Até que Leonardo Jardim, vendo Montero a prolongar a travessia do deserto quanto a golos, fez substituições de molde a ter dois avançados na frente da baliza de Douglas.

E antes de se entrar no período do descontos, um canto traiu a defesa minhota e Slimani colocou os leões a par do Benfica e a um ponto dos portistas.

Um golpe para o treinador vimaranense, expresso numa frase significativa: «Tudo isto é ingrato».

Leonardo Jardim não recusou referir-se ao jogador argelino: «Slimani talismã? É um jogador extremamente importante, é um finalizador. Tem excelente jogo aéreo. Está há pouco tempo connosco, veio no final do defeso, por três vezes esteve na selecção. Nesta semana só fez treino e meio e acredito que agora, com a paragem das selecções, vai trabalhar mais connosco e vai ser mais-valia.»



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Quarta-feira, 9 de Outubro de 2013
Alvalade avança com auditoria

Bruno de Carvalho prepara-se para cumprir mais uma das promessas quando se candidatou a presidente do Sporting. Depois da anunciada revolução no plantel e da reestruturação financeira segue-se a auditoria às contas do clube desde Junho de 1995 e Março de 2013. Um período de quase 17 anos que engloba seis mandatos, desde Santana Lopes a Godinho Lopes.

Decisão legítima que envolve riscos quanto à estabilidade reinante do nos últimos meses emr Alvalade, caso sejam detectados problemas na gestão desde o século passado.

Um acto de coragem pouco comum em Portugal, inclusivamente noutros sectores da sociedade. Habitualmente, a maioria dos casos fica em banho-maria até ao esquecimento.



publicado por António Castro às 18:41
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2013
Benfica cede mais pontos

Na Luz e na Pedreira aconteceram demasiadas desilusões no dia obrigatório a reflexão (28 de Setembro) em véspera de eleições. Os adeptos do Benfica viram a sua equipa perder mais dois pontos. O Braga continua demasiado oscilante e Jesualdo Ferreira viu fugir mais três pontos. No dois encontros o espectáculo foi, com a excepção de poucos lances, decepcionante, tal como os árbitros também não estiveram nos dias mais felizes.

Belenenses (empate) e Sporting (vitória) foram os únicos "premiados" destes incaracterísticos confrontos.

Cardozo voltou a indicar o caminho do golo e a equipa da Luz entrou em desaceleração, por excessiva confiança, além de Jorge de Jesus  prescindir de alguns titulares a pensar na deslocação a Paris.

O "azul" Diakité estabeleceu a igualdade, mas os benfiquistas mantiveram o mesmo ritmo até ao momento em que sentiram a vitória em perigo. José Mota, no entanto, tinha tomado precauções e os seus jogadores reforçaram a vigilância sobre os adversários, pressionados e sem condições para alterar o rumo dos acontecimentos.

Os assobios regressaram à Luz, tal como as acusações de Luís Filipe Vieira às arbitragens: «Nas primeiras seis jornadas, temos quatro penalties por assinalar a nossa favor e dois golos marcados em fora-de-jogo. Não sei se já há faixas encomendadas por alguém, mas quero relembrar que continuamos a depender de nós.»

Montero mostrou-se, mais uma vez, determinante no Sporting: marcou o tento de abertura e "esteve" na expulsão do bracarense Santos, a uma hora do final do desafio.

Mesmo assim, muito tempo se esperou na Pedreira por uma decisão. Cedric foi o protagonista do golo (86 m) que permitiu ao técnico Leonardo Jardim derrotar o seu conhecido Braga.



publicado por António Castro às 17:19
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 13 de Setembro de 2013
Conceitos de Jardim e Fonseca

«Esta paragem beneficia mais o Olhanense e prejudica o Sporting. O Sporting viu-se privado de mais de 50% dos atletas que estavam a jogar, muitos com viagens de longa distância e outros que não jogaram pelas selecções e perderam ritmo. O Sporting não teve nenhuma vantagem com a paragem», considerou Leonardo Jardim na antevisão do encontro a realizar, no domingo, no Algarve.

Curioso contraste destas afirmações do treinador de Alvalade com as proferidas pelo seu homólogo do FC Porto, que receberá o Gil Vicente um dia antes e reportando-se a caso idêntico.

«Não sendo uma situação ideal, não pode servir de desculpa para nada e temos que conviver com ela», disse Paulo Fonseca, que considerou os barcelenses «a equipa-surpresa» do início do campeonato.

Sem qualquer intenção especulativa, eis duas mensagens diferentes que servem para avaliar a personalidade de treinadores com experiências diferentes.



publicado por António Castro às 18:32
link do post | comentar | favorito

Sábado, 24 de Agosto de 2013
Académica facilita vida a leões

Quem pensava que a deslocação do Sporting a Coimbra seria o contraponto à goleada ao Arouca enganou-se. A Académica resistiu pouco e, a partir de certa altura mal, ao ritmo da equipa de Leonardo Jardim, que demonstrou maior solidez no meio-campo do que na jornada de estreia.

Os golos chegaram mais tarde do que se esperava (Carrillo e Rojo), sobrassaindo a acção de Wilson Eduardo, exímio nas duas assistências.

Se a tendência da partida estava praticamente definida ao intervalo, dois lances de grande penalidade transformaram o resultado em nova goleada, e importa salientar que Freddy Montero voltou a fazer o gosto ao pé.

O treinador de Alvalade, ao seu estilo, mantém-se discreto e nada assustado com no próximo adversário: «O futebol é o momento. Temos de recuperar os jogadores e preparar mais um jogo, que por acaso é contra o Benfica. Mas de igual forma como preparamos os outros adversários. Todos merecem o nosso respeito. Independentemente do adversário, são três pontos».

Se o derby lisboeta constitui sempre uma incógnita, rodeia-se agora de maior expectativa, face aos percursos das duas equipas, em qualidades próprias e dos respectivos adversários.



publicado por António Castro às 23:25
link do post | comentar | favorito

Domingo, 18 de Agosto de 2013
Montero deslumbra Alvalade

O Sporting, logo na estreia do campeonato, encontrou uma estrela que pode acabar com a escuridão dos últimos anos. Freddy Montero marcou três golos ao Arouca e. além de mostrar apreciável sentido posicional na área adversária e desenvoltura no remate, fechou a contagem num lance em que revelou especiais dotes técnicos.

Apesar da goleada que terminou um jejum de anos, o Sporting ainda viveu o regresso dos "fantasmas" do passado recente. Bruno Gama (19 m) colocou os visitantes a ganhar.

Leonardo Jardim reconheceu que a equipa treinada por Pedro Emanuel foi superior nos primeiros 20 minutos,  mas realçou a reacção dos seus jogadores, e considerou que a desvantagem «desinibiu o Sporting».

A recuperação iniciou-se com um remate do novo reforço Maurício e seguiu-se, antes do intervalo, a cena inicial do festival Montero.

Depois, os leões ofereceram aos adeptos um espectáculo há muito distante no tempo. Os arouquenses, embora sem perder a dignidade, não aguentaram a pressão constante dos leões, aliada a apreciável eficácia no ataque.

Por agora, de realçar o bom aperitivo oferecido pelos sportinguistas.



publicado por António Castro às 20:25
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013
Leões com novas garras

A última exibição é sempre a mais importante, e neste aspecto o Sporting ofereceu uma boa imagem aos adeptos. O duelo com a Fiorentina fez esquecer de certa maneira as derrotas consecutivas no Torneio do Guadiana, frente aos ingleses do West Ham e ao Sporting de Braga.

O treinador Leonardo Jardim já conseguiu algo de positivo na manobra de uma equipa jovem e quase toda remodelada.

Defesa, meio-campo e manobra atacante ofereceram bons momentos aos entusiasmados adeptos, com golos de Montero, Carrillo e Rúben Semedo. Refira-se que apenas o segundo integrou o plantel na época passada.

A exibição agradou perante os italianos e a esperança voltou às bancadas, onde se vibrou com certas partes do espectáculo e se criaram ilusões em relação ao futuro.

A "procissão", no entanto, ainda nem chegou ao adro...



publicado por António Castro às 15:35
link do post | comentar | favorito

Sábado, 9 de Março de 2013
Coimbra sem encanto para leões

A Académica esteve muito perto de garantir os três pontos no embate com uma caricatura do Sporting que, oito dias antes, tinha travado o

FC Porto.

Jesualdo Ferreira, tal como os antecessores, sente dificuldades em estabilizar o conjunto, apesar de ter feito uma revolução no plantel com a chamada de jovens da equipa B.

A falta de experiência de alguns jogadores foi compensada, frente aos estudantes, pela excelente forma do guarda-redes Rui Patrício, responsável por os pupilos de Pedro Emanuel terem regressado ao intervalo apenas com um golo de vantagem e, mais tarde, não aproveitarem ocasiões para superar o pontapé certeiro de Wolfswinkel.

Jesualdo Ferreira deu um recado subtil para o balneário ao considerar que «para se jogar num clube grande há que dar 100 por cento durante os 90 minutos».

A análise ao jogo de Pedro Emanuel não foi diferente: «Tenho de ser realista: houve 70 minutos de grande qualidade, rigor, competência no nosso jogo. Podíamos ter estado com uma vantagem superior, e isso só não aconteceu porque o Rui Patrício foi o melhor elemento em campo. Com a forma como jogámos teríamos de ceder em algum momento.»

Académica e Sporting nada ganharam com o empate e continuam com um futuro de preocupações, adensado em Alvalade pela instabilidade directiva.

Tudo depende da capacidade de Jesualdo Ferreira para potenciar a capacidade de "leõezinhos" em apenas oito jornadas.



publicado por António Castro às 23:31
link do post | comentar | favorito

Sábado, 2 de Março de 2013
Milagre em Alvalade? Não. Apenas futebol

O empate imposto pelo Sporting ao FC Porto deixou muita gente surpreendida, como se tivesse acontecido pela primeira vez ao longo dos anos e mesmo neste campeonato.

O FC Porto não deixou de ser a equipa consistente dos últimos tempos, paciente na procura da vitória. Nem sempre, no entanto, as coisas correm de acordo com os planos, a inspiração e facilidade de controlar o adversário atinge a mesma eficácia.

O Sporting, por seu turno, entrou num processo de renovação, com inesperada integração positiva de alguns jovens, enquadrados num lote de jogadores mais experientes, embora falhos de inspiração nos últimos tempos.

A motivação de defrontar o detentor do título, além da táctica delineada por Jesualdo Ferreira, não deu para vencer, mas permitiu um empate. Desfecho que, nas condições actuais, merece elogios dirigidos aos jogadores e ao técnico, e aconselha um dos candidatos às próximas eleições de Alvalade a inverter o seu discurso, se não tiver coragem para abdicar da luta pela presidência do clube.

Vítor Pereira era um treinador desiludido: «Defrontámos uma grande equipa que esteve organizada. Na primeira parte tivemos muito bem. Com boa circulação e com bons momentos. Na segunda parte acumulámos uma série de erros e deixámos o jogo partir-se».

Jesualdo Ferreira reconheceu: «O FC Porto foi muito forte e o Sporting foi muito esperto. Foi uma equipa muito solidária. Os jogadores têm condições de fazer uma grande equipa. Um ponto, depois do que aconteceu, acabou por ser, um bom resultado.»

A partir de agora impõe-se mais e melhor.



publicado por António Castro às 22:30
link do post | comentar | favorito

Sábado, 16 de Fevereiro de 2013
Leõezinhos de “unhas” afiadas

Eric Dier, Tiago Ilori, Zezinho e Bruma. Conhecem? São jogadores da equipa B do Sporting chamados a titulares por Jesualdo Ferreira para o jogo em Barcelos.

Estiveram nos melhores e piores momento da equipa leonina, mas contribuíram, com o golo de Capel, para vencer o Gil Vicente. Mais do que isso, cometeram uma “proeza” – desde ao final da época passada a equipa não marcavam três golos num desafio da Liga.

Um dia depois de escrevermos que o clube de Alvalade estava a «definhar», eis que surge uma surpresa desportiva, devida ao risco assumido pelo treinador.

Jesualdo Ferreira, que aceitou continuar – por quanto tempo? – apenas com a “prata da casa”, disse agora: «Quero dar os parabéns a todos os jogadores, mas não posso deixar de salientar os mais novos, que fizeram aqui um jogo de adultos. Houve um ou outro erro, que significou golos sofridos.»

Concluiu: «Se numa altura do jogo foi nítida essa falta de experiência, em outras foi a fantasia deles e a sua criatividade que acabaram por proporcionar um bom espectáculo…Ganharam claramente esta aposta.»

O treinador também tem direito a parabéns.



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013
Candidatos aos montes

Nomes de potenciais candidatos a dirigir o Sporting surgem em catadupa, mas por agora apenas Carlos Severino e Bruno Carvalho revelaram essa intenção, tendo este associado disputado com Godinho Lopes as últimas eleições e perdido por escassos votos. Surge agora com o mesmo vigor e exclama: «Como é bom estar de volta, como é bom ser do Sporting!»"

Os dirigentes ainda exercício, entretanto, informaram a CMVM que foi suspensa a reforma financeira do clube até ao conhecimento dos novos órgãos sociais.

Sabendo-se que dois bancos estão a financiar o Sporting em montantes avultados, estranha-se que haja tanta gente com disponibilidades financeiras ou acesso fácil a empréstimos em período de crise.

Alguém anda a mentir neste pais: Governo ou empresários. Aquele tudo faz para os portugueses andarem de tanga; estes não demonstram receio de assumir elevados riscos numa actividade tão desregrada económica e financeiramente.



publicado por António Castro às 20:12
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Casillas e o... Natal

Leonardo Jardim romântico

«Pequenos» perdem respeit...

Sporting em alta voltagem

Slimani aguenta leão no t...

Alvalade avança com audit...

Benfica cede mais pontos

Conceitos de Jardim e Fon...

Académica facilita vida a...

Montero deslumbra Alvalad...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512