Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Sexta-feira, 7 de Outubro de 2011
Selecção subestima islandeses

Então, a Islândia era uma "pêra doce". E depois de estar a ganhar por três golos no Dragão, gerir o resultado depois do intervalo era a melhor estratégia da selecção de Paulo Bento.

Puro engano. Não foi necessário passar muito tempo para se perceber duas coisas nunca antes admitidas pelos experts: o futebol da Islândia, embora não figure em lugares de honra, já tem jogadores com apreciável nível técnico e táctico, e naquelas frias paragens há anos deixou de se jogar com bola quadrada...

A outra falha residiu na inconpreensível descontracção dos portugueses. Não se preocuparam em evitar a reacção do adversário e tardaram a compreender que as linhas recuadas se mostravam progressivamente mais vulneráveís às iniciativas inteligentes dor nórdicos.

Sofrer golos em lances de bola parada não ajuda a compreender os equívocos sobre as características dos islandeses.

A contestada titularidade de Eliseu, os dois golos iniciais de Nani e o golpe de misericórdia - quarto golo de Moutinho - foram os trunfos  que evitaram o fim antecipado da presença no Polónia-Ucrânia 2012.

A Dinamarca surge agora como o adversário que nos abrirá as portas da fase final do Europeu, seja com a conquista de três pontos ou de um. Nem importa ter grandes preocupações com as fífias da defesa escolhida por Paulo Bento, fruto dos imponderáveis da competição.

Quem ousa duvidar do apuramento directo? Ninguém. Em alternativa, Portugal pode apresentar-se como o segundo melhor classificado de todos os grupos - apesar de para fazer essas contas ser necessária sofisticada máquina de calcular - ou, por fim, vencedor dos jogos do play-off.



publicado por António Castro às 23:25
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Junho de 2011
Portugal sem alternativas

Suspense no termo da época. A selecção tem pela frente um dos três encontros decisivos para manter a sequência de presenças nas grandes provas internacionais, desta feita no Europeu 2012, cuja fase final decorrerá na Polónia e Ucrânia.

Os noruegueses, estarão na Luz para defender o primeiro lugar do Grupo H, com três pontos de avanço sobre Portugal e a Dinamarca, que se desloca à Islândia.

Indispensável mais elementos para se avaliar a importância do confronto e perceber as palavras de Paulo Bento: «O jogo é à noite mas temos de estar despertos. Temos consciência da qualidade que temos e que o trajecto tem sido bom. A postura tem sido extraordinária e estamos confiantes, mas ao mesmo tempo temos um respeito muito grande pelo adversário. Os elogios caem sempre bem, mas que não nos embalem. Não temo nenhum jogador nem a equipa, mas respeito-os. Temer seria meio caminho para não fazer aquilo que queremos.»

O seleccionador norueguês, Egil Olsen, avisa que farão «tudo para impedir que Portugal ganhe» e acrescenta: «Vamos mostrar a nossa qualidade. Portugal vai ter mais tempo de posse de bola. No entanto, se tivermos uma defesa sólida, talvez possamos fazer um bom resultado. Mesmo sem bola, também é possível ganhar jogos.»

No primeiro encontro, os portugueses perderam (1-0) em Oslo e começaram a complicar a qualificação, agora já possível se os nórdicos deixarem, tal como, na próxima temporada, Chipre (fora), a Islândia (casa) e, por fim, a anfitriã Dinamarca.

Continua a haver, portanto, três candidatos ao apuramento directo.

 



publicado por António Castro às 22:48
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010
Bento tranquilizou selecção?

 

«Acho que isso ficou demonstrado nos últimos jogos. Desde que tomou posse da selecção nacional temos construído bons resultados e acho que isso é o mais importante.»

 

João Moutinho (in site Mais futebol)

 

 

«Isso é evidente, não é? Nos três jogos com o Paulo Bento demonstrámos aquilo que sabemos fazer, que é jogar futebol, um futebol alegre, que o povo português gosta de ver. É isso que estamos a procurar fazer.»

 

Pepe (in site Maisfutebol)

 

 

São necessárias mais palavras?



publicado por António Castro às 04:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Outubro de 2010
Bofetada de luva branca

«Não sei se os jogadores eram os mesmos, nem quero comparar. Há algumas alterações que foram feitas, porque somos pessoas diferentes e temos lideranças diferentes. Esta equipa jogou com um lateral-direito que nunca tinha estado na selecção. Moutinho e Carlos Martins não tinham estado nos últimos dois jogos, optámos por uma dupla de centrais diferente da que vinha a jogar e o Raul Meireles está a jogar como médio-defensivo, quando antes jogava como interior. O Postiga e o Ronaldo voltaram aos golos e há muitas coisas positivas. Agora, o mérito é inteiramente dos jogadores, pela capacidade que tiveram em dar a volta a uma situação que está mais simplificada, mas não decidida. Quem quiser dar mérito aos jogadores deve fazê-lo, quem quiser andar com histórias e fantasmas, comigo terá mais dificuldade.»

 

Paulo Bento in site Maisfutebol

 

É difícil saber os destinatários desta mensagem?



publicado por António Castro às 23:09
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Outubro de 2010
Bento vira página

Paulo Bento deu o primeiro sinal como seleccionador ao dar a conhecer as escolhas para os compromissos com a Dinamarca e Islândia, terceiro e quarto jogos da qualificação do Europeu 2012.

Duas estreias - João Pereira (Sporting) e Paulo Machado (Toulouse) - e outros tantos regressos - Carlos Martins (Benfica) e Postiga (Sporting

- marcaram uma convocatória, discutível como todas, mas sem especiais motivos para controvérsia. A grande ilação a tirar, no entanto, é a sensação transmitida pelo ex-treinador de Alvalade de ter iniciado o novo cargo liberto de complexos.

Não afastou futebolistas com quem nem sempre teve uma ligação de trabalho isento de problemas; alguns de cujo concurso abdicou e agora são vedetas noutros clubes; e mostrou abertura para os que sempre estiveram nos planos do seu antecessor.

Afinal, começou bem melhor que Carlos Queirós, a passar férias no Brasil sem se dispensar de perorar sobre a Ronaldodependência e as suas consequências no futebol português.

O «finado» seleccionador escolheu a pior altura - Deco não foi simpático sobre a sua personalidade -, o local menos apropriado - estrangeiro - e demonstrou falta de respeito por um colega de profissão.



publicado por António Castro às 23:57
link do post | comentar | favorito

Domingo, 12 de Setembro de 2010
FPF obrigada a indagar denúncia

Jorge Costa foi agora menos evasivo, depois de ter acusado alguns clubes de não ajudarem a selecção neste momento difícil da fase de qualificação para o Europeu. A divulgação pública dos nomes seria útil para perceber melhor os jogos de bastidores que minam o futebol português e saber quem sobrepõe as suas simpatias ou interesses pessoais em benefício do colectivo.

O treinador da Académica não desmentiu - nem garantiu - que estivessem em causa o FC Porto, Benfica e Real Madrid, mas também não contestou a referência de um jornalista a estas colectividades.

A partir daqui torna-se fácil a sua identificação, pois basta recordar os jogadores, ausentes da equipa nacional por anunciadas lesões, que actuaram em pleno nos respectivos campeonatos.

Este cenário exige total clarificação e espera-se que os dirigentes federativos, apesar de atravessarem um período conturbado, não deixem cair o assunto no esquecimento e apliquem um castigo exemplar a eventuais responsáveis por incapacidades forjadas.

O respectivo departamento médico da FPF tem obrigação de estar na posse de provas que atestem eventuais «fraudes», e a partir daqui tudo será simples.

Talvez mais complicado, mas este é o momento ideal para pegar os «bois pelos cornos".

 

 



publicado por António Castro às 23:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 7 de Setembro de 2010
Alerta dos jogadores

Há dias, todos assobiavam para o ar e diziam que o caso de Carlos Queirós passava ao lado dos jogadores e não afectava o rendimento da selecção.

O capitão Ricardo Carvalho e Tiago reconheceram depois do «desastre» em Oslo que importa encontrar uma solução rápida para alterar o rumo dos acontecimentos.

Espera-se que o os dirigentes federativos atentem nestas palavras de jogadores experientes e considerados sensatos. Se agora ousaram dizer o que certamente pensavam há algum tempo, é porque existe ansiedade, mesmo agitação, no balneário.

Por outro lado, o facto do seleccionador não cumprir o impedimento de exercer qualquer espécie de funções - sem considerar a provocante deslocação particular à Noruega - impunha a imediata contratação de novo técnico e não a «substituição interina» pelo seu adjunto.

Concluídos os processos disciplinares e conhecidas as respectivas conclusões, logo se veria quem teria de indemnizar quem. De um lado está um contrato; do outro um comportamento menos edificante em vários aspectos.

 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Selecção subestima island...

Portugal sem alternativas

Bento tranquilizou selecç...

Bofetada de luva branca

Bento vira página

FPF obrigada a indagar de...

Alerta dos jogadores

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links