Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2014
Políticos servem-se do futebol

"O Barcelona conquistou a Supertaça da Catalunha, depois de vencer, nas grandes penalidades, o histórico rival Espanhol". Esta notícia seria banal caso não existissem outras razões para além de um jogo de futebol.

Foi a primeira vez que tal aconteceu na região autónoma.

Não é uma prova do calendário de Espanha nem da UEFA.

Significa apenas que alguns políticos catalães recorrem à força do futebol na "cruzada" para se libertarem da tutela de Madrid, reivindicação que o Governo central se recusa discutir.



publicado por António Castro às 23:20
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 30 de Junho de 2011
A finta do ano

Qual Varela! Qual Aimar! Qual Diogo Salomão! Qual Cristiano Ronaldo! Qual Messi!

A finta do ano não pode ser atribuída a um futebolista, sob pena de se estar a cometer uma injustiça.

Como classificar a novidade do Governo levada ao Parlamento relativa à criação de um imposto sobre o subsídio de Natal?

Nunca se tinha visto nem falado em tal, desde os antigos governantes aos novos detentores do poder, e nem sequer o "papão" chamado FMI fizera semelhante proeza.

Mais do que justo, portanto, premiar com a "A Finta do Ano" o primeiro-ministro Passos Coelho. Os políticos não podem ser apenas alvo de críticas. Importa enaltecer as espectaculares "jogadas" que efectuam nos seus gabinetes.

 

 

P.S. - Gostar de futebol não significa apenas pensar futebol. Todo o cidadão tem direito de opinião e entrar no "maltratado campo" da política.   



publicado por António Castro às 23:11
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 1 de Abril de 2011
Contra tudo e todos

Portugal só parece saber viver em clima de crispação. Da política ao futebol pouca diferença existe. Está no sangue das gentes deste país.

Depois da demissão do Governo e da dissolução da Assembleia da República, os responsáveis dos partidos continuam a fomentar a «guerra» que conduziu à rejeição do último PEC. Marcadas já as eleições, ninguém está interessado em declarações construtivas, divulgação da suas linhas de actuação futuras, ou acções pedagógicas para a população saber qual o verdadeiro estado da Nação. Acusações e mais acusações, e cada um, encharcado até aos pés, a sacudir a água do capote.

No futebol o panorama é igual e o próximo embate da Luz é motivo de manchete todos os dias, sem notícias de especial sumo. A «guerrilha» está instalada, seja porque o Benfica não quer largar na Luz o título frente ao futuros campeões - a máquina de calcular já foi esquecida - ou pelos dirigentes encarnados proibirem que os adeptos portistas entrem no recinto com determinados objectos. Legal ou ilegalmente é coisa indiferente para a PSP, pois a última decisão pertence aos denominados Assistentes de Recinto Desportivo (ARD), pois  «os promotores do espectáculo é que devem garantir a segurança dentro do recinto».

Carlos Queirós também tem ajudado ao degradante espectáculo desde que a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto. Anda há semanas a lançar "mísseis" em todas as direcções, justificando cada vez mais terem-lhe aberto a porta de saída da selecção.

Demasiados portugueses com responsabilidades transformaram este país num manicómio.

 

 

 



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010
Do fado à utopia

«É possível ganhar ao Arsenal», considera Domingos Paciência na véspera do reencontro com a equipa de Arsène Wenger, agora no Estádio AXA em jogo da Liga dos Campeões. O técnico do Sporting de Braga não esquece a goleada (6-0) no Emirates Stadium, deverá ter a presença na Liga Europa garantida, mas sonha com mais. Continuar em prova obriga a uma conjugação de resultados nesta e na última jornada de fase de grupos em que também participam o Shakhtar Donetsk e Partizan de Belgrado.

O director desportivo Costinha ficou satisfeito com o sorteio de fase de grupos da Taça da Liga, dado defrontar adversários perto de Alvalade - até parece que o País é muito grande - e garante que o Sporting «quer ganhar a prova», apenas a terceira na escala de valores do calendário português. Vai mais longe: «Todas as competições são prioritárias. Enquanto for possível matematicamente, são todas para ganhar.»

Ao comentar a decisão da Irlanda pedir ajuda à UE e ao FMI para combater a crise, o primeiro-ministro José Sócrates foi peremptório:«Portugal não precisa de ajuda.» Frase proferida quando diariamente são conhecidos números cada vez mais gravosos.

Que pensar? Os portugueses libertaram-se, de repente, da tristeza intrínseca bem expressa no fado ou já denunciam sinais de perturbação mental?

 

 



publicado por António Castro às 23:33
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Políticos servem-se do fu...

A finta do ano

Contra tudo e todos

Do fado à utopia

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links