Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Terça-feira, 15 de Outubro de 2013
Selecção continua pálida

A mais fraca selecção do grupo e a expulsão do luxemburguês Aurélien quando se atingia o trigésimo minuto, em nada contribuiu para Portugal fazer uma grande exibição.

Paulo Bento procedeu a cinco alterações no conjunto que empatou com os israelitas - alguns regressos e estreia de Josué - e pouco melhorou, embora algumas unidades se movimentassem com superior vivacidade.

A braçadeira de capitão foi um estímulo para Nani (significativa a atitude de abraçar Paulo Bento depois de ter marcado o golo), bem mais inspirado do que na sexta-feira, tal como a entrada de Varela ofereceu outra alegria ao jogo.

João Moutinho foi, no entanto, o verdadeiro obreiro da vitória, com assistências, reveladoras da excelente visão de lances e da capacidade de improviso, para os tentos de Varela, Nani e Postiga.

O portista Josué teve uma estreia promissora, mas a selecção nem sempre manteve nível aceitável perante adversário com menos unidades, embora por vezes a mostrar certa evolução, pois alguns jogadores actuam no estrangeiro.

Paulo Bento, aliás, reconheceu a inesperada debilidade portuguesa, embora ainda esteja em luta pela presença no Brasil: «Não fomos a melhor equipa deste grupo. A melhor foi a que ficou em primeiro. Se acho que devíamos ter ficado em primeiro? Digo que sim. O valor da equipa e destes jogadores não está em causa. Portugal está no play-off porque há um responsável que não conseguiu que ficássemos em primeiro.»

De salientar que a Bósnia-Herzegovina conseguiu o apuramento directo, pelo que não discutirá mais uma vez a qualificação com os portugueses.

França, Suécia, Roménia ou a surpreendente Islândia podem agora ser o último obstáculo do confiante seleccionador nacional.



publicado por António Castro às 23:06
link do post | comentar | favorito

Domingo, 4 de Julho de 2010
Dinheiro comanda... a vida

O interregno do Mundial até à realização das duas meias-finais permitiu que as atenções se virassem para outros cenários, e logo houve motivos para agitação no futebol português. A transferência de João Moutinho do Sporting para o FC Porto, tema já aflorado há dias, acabou por se concretizar, com acordo entre os dois clubes.

Mais um «forever» de Alvalade que num espaço de meses deixou de o ser, para surpresa de quem sempre sustentou ser o jovem já um símbolo do clube - nos tempos que correm arranjam-se «títulos» com muita facilidade -, além de nunca ninguém ter colocado em causa o seu «amor»ao clube, a tal ponto de entregaram a braçadeira de capitão a quem nunca demonstrou ter suficiente personalidade dentro do campo para exercer semelhantes funções.

Os dirigentes do Sporting preparam agora uma conferência de imprensa para explicar um assunto já resolvido, e não se esperam grandes novidades.

O amor à camisola acabou no século passado, os protestos de fidelidade a determinada causa estão na proporção inversa dos êxitos desportivos e, mais do tudo isto, agora é o dinheiro - não o sonho - que comanda a vida. 



publicado por António Castro às 23:52
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008
Sonho já não comanda a vida

Durante dois dias, por motivos imperiosos, obrigaram a que estivesse ausente deste espaço, não cumprindo aquilo que já considero uma obrigação perante quem me concede essa oportunidade - Sapo - e eventuais leitores. A ambos, a apresentação de sinceras desculpas.

Não tive oportunidade, obviamente, de saber tudo o que se passou no mundo português do desporto, em especial do futebol. Mas, ao tentar colocar a "escrita em dia", fiquei surpreendido pelo facto da "novela " João Moutinho ainda continuar.

Agora, o futebolista reclama uma indemnização do Sporting pelo facto de continuar no clube onde se formou, baseado numa clausula do seu contrato.

Sem tomar partido pelo clube ou pelo jogador, fico com a sensação que nestes acordos avalizados pelas duas entidades, que recorrem a advogados e empresários, existem armadilhas que seriam impensáveis há alguns anos. Fruto dos tempos, de uma sociedade com regras, mas sem princípios.

"O sonho comanda a vida" pertence a uma canção imortal - Pedra Filosofal - de Manuel Freire, com versos de António Gedeão, um emblema da Revolução dos Cravos, que tantas esperanças criou entre os portugueses.

Vão longe, no entanto, esses tempos. No século XXI, não é o sonho, mas o dinheiro, que comanda a vida...



publicado por António Castro às 23:00
link do post | comentar | favorito

Sábado, 2 de Agosto de 2008
João Moutinho e Sporting devem explicações

Espectáculo degradante o proporcionado pelos adeptos do Sporting, esta noite, no confronto com os holandeses do PSV Eindhoven.

João Moutinho, sempre que esteve "visível" antes de entrar na segunda parte, e durante o tempo em que teve a bola nos pés nesse período, foi assobiado por uma parte do público que condena a maneira como pretende sair do clube que o projectou para o futebol, potenciando qualidades que lhe eram intrínsecas, facto que é preciso não esquecer.

Neste espaço já tivemos oportunidade de criticar atitudes de jogadores que fazem tábua rasa dos contratos que assinam de livre vontade, aconselhados pelos respectivos empresários, mas isso não obriga a que todas as situações sejam passíveis de condenação sumária.

Será que os adeptos do Sporting ainda não se aperceberam que deverão existir razões fortes para João Moutinho ter demonstrado uma vontade impensável há meses e, por outro lado, os dirigentes do clube são tão ingénuos que, perante um mero capricho ou ambição do jogador, estão a conduzir o processo com excessivas cautelas e discrição.

A verdade ainda é desconhecida de muitos. Será de conceder o benefício da dúvida às intenções de Moutinho e admitir que esteja com problemas delicados, ainda que de sua inteira responsabilidade.

Pelo menos sejamos condescendentes até saber todos os pormenores, que o jogador e o Sporting não devem esconder por muito mais tempo, dando origem àquelas condenáveis manifestações.



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Selecção continua pálida

Dinheiro comanda... a vid...

Sonho já não comanda a vi...

João Moutinho e Sporting ...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512