Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
"Estrela" de Mourinho em Lyon

O Real Madrid não acabou com a mala pata em Lyon - nunca marcara e ganhara em Gerland nos últimos anos - mas ficou com mais confiança com o golo e o empate conseguido em Gerland. Tudo ficou a dever-se à «estrelinha» que tem acompanhado o Special One ao longo da sua carreira de treinador. Aos 63 minutos trocou Adebayor por Benzema, e um minuto depois o ex-jogador do clube francês marcou um golo em que a bola andou pelos pés de Ozil e Cristiano Ronaldo. O mérito pertence sobremaneira a Benzema ao procurar o terreno e o momento certo do remate e fazer passar a bola entre as pernas do guarda-redes.

Até aquela altura, em especial na primeira parte, o treinador português não tinha razões para estar satisfeito com a incapacidade dos seus jogadores em se libertarem da pressão adversária. Depois do intervalo pode lamentar so lances de Cristiano Ronaldo e Sérgio Ramos em que o poste e a barra substituiu o guarda-redes Lloris no caminho da bola para a baliza, e um eventual penalty não assinalado na sequência de novo livre do CR7. Estava escrito, no entanto, que o Lyon acabaria por empatar através de Gomis, a sete minutos do final da partida.

Metade do objectivo foi conseguido, o resultado é um dos considerados positivos quando obtido em terreno do adversário, mas os merengues não podem estar descansados, pois Claude Puel dispõe de argumentos suficientes para pregar um susto em Santiago Bernabéu, caso aos espanhóis não estejam mais inspirados do que em França.



publicado por António Castro às 23:42
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010
Benfica em terreno movediço

A estrela de Jorge Jesus começa a perder brilho. E quase se apagava, em termos de competições da UEFA, não fora um jovem de 19 anos, chamado  Alexandre Lacazzette marcar o golo do empate do Lyon a dois minutos do final do confronto com os israelitas do Hapoel Telavive. O Benfica esteve, portanto, a dois minutos de, além de não cumprir a promessa de chegar longa neste regresso à Liga dos Campeões, contribuir para mais um ano de esquecimento na Europa.

Nenhum clube pode garantir no princípio da época que vai ganhar isto ou aquilo, pois o lugar de destaque em qualquer pódio é apenas um. Aqui residirá uma das razões para ser tão grande agora a frustração dos responsáveis benfiquistas, bem mais humildes do que há uma semana. O presidente Luís Filipe Vieira e Jorge de Jesus só podem garantir aos associados aquilo que depende única e exclusivamente da sua acção, e esquecer os imponderáveis do futebol, aliás como em tudo na vida.

Agora começam a apanhar alguns cacos de «promessa partidas» e necessitam de fazer reflexão aprofundada sobre a situação da equipa com vista ao futuro imediato e a médio e longo prazo.

O rendimento está uns furos abaixo da época passada, todos reconhecem. Deficiente forma de alguns e desmotivação de outros jogadores é demasiado patente. Alterações no decorrer dos jogos nem sempre bem sucedidas, também se torna evidente.

Razões? Essas pertencem aos responsáveis avaliar. Para o exterior, no entanto, passa a imagem de que certa gente está no lugar errado, e outros vivem na ilusão que já atingiram o patamar máximo para dirigir uma equipa de futebol, tanto a nível interno como internacional.



publicado por António Castro às 23:43
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 2 de Novembro de 2010
Goleada reduzida a um golo

Carlos Martins e Fábio Coentrão não mereciam que o encontro com o Lyon terminasse com um resultado tangencial. O primeiro fez cinco assistências para quatro golos; o segundo marcou dois, enquanto Kardec (o inaugural) e Javi Garcia (o terceiro) fizeram os restantes.

A goleada consumara-se depois do intervalo, graças ao regresso do Benfica às boas exibições da época passada e ao facto de os franceses estarem desatentos. Antes dos portugueses abrirem o «livro» meteram duas bolas na baliza de Roberto, anulados por foras-de-jogo flagrantes, por isso inacreditáveis em profissionais. Depois foram surpreendidos em contra-ataques fulminantes dos encarnados na sequência da marcação de cantos, pois deixaram o guarda-redes desguarnecido à frente dos postes.

De exibição quase fulgurante, mesmo com a ausência inesperada de Aimar, os jogadores da Luz  abrandaram o andamento e Jorge Jesus começou a pensar na próxima visita ao Dragão.

Resultado: Claude Puel também fez substituições, mas com a intenção de transmitir maior agressividade ofensiva e, certamente, evitar o despedimento pelos dirigentes do Olympique. 

Antes desta cartada deveria ter encontrado um antídoto para não sair da Luz com uma derrota humilhante. No entanto, virou a goleada numa derrota tangencial e deixou Jorge Jesus irritado com um resultado que teria significado especial para o clube e constituía merecido prémio, em especial para Carlos Martins e Fábio Coentrão.

Do mal o menos: a continuidade na Liga dos Campeões ainda é possível.

 



publicado por António Castro às 23:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010
Passar a fronteira inibe Benfica

O Benfica apresenta duas faces. Uma positiva - menos do que no ano passado - para consumo interno. Quando Jorge Jesus e os jogadores ultrapassam a fronteira para as competições europeias, a equipa mostra-se inibida, desinspirada, os erros sucedem-se e, com mais frequência do que se esperaria, surgem as derrotas.

O confronto com o Lyon constituiu mais um exemplo, apesar das alegações do contatempo de uma expulsão. A Jorge Jesus parece acontecer como a muitos jogadores menos experientes: ficam afectados pela diferença de ambiente e perdem a capacidade de reacção.

O treinador da Luz saiu de Lisboa cheio de ilusões - «vencer em Lyon será normal», disse - tanto mais que o ex-campeão francês em sete anos consecutivos entrou em declínio e ocupa posição modesta na actual edição da prova.

Agora, Jorge de Jesus já foi buscar a calculadora, não apenas por causa dos pontos - seis cedidos com certa surpresa em duas deslocações, - mas até já fica satisfeito por sofrer apenas dois golos.

Só ele saberá porque não pode sair do país...



publicado por António Castro às 09:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 7 de Abril de 2010
Liga dos Campeões rendida a Messi

O argentino Lionel Messi continua a ser notícia um dia depois do poker conseguido frente ao Arsenal e quando se decidiram os restantes semifinalistas da Liga dos Campeões.

O Manchester United  tinha tudo encaminhado para afastar o Bayern de Munique, com o contributo de dois golos do português Nani, mas Olic e Robben deram a volta à eliminatória e os alemães de Van Gaal estão apurados graças a mais um golo marcado no terreno do adversário. Alex Fergusson explica o desaire pela expulsão do jovem Rafael, mas os males dos red devils terão outras razões, como ficou demonstrado na recente derrota na visita do Chelsea. Uma semana para esquecer do treinador mais prestigiado dos últimos anos.

O Lyon festeja a estreia na meia-final da prova, apesar de derrotado pelo Bordéus (o resultado da primeira mão foi decisivo) e terá os bávaros como adversários. Tarefa bem pesada para o francês Aly Cissokho e o argentino Lizando López, responsáveis na época passada pela boa carreira do FC Porto.

O Benfica estará em Anfield Road para decidir com o Liverppol a continuidade na Liga Europa. Jorge Jesus apresenta um discurso ambíguo, pois enquanto garante que a sua equipa é superior, receia que a fadiga dos jogadores, com menos um dia de intervalo entre jogos oficiais, possa afectar o rendimento do conjunto.

Rafael Benitez, por seu turno, aposta nas virtudes do avançado espanhol Fernando Torres para ultrapassar a desvantagem de um golo (2-1 na Luz).

A nível interno, o tema do momento é o sucessor de Carlos Carvalhal, e afigura-se que o presidente do clube e da SAD e o director desportivo não estão em sintonia. José Eduardo Bettencourt inclina-se para um português; Costinha defende um francês, futebol onde actuou durante alguns anos. Razão que explica a especulação sobre nomes como o de Paulo Sérgio e dos gauleses Jean Tigana, Paul Le Guen e Gérard Houllier.

Que venha o diabo e escolha...



publicado por António Castro às 23:47
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008
Cartões a "pedido" sancionados pela UEFA

Cris e Juninho, influentes jogadores do Lyon, forçaram o cartão amarelo no desafio com a Fiorentina, relativo à quinta jornada da Liga dos Campeões.

Nem sempre é possível saber o que passa na cabeça dos futebolistas nos momentos quentes de um jogo, pelo que se trata de uma análise com contornos subjectivos.

A UEFA, no entanto, não teve a mesma opinião, e o departamento disciplinar, após observação supostamente atenta e fundamentada do vídeo, decidiu aplicar uma multa de dez mil euros a Cris e de 15 mil a Juninho. Fundamento: o comportamento dos dois "franceses" impediu-os de jogar frente ao Bayern, jogo sem influência no apuramento, mas libertou-os para os oitavos-de-final.

Referir este expediente não constitui novidade. São múltiplos os casos, a maioria das vezes por iniciativa dos treinadores, a pensar nos compromissos futuros.

De realçar apenas que a UEFA está atenta a estes comportamentos contra a ética e não poupa os visados, embora pareça benevolente na sanção. A multa, paga por jogadores ou clubes, constitui uma gota de água nos milhões envolvidos no negócio. No caso de ser provada a intenção, um ou dois jogos de castigo anularia as vantagens do expediente.

 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

"Estrela" de Mourinho em ...

Benfica em terreno movedi...

Goleada reduzida a um gol...

Passar a fronteira inibe ...

Liga dos Campeões rendida...

Cartões a "pedido" sancio...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512