Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2013
Mourinho em dificuldades no Chelsea

O alarme soou em Stramford Bridge. O Chelsea foi eliminada (2-1) da Taça da Liga no campo do Sunderland, ao terminar o prolongamento.

José Mourinho confessou estar frustrado pela debilidade defensiva revelada nos últimos jogos e mostra-se disposto a trocar uma toada deliberadamente ofensiva por precauções defensivas.

Recorde-se que o treinador chegou a ser criticado, tanto em Inglaterra como no Real Madrid, por sacrificar o espectáculo em favor das vitórias, opção que lhe valeu muitas críticas.

Os donos do clube londrino começam a preocupar-se e o português não está disposto a abdicar dos seus princípios, que tão bons resultados, como era de esperar, deram em Itália.

Razão para não estranhar o seu aviso: «Estamos a caminhar na direcção certa, mas é frustrante. O futebol resume-se a resultados e é bastante frustrante se tivermos de dar um passo atrás para sermos mais consistentes na defesa. Não é algo que eu queira fazer, passar a jogar em contra-ataque, mas é algo em que tenho de pensar seriamente.»

Janeiro, o mês destinado a fazer acertos nos plantéis ao aproveitar o curto período de transferências, pode oferecer um novo rosto ao Chelsea.

Realismo e capacidade de fazer alterações radicais nunca faltaram a José Mourinho.



publicado por António Castro às 22:19
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011
Manchester previne incidentes

O futebol britânico, em termos de fair-play, já não é o que era. No entanto, da Grã-Bretanha ainda surgem notícias que devem ser motivo de atenção por parte de entidades de todo o mundo ligadas a um dos fenómenos mais mediáticos da actualidade: desporto/espectáculo/ negócio.

No final da semana, os rivais de Manchester - United e City - são protagonistas do derby da cidade, e na equipa de Fabio Capello actua um jogador que saiu de Old Trafford incompatibilizado com o clube -dirigentes e o treinador Alex Ferguson. Aliás, o «divórcio» não foi pacífico e Carlos Tevéz fez declarações polémicas que alimentaram a já conhecida rivalidade entre os adeptos dos dois clubes.

Na véspera de um encontro de alto risco, as autoridades policiais da cidade não se dispensaram de pedir aos responsáveis do Manchester City  para controlar eventuais declarações do futebolista argentino e, naturalmente, a antigos companheiros. Além disso, solicitou aos proprietários dos bares próximos do Estádio do Manchester United para limitarem a venda de bebidas alcoólicas.

Nada garante que não aconteçam incidentes, mas estas diligências demonstram que as autoridades inglesas estão atentas aos problemas do quotidiano e antecipam medidas preventivas.

Um exemplo para todos os sectores que gravitam em torno do futebol português.

 

 



publicado por António Castro às 23:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010
Arsenal compromete título do Chelsea

O italiano Carlo Ancelotti está a passar um mau bocado em Londres, pois o Chelsea voltou a perder e as ambições do presidente Roman Abramovich levar o clube ao pedestal do futebol europeu parecem de novo comprometidas.

O Arsenal foi o «carrasco» dos blues, num jogo intenso, embora demasiado limitado à luta no meio-campo, devido às precauções dos dois técnicos, já que o Manchester United começa a ter hipóteses de assegurar apreciável vantagem no primeiro lugar do campeonato.

Arsène Wenger conseguiu, no entanto, transmitir mais ambição aos seus pupilos e, se após a marcação do primeiro golo por Alex Song (44 m) nada parecia decidido, os primeiros minutos da segunda parte foram desastrosos para os campeões em título.

Os arsenalistas levaram ao rubro as bancadas do Emirates Stadium. Confundiram de tal maneira a defensiva do Chelsea que bastaram oito minutos para decidir o jogo. Cesc Fabregas (51 m) e Theo Walcott (53 m) não desperdiçaram as «prendas» oferecidas pela defesa do antagonista e, em trabalho conjunto, colocaram a vantagem em três golos.

O tento de Ivanovic (57 m) não afectou em nada os gunners. Aliás, o antagonista já não revelava condições psicológicas nem capacidade de organização para inverter a sequência dos acontecimentos. O persistente Arsène Wenger tem este ano possibilidades de discutir o título com Alex Fergusson.



publicado por António Castro às 23:21
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010
De Special One a «canalha»

«O problema que têm com Mourinho é que ele vence. Esse é o verdadeiro problema que ele está a provocar».

 

Di Stéfano em declarações à televisão Antena 3

 

 

«Não contratámos Mourinho para fazer amigos, mas para que faça uma equipa campeã».

 

Emilio Butragueño, director das Relações Intitucionais do Real Madrid, ao site da Marca

 

 

A League Managers Association vai homenagear o português, no Hall of Fame Dinner, pelos êxitos no Inter e a primeira vitória no novo Estádio de Wembley.

Manolo Preciado, treinador do Sporting Gijón, ficaria muito grato por um convite para assistir à cerimónia do seu «amigo».  



publicado por António Castro às 22:46
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010
Branco é...

«A candidatura de Inglaterra impressionou-me pessoalmente. A Inglaterra pode organizar o Mundial amanhã, não haverá qualquer problema. A Inglaterra é a mãe do futebol, já deu muito à modalidade. Já venceram situações difíceis (hooliganismo, por exemplo). Levaram segurança aos estádios», disse o suíço Joseph Blatter.

O presidente da FIFA assistiu a uma apresentação do projecto inglês no gabinete oficial do primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, em Downing Street, Londres.

«Se todas as federações e Ligas tivessem estádios como os vossos, haveria muito mais fair-play no nosso desporto. Se as medidas fossem tomadas por todos, não tínhamos tido os problemas de terça-feira em Génova», continuou, referindo-se à interrupção do Itália-Sérvia, devido a distúrbios. 

Além dos relatórios da comissão de avaliação das candidaturas, Blatter vai transmitir a sua opinião ao comité executivo da FIFA no final de Outubro. A FIFA vai anunciar os países anfitriões dos Mundiais 2018 e 2022 a 2 de Dezembro, em Zurique.

 

in site Maisfutebol

 

 

Alguém ficou com dúvidas que Portugal e Espanha podem tirar o cavalinho da chuva?



publicado por António Castro às 02:20
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009
Jogadores do Wigan dão o exemplo

A  Liga inglesa foi «abalada», no fim-de-semana, com a derrota do Wigan infligida pelo Tottenham. O resultado de 9-1 passou a constituir recorde na prova e teve repercussões, não apenas na Inglaterra, pois constituiu notícia em todo o mundo.

Aliás, a surpresa acabou por não se resumir à goleada, face a decisão unânime dos jogadores que sofreram semelhante humilhação.

Os futebolistas do Wigan decidiram suportar o preço dos bilhetes pagos pelos adeptos do clube que se deslocaram ao recinto do Tottenham, por considerar que tinham sido lesados pelo colapso da equipa.

Um exemplo que, a ser seguido em Portugal esta época, não apenas pelos golos sofridos mas se incluíssem as paupérrimas exibições, deixava os jogadores de algumas equipas quase sem salário.

E evitariam os sempre desagradáveis assobios e alguns incidentes no final dos jogos. 



publicado por António Castro às 21:31
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Dezembro de 2008
Ingleses dão exemplo de profissionalismo

O futebol em Inglaterra e Cristiano Ronaldo não páram. Ao contrário do que acontece em quase toda a Europa, a Premiership teve mais uma jornada no dia a seguir ao Natal - o chamado Boxing Day (Dia de Santo Estevão).

Mentalidades e hábitos diferentes contribuem para que os responsáveis dos clubes, em especial os técnicos, não receiem eventuais excessos alimentares ou nocturnos dos jogadores na quadra natalícia.

Cumpriu-se uma jornada positiva para os candidatos ao título - todos ganharam e o Liverpool continua no comando com um ponto de vantagem sobre o Chelsea. Os britânicos não brincam com uma actividade que movimenta milhões de euros.

Cristiano Ronaldo, apesar de também ter jogado, foi mais falado por receber novo prémio como o melhor jogador do ano. Agora, a eleição pertenceu ao Eurosport e é designada por "Ballon d'Eurosport", e o seu nome surge, como será normal, no "Team d'Or", iniciativa do canal televisivo. O defesa Bosingwa, a actuar na equipa de Scolari, aparece na "equipa".

Todos se rendem ao comportamento de Cristiano Ronaldo - a excepção é José Mourinho - e ainda falta saber a decisão dos votantes do galardão da FIFA, a divulgar dentro de dias.

Qualquer que seja o somatório dos votos dos treinadores e capitães de todas as selecções mundiais, o Special One perderá por uma goleada...

 

 



publicado por António Castro às 22:45
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008
Indisciplina sem tréguas na Inglaterra

Há anos, a referência ao futebol inglês estava de imediato associada a fair-play. Os praticantes e adeptos na Velha Albion orgulhavam-se da maneira como decorriam os jogos, dentro e fora dos relvados.

Passaram-se os tempos, mudaram-se as mentalidades, apareceram os hooligans, e a imagem foi-se esbatendo. Apesar de ainda existir no futebol britânico algo diferente, de sentido positivo, em relação a outras latitudes, a célebre expressão perdeu algum sentido.

A Federação inglesa, no entanto, não descura a luta contra a disciplina e em relativo espaço de tempo deu um - ou melhor, dois - exemplos de que não está disposta a abdicar dos velhos princípios básicos do fair-play.

Alex Ferguson discutiu com o árbitro do Manchester United-Hull City e, sem longos inquéritos e processos, foi castigado com dois jogos e uma multa equivalente a 11.800 euros. No Chelsea-Burnley, que ditou a eliminação da equipa de Scolari da Taça da Liga, Drogba, ao festejar um golo devolveu para a bancada uma moeda que fora atirada ao jogador nesse momento por adeptos do adversário. Conclusão: três jogos de suspensão e o goleador, após longa ausência por lesão, não defrontará o Newcastle, Arsenal e Bolton.

A polícia, entretanto, não descansa enquanto não identificar os autores da "brincadeira", para os impedir de assistir a jogos.

Como ainda são brandos os costumes dos dirigentes do futebol português!



publicado por António Castro às 07:30
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Outubro de 2008
Racismo exige medidas concretas

A recusa da Inglaterra em efectuar um jogo particular no Estádio Santiago Bernabéu, por alguns dos seus jogadores terem sido vítimas de atitudes racistas num confronto com as mesmas características, em 2004, atira para a ribalta um tema delicado.

Ashley Cole e Wright Phillips foram os principais alvos, mas Rio Ferdinand, Jermain Defoy e Jermaine Jenas também sofreram apupos dos adeptos espanhóis, atitude que à Federação do país vizinho resultou numa multa de cem mil francos suíços aplicada pela FIFA.

No mês passado, o britânico Emile Heskey passou por caso idêntico quando a selecção da Rosa defrontou, em Zagreb, a Croácia. E será apropriado não esquecer que o técnico campeão da Europa, Luis Aragonés, foi multado (2060 libras) por tecer comentários menos favoráveis ao francês Thierry Henry, em 2006.

Se está fora de causa tomar medidas para evitar manifestações deste género, não parece de grande vantagem as conversações entre os dirigentes das Federações inglesa e espanhola para escolher um novo local e firmar o respectivo contrato.

O fenómeno não é exclusivo da Espanha e nem sequer de Madrid, pelo que desenterrar o passado não será impeditivo de a situação se repetir em qualquer estádio ou cidade.



publicado por António Castro às 14:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 25 de Setembro de 2008
Ingleses em combate à indisciplina

A recente deslocação do Manchester United ao campo do Chelsea não ficará barata ao clube orientado por Alex Fergusson.

Os sete cartões amarelos que foram mostrados à equipa de Cristano Ronaldo já valeram 25 mil euros de multa por parte da Liga. Mas poderá haver mais. A entidade aguarda pelo relatório do árbitro Mike Riley e poderá agravar as sanções ao campeão inglês.

Flagrante contraste com o que se passa em Portugal, onde nada se faz para travar o comportamento incorrecto dos jogadores, não apenas por certa complacência dos árbitros, mas devido ao facto de os regulamentos permitirem número excessivo de cartões amarelos até que haja lugar a suspensão temporária do futebolista.

O convite à impunidade, ditada pelos tradicionais brandos costumes dos portugueses - extensivo a outros sectores da sociedade -, não poderá continuar por muito mais tempo.

 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Mourinho em dificuldades ...

Manchester previne incide...

Arsenal compromete título...

De Special One a «canalha...

Branco é...

Jogadores do Wigan dão o ...

Ingleses dão exemplo de p...

Indisciplina sem tréguas ...

Racismo exige medidas con...

Ingleses em combate à ind...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512