Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Sábado, 19 de Outubro de 2013
Taça dos pequeninos

Trofense e Cinfães nunca pensaram que apenas sofreriam um golo dos credenciados adversários da terceira eliminatória da Taça de Portugal. O portista Varela foi o protagonista da vitória no Dragão; o benfiquista Ola Johan desferiu o remate decisivo no Estádio Municipal Prof. Cerveira Pinto.

Multiplicaram-se as estreias nos conjuntos do primeiro escalão. Habituais suplentes ou elementos das equipas B foram aproveitados por Paulo Fonseca e Jorge Jesus com dois objectivos: testar as promessas e dar descanso a quem esteve ao dispor de selecções, para acautelar os próximos compromissos na Liga dos Campeões.

Compete aos treinadores tomar estas decisões, mas a apelidada festa da Taça torna-se numa fantasia, tanto para adeptos como protagonistas das equipas mais fracas, pois esperam ver em acção e defrontar os nomes sonantes dos adversários.

Os responsáveis federativos devem ponderar neste problema e encontrar soluções para não desprestigiar a segunda prova do calendário nacional.

Nos tempos da defesa de fair-play em diversas vertentes - disciplinar e financeiro, nomeadamente -, incluir o competitivo só beneficiaria o futebol português.



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 30 de Setembro de 2013
Salvador é apenas apelido

Terça-feira (dia 24) foi de boas notícias para o Sporting de Braga. No aspecto desportivo, Jesualdo Ferreira ainda não conseguiu estabilizar o rendimento do plantel.

As boas novidades surgiram nos capítulo económico e financeiro, já que as contas relativas à temporada 2002/2003 saldaram-se por lucros de 5,4 milhões de euros.

António Salvador alcançou ao longo dos últimos tempos um crescimento sustentável, já que o clube apresenta resultados positivos há cinco anos, com valores aproximados nos últimos quatro.

Dos números a apresentar na assembleia de accionistas conclui-se que o clube minhoto tem um presidente com rara perspicácia na direcção de um clube, mantém uma direcção coesa e não permite leviandades de gestão.

Salvador é apenas apelido e nada tem a ver com os processos seguidos por alguns dirigentes que procuram comprar uma posição na ribalta.



publicado por António Castro às 23:16
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 30 de Novembro de 2012
Mudanças radicais tem riscos

A gestão de esforço em certos jogos resulta. Noutros equivale a desastre. Aconteceu com o FC Porto na deslocação a Braga para a Taça de Portugal.

O treinador dos dragões decidiu fazer sete mudanças no plantel que vencera no AXA, dias antes, na Liga. Mangala (13), ao acorrer de cabeça a uma bola surgida em livre de James introduziu a bola na baliza de Quim - uma das novidades na equipa minhota, juntamente com Ruben Amorim - , e as coisas pareciam bem encaminhadas.

Depois do intervalo, Vítor Pereira pressentiu que a reacção dos minhotos podia ser perigosa e fez entrar Danilo e Lucho, mas foi traído pelo segundo cartão amarelo de Castro (72) e pela infelicidade de Danilo (74), ao marcar na própria baliza e oferecer o empate aos bracarenses.

Apareceu, seis minutos depois, Éder a "salvar" José Peseiro ao interromper uma série negra de resultados.

O treinador dos portistas recorreu a um discurso nada inovador para justificar uma decisão no mínimo controversa: «Assumo plenamente a gestão que fiz do plantel, mas quero dar os parabéns aos meus jogadores pela forma como se bateram. Estou muito satisfeito com o carácter que demonstraram.»

E não faltaram críticas a Olegário Benquerença: «Esta não foi uma partida para serem mostrados dez cartões amarelos e um vermelho. Nem de perto, nem de longe».



publicado por António Castro às 23:23
link do post | comentar | favorito

Sábado, 17 de Novembro de 2012
Vítor Pereira “ganha” Atsu

O Nacional, longe do rendimento de épocas recentes, permitiu a Vítor Pereira arriscar na deslocação ao Funchal. Desde o guarda-redes – Fabiano no lugar de Helton – procedeu a uma revolução no plantel. Escapou, em certa medida, a defesa e o imprescindível – marcador do golo na primeira parte – Lucho. Uma escolha que o treinador justificou com o «cansaço» dos jogadores participantes em diversas selecções.

A “nova” equipa, no entanto, acusou em demasia a falta de entrosamento, e quando os madeirenses se mostraram mais dinâmicos, Vítor Pereira tomou precauções para não colocar em causa o apuramento na Taça de Portugal.

João Moutinho e James saltaram do banco e o meio-campo passou a funcionar com a habitual solidez, e o ataque – Atsu já  tinha surpreendido pela positiva - revelou outra desenvoltura, e permitiu a Kléber obter o seu primeiro tento da época e o terceiro do encontro.

Apesar das «condições de gestão», como salientou Vítor Pereira, o Nacional não segurou um FC Porto de segunda linha potencial, facto reconhecido por Manuel Machado.



publicado por António Castro às 19:21
link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Maio de 2011
Benfica avalia apostas falhadas

Luís Filipe Vieira não escondeu o desagrado pela época desastrada do Benfica na sequência da conquista do título e foi explícito sobre alterações no modelo de gestão do clube nos próximos tempos.

Não tardou a pressentir-se o início de nova era, agora que se anuncia a dispensa do guarda-redes brasileiro Roberto, a "jóia da coroa" de Jorge Jesus agora considerada pechisbeque.

Esta e outras opções do treinador da Luz, contra tudo e contra todos e em prejuízo de alguns, explicam o baixo rendimento de um campeão inconsistente, cuja carreira foi agravada pela surpreendente melhoria do FC Porto, fruto de uma obra em construção superiormente conduzida pelo jovem André Villas-Boas.

A curiosidade dos próximos tempos ultrapassará o habitual nos tempos de defeso, e será decisivo em especial para Benfica e Sporting, admitino-se que são sólidas as bases de sustentação do regresso dos portistas ao primeiro lugar do pódio. 

 

 



publicado por António Castro às 23:05
link do post | comentar | favorito

Domingo, 10 de Abril de 2011
FC Porto também ganha na gestão

O FC Porto, já campeão, e o Benfica, com o lugar de "primeiros dos últimos" assegurado, resolveram entrar em gestão de esforços nas deslocações, respecticamente a Portimão e à Figueira da Foz.

André Villas-Boas, também neste aspecto, teve vantagem. Apesar de sucessiva alteração no marcador depois de uma primeira parte para esquecer em termos de espectáculo, os portistas acabaram por se superiorizar com uma equipa sem alguns titulares, graças a um golo marcado a quatro minutos do final.

Jorge Jesus, mais ousado na poupança, além de sofrer mais acabou por deixar os três pontos ao aflito Naval, agora treinado pelo seu ex-jogador Carlos Mozer. E ficou a 19 pontos do líder, facto que em nada altera a classificação, mas será recordado no futuro, quando se entra no agora tão explorado expediente das estatísticas.

Uma conclusão pode, entretanto, retirar-se. Os dragões também tiveram vantagem no expediente de fazer descansar uma parte do plantel.

 



publicado por António Castro às 23:29
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Taça dos pequeninos

Salvador é apenas apelido

Mudanças radicais tem ris...

Vítor Pereira “ganha” Ats...

Benfica avalia apostas fa...

FC Porto também ganha na ...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links