Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Quinta-feira, 30 de Maio de 2013
Mourinho regressa a "casa"

José Mourinho volta a Inglaterra, garantem os jornais britânicos, que adiantam ter assinado um contrato por quatro anos no valor global de cerca de 47 milhões de euros. O presidente do Chelsea, que o despediu quase no final da terceira época, após a conquista de dois campeonatos (2005 e 2006) que o clube não vencia há 50 anos, é o mesmo que contrata de novo o Special One.

Roman Amabrovich não parece disposto a investir tanto em jogadores como aconteceu em 2004, mas terá aceitado disponibilizar uma verba que permita a José Mourinho montar à sua maneira uma equipa vencedora.

A experiência em Espanha não foi positiva, apesar dos elogios feitos pelo presidente Florentino Pérez ao homem que procurou organizar a estrutura do futebol de acordo com a sua filosofia de trabalho. Se teve sucesso quanto às suas competências, embora sem evitar guerras com figuras influentes no clube, não teve idênticos resultados no convívio com certas vedetas do balneário.

Expectativa redobrada, portanto, para o regresso ao local do primeiro "crime": não vencer a Liga dos Campeões.

Em Portugal, a expectativa mantém-se sobre a continuidade de Jorge Jesus no Benfica. Se as palavras de Luís Filipe Vieira podem ser levadas à letra - «Vamos manter o rumo» -, o técnico pode preparar a nova época. Apesar da oposição de alguns dirigentes, há quem garanta que presidente e treinador acordaram na renovação de contrato por mais dois anos.

Mas há ainda muitos casos por resolver em clubes de topo em Portugal e noutros países da Europa.



publicado por António Castro às 23:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013
Benfica em dia de emoções fortes

Três expulsões – os benfiquistas Cardozo e Matic e o nacionalista Marçal –, um auto-golo de Mexer a anular o tento do madeirense Diego Barcelos, e um segundo empate, desta vez por Mateus, a responder a remate certeiro de Urreta, marcaram um jogo que o Benfica não podia perder para se manter a par do FC Porto.

Naquela altura ainda faltavam 37 minutos para o termo da partida e havia a expectativa dos lisboetas rectificarem processos e alterarem o rumo dos acontecimentos, dada a pressão atacante.

Os nervos, no entanto, afectaram a sua capacidade de reacção e o guarda-redes Bracali redimiu-se de um ou outro erro e deu valioso contributo para se manter o empate.

Jorge Jesus não se mostrou desanimado: «Perdemos dois pontos, mas este não é um passo atrás na luta pelo título.» E, como mais tarde se verificou, revelou qualidades de vidente: «O resultado não afecta a equipa. Já tinha dito que este campeonato não se iria resolver directamente entre o Benfica e o FC Porto. Na minha opinião, as equipas vão perder pontos pelo caminho. Infelizmente fomos os primeiros. Mas isso não nos tira a confiança e determinação.»

Impensável que alguém levasse a sério estas palavras, face ao compromisso do rival portista. Inesperadamente aconteceu.



publicado por António Castro às 12:27
link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Março de 2012
Nem coração salva leão

Sá Pinto aguentou o barco a boiar mais tempo do que o previsto. O Sporting sofreu o primeiro rombo em terras do Sado e ficou demonstrado que fazer apelo apenas ao "coração" não resolve problemas estruturais. Apenas os encobriu durante umas semanas.

O novo responsável técnico escolheu mal a deslocação a Setúbal para começar a fazer mudanças no plantel de Domingos Paciência, dada a consistência que José Mota tem transmitido à equipa setubalense.

Confrontado com alguns lesionados, Sá Pinto arriscou e perdeu. Mais do que o resultado, também Carrillo, expulso já depois do  termo da partida, cujas cenas finais entre jogadores das duas equipas podem ter consequências mais graves.

Piores dias esperam o clube de Alvalade, a navegar à deriva e a afundar-se cada  vez mais na classificação, numa das épocas em que mais investiu.

Todos os elementos do futebol devem estar preocupados e... envergonhados.

 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25 de Março de 2011
Alvalade em momento decisivo

A família sportinguista está na véspera de grande responsabilidade e, porventura, com tantas dúvidas como há semanas. Decidirá quem será o 48.º presidente, sucessor de José Eduardo Bettencourt, e a avaliar pelo que se ouviu na campanha dos cinco candidatos, está pouco esclarecida sobre aspectos importantes da vida do histórico clube.

Nomes de treinadores não faltam; futebolistas contactados para vestir a camisola verde - até chineses - são mais-valias garantidas; promessas de injecção de dinheiro para satisfazer estas «fantasias» são comuns a todos os candidatos. Sobejam responsáveis para o futebol que se dizem capazes de levar o clube a campeão na próxima temporada.

Durante uma campanha em que nem sempre se respeitou a ética, faltou discutir aspectos importantes. Por exemplo, conhecer a real situação económica e financeira do clube. Não existem garantias absolutas de que o dinheiro necessário para tirar o futebol da penosa situação em que se encontra surgirá na hora certa, de onde provém e qual o ónus das contrapartidas. Desconhecem-se projectos consistentes para evitar a progressiva decadência da colectividade e, mais do que isso, ninguém apresentou as medidas indispensáveis para que se dissipem, a curto prazo, as sombras dos últimos anos.

Os adeptos sportinguistas têm de revelar muita sagacidade para escolherem o candidato certo nesta hora crucial. Quantos mais votarem libertos da emoção e baseados no conteúdo das mensagens, em melhores condições estarão para errar menos.

Convenhamos, no entanto, que a subjectividade persistirá sempre, devido ao fraco e, por vezes, impróprio nível da campanha.



publicado por António Castro às 23:16
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010
Deslumbramento deu em goleada

Dizer que existem possibilidades no futebol de ganhar a qualquer adversário não é ser realista. A sensatez aconselha a que se avaliem as armas aos dispor de cada um dos contendores, se estabeleçam estratégias cautelosas sem esquecre a ambição, e aguardar pelo desenrolar dos acontecimentos. Quando assim não acontece, é maior a perturbação se a marcha do resultado começa a desnivelar-se em sentido negativo e o pânico afecta o rendimento dos jogadores.

Reflexão resultante da goleada sofrida pelo Sporting de Braga na histórica estreia do clube na Liga dos Campeões. Pensar que o Arsenal, orientado por um técnico experiente (Arsène Wenger), com grande vivência no clube e a quem é posto à disposição um lote de futebolistas de primeiro plano, é uma equipa facilmente acessível ao segundo classificado da I Liga portuguesa significa viver num mundo de fantasia.

Domingos Paciência considerou ter a equipa cometido demasiados erros. O promissor treinador teve nova experiência - como lhe aconteceu algumas vezes na carreira de futebolista de eleição - do deslumbramento ser mau conselheiro. 



publicado por António Castro às 23:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 25 de Junho de 2010
Portugal ajusta contas

Chegou a hora dos portugueses. Depois da goleada à Coreia do Norte aproxima-se a hora da verdade. A selecção de Carlos Queirós tem em mãos o trunfo dos nove golos de vantagem sobre a Costa do Marfim, mas não os pode esbanjar no confronto directo com o Brasil em conjunto com os tentos que Drogba e companhia possa marcar aos coreanos.

Razão para admitir que não basta controlar a marcha do marcador nos dois jogos, mas pensar apenas na partida de Durban e aproveitar para pressionar a equipa orientada por Dunga que, além de não contar, por castigo, com Kaká, se admite possa fazer gestão de esforço de alguns jogadores.

Conclusão, Portugal tem de repetir os indicadores positivos do último jogo, embora consciente que está perante um eterno candidato ao título que, mesmo tranquilo na circunstância, não gosta de perder nem a feijões.

Espera-se que Carlos Queirós seja realista e, ao mesmo tempo, audaz quanto baste para não se estar apenas dependente dos golos que possam surgir em Nelspruit, tanto mais que Sven-Goran Eriksson quer mostrar trabalho.



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 15 de Novembro de 2009
O desafio de Carlos Carvalhal

A surpresa que o presidente do Sporting tinha prometido sobre o futuro treinador do Sporting não foi... surpresa. O nome de Carlos Carvalhal tinha sido ventilado há dias e, dado que o clube de Alvalade tem seguido uma política de poupança, não se esperaria que, falhada a contratação de «Dom Villas Boas», houvesse disposição para encher os bolsos de euros a outros clubes, através de indemnizações.

Numa altura em que o Sporting não tem grandes alternativas desportivas, apesar de ainda ter hipóteses de limpar a face em duas provas - Liga Europa e Taça de Portugal - o principal será conduzir a equipa a um lugar europeu na próxima época, que nunca passará pela Liga dos Campeões.

Carlos Carvalhal não apresenta um currículo ao nível dos técnicos que levaram o Sporting ao topo do futebol português, mas não deixará de aproveitar a oportunidade para enriquecer o seu palmarés, assim consiga impor-se em definitivo na profissão.

Além da sua tarefa específica terá de lutar contra o idealismo de alguns responsáveis, confiantes que tinham um plantel suficiente para ombrear com os avultados investimentos dos rivais.

Preparar o futuro, financeiro e desportivo, afigura-se como a única atitude realista nas actuais circunstâncias, 



publicado por António Castro às 23:15
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Mourinho regressa a "casa...

Benfica em dia de emoções...

Nem coração salva leão

Alvalade em momento decis...

Deslumbramento deu em gol...

Portugal ajusta contas

O desafio de Carlos Carva...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links