Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Terça-feira, 28 de Junho de 2011
Platini compensa saída de Madaíl

Gilberto Madaíl considerou-se injustiçado quando foi afastado do comité executivo em recentes eleições na UEFA e o respectivo presidente também lamentou o facto do presidente da FPF deixar de participar no organismo europeu.

Michel Platini e seus pares atenuaram agora a situação e, ao abrigo das competências de escolher elementos para diversos comités, nomearam-no como primeiro vice-presidente do Comité das Federações Nacionais, no biénio 2011/2013.
Surpresa surgiu da escolha de Luís Figo para o Comité do Futebol, sinónimo do prestígio do ex-internacional português, ainda ligado à estrutura directiva do Inter de Milão no sector das relações internacionais. Terá como companheiros no referido comité, além de outros, como Dejan Savicevic, Fernando Hierro, Demetrio Albertini, Matthias Sammer, Davor Suker e Grzegorz Lato.
Mais um nome a juntar a outros portugueses incluídos em diversos comité do organismo europeu, pelo que nem sempre será justo criticar Platini por atitudes e palavras menos agradáveis em relação a Portugal, como recentemente ocorreu depois da final da Liga Europa em Dublin, especialmente em relação ao FC Porto.

Tem dias...  



publicado por António Castro às 23:02
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010
No dia em que o futebol foi exemplo

Há dias, diríamos quase uma semana, assim. Situações fora do normal, próprias da vida mas nem por isso menos desagradáveis, conduzem a um estado de indisponibilidade mental para aquilo que considerámos há cerca de três anos um compromisso - escrever todos os dias como se estivesse no activo.

O engenho não será grande, os eventuais leitores deste cantinho na imensidão e qualidade dos blogues do Sapo talvez fiquem gratos pelo silêncio, mas tenho a obrigação de me desculpar por esta ausência. E mais: pela decisão de diariamente abordar os temas em foco durante este período, até ficar em dia com os acontecimentos, alguns bastante inconvenientes para a dignidade dos homens e das instituições.

 

 

Curiosamente, o primeiro dia da semana (segunda-feira, dia 25) começou bem. Diversos agentes do desporto-rei deram exemplo ao mundo: manifestação de solidariedade em tempo oportuno para minorar o sofrimento dos sobreviventes do terramoto no Haiti.

Ao Estádio da Luz, disponibilizado pelo Benfica para uma das primeiras acções da sua Fundação, cerca de 50 mil adeptos responderam positivamente à iniciativa, juntando-se a dezenas de velhas glórias do futebol internacional divididas por duas equipas - Benfica All Stars e Amigos de Zidane e Ronaldo (este representado por Kaká, devido a compromissos com o Corinthians).

Vedetas do futebol transportaram para o relvado imagens de um «filme» que misturou o passado com o presente, numa «realização» dos técnicos Van Gaal e Jorge Jesus. Alguns espectadores relembraram tempos antigos, outros ficaram a conhecer velhas glórias do futebol e aperceberam-se, por aquilo que ainda mostraram, da sua genialidade quando a barriga não pesava e as pernas obedeciam aos impulsos cerebrais.

Tudo foi revelado sobre o espectáculo, mas um facto teve significado especial. A atitude de Figo - um abraço sentido ao seu ídolo de infância, o «pequeno-grande» Chalana. A homenagem de um dos elementos da geração de ouro a um futebolista mais velho, com espectacular prestação no Europeu de 84, onde tivemos oportunidade de apreciar a consagração internacional de um português, transformado em ídolo de adeptos de várias nacionalidades. Chalana era merecedor de uma atitude como só Figo soube expressar.



publicado por António Castro às 23:48
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009
Exemplos para «operação» África do Sul

João Vieira Pinto, Pedro Pauleta e Luís Figo tiveram mais uma homenagem pública como futebolistas, com especial incidência ao serviço da selecção nacional.

O CNID - Associação dos Jornalistas do Desporto concedeu-lhes o Prémio Carreira, distinção já concedida em anos anteriores a Vítor Baía e Fernando Couto.

Curiosas as diferenças de percurso de elementos que marcaram uma época do futebol português, o primeiro e o último associados a um lote de companheiros que ficaram conhecidos pela «geração de ouro».

João Vieira Pinto foi um génio precoce lançado para a ribalta no Boavista (duas vezes), passagens pelo Benfica, Sporting e Braga e uma experiência pouco conseguida em Espanha.

Luís Figo deu um «pequeno passo« do Pastilhas para o Sporting e um «grande salto» para o estrangeiro (Espanha -Barcelona e Real Madrid - e Itália - Inter).

Pauleta começou na terra natal a representar o Santa Clara, Operário, Angrense e União Micaelense até entrar no Estoril Praia. Sem jogar no principal campeonato português encontrou a rampa de lançamento no Salamanca e no Deportivo da Corunha, onde foi campeão  de Espanha. A consagração do «Ciclone dos Açores» verificou-se no Bordéus e no Paris Saint- Germain.

Três personalidades distintas - como jogadores e como homens - juntaram-se na causa comum da selecção e contribuíram para a elevar a níveis impensáveis depois da era de Eusébio no Mundial de 66.

Que esta homenagem sirva para galvanizar os seus sucessores, em breve numa missão demasiado arriscada.

 

DISCURSO DIRECTO

«Têm de aprender a traduzir italiano. Perguntaram-me quem eu queria ver no Inter. Respondi que gostava de ver o Messi, pois é um jogador excepcional... Se houve comparações com outros jogadores não saíram da minha boca... O útimo melhor do mundo foi o Cristiano Ronaldo. O próximo melhor do mundo, penso eu, será o Messi» Luís Figo (08/10/09)

«Não será uma tragédia (ausência da África do Sul). Pode ser que os patrocinadores até aumentem... Portugal foi a melhor equipa do grupo» Gilberto Madaíl (08/10/09) 

 



publicado por António Castro às 02:55
link do post | comentar | favorito

Sábado, 16 de Maio de 2009
Festa portuguesa em Inglaterra e Itália

Manchester United empatou com o Arsenal, o mínimo resultado que permitia a conquista antecipada do título inglês, o terceiro consecutivo de Alex Ferguson. Com direito a festa estavam incluídos dois portugueses: Cristiano Ronaldo e Nani.

O Inter esperava ansiosamente por domingo para, frente ao Siena, alcançar a quarta vitória consecutiva (uma obtida na secretaria). O Milan, no entanto, encarregou-se de antecipar as comemorações, pois perdeu na deslocação ao campo da Udinese e deixou o caminho livre ao rival de Milão. O presidente Massimo Moratti, em tom irónico, declarou que se tornava desnecessário tantas "prendas", que contemplaram mais três portugueses: o treinador José Mourinho e Figo em pleno, e Quaresma, que em Janeiro foi emprestado aos ingleses do Chelsea. 

Em Espanha também há muito futebolistas de Portugal, mas as manifestações de alegria pela"dobradinha" do Barcelona (conquistara a meio da semana a Taça do Rei), também antecipada pela derrota do Real Madrid em casa do Villarreal, não contou com qualquer dos nossos compatriotas.

No somatório, contributo lusitano excelente em competitivas Ligas europeias. Pelo menos, que a selecção beneficie das experiências vividas em relvados estrangeiros.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Platini compensa saída de...

No dia em que o futebol f...

Exemplos para «operação» ...

Festa portuguesa em Ingla...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links