Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Terça-feira, 28 de Junho de 2011
Fernando Gomes faz "mexer" a Liga

A Liga, agora sobre a direcção de Fernando Gomes, continua a mexer. Na última reunião da assembleia foram dados passos na tentativa de credibilização do futebol e, se pertence aos clubes a decisão final, importa salientar que o actual direcção tem imprimido a dinâmica indispensável para proceder a alterações esquecidas pelos anteriores dirigentes.

A penalização, entre um a três jogos à porta fechada, para clubes cujos adeptos provoquem interrupções de jogo superiores a cinco minutos; castigar declarações sobre as equipas de arbitragem desde a sua nomeação até à hora do jogo com agravamento da pena cinco vezes superior; e testar, na próxima época, um sistema de avaliação misto dos árbitros, com recurso a meios audiovisuais, foram decisões que, independentemente dos resultados, indiciam que os responsáveis da Liga não se limitam à mera gestão dos campeonatos.

Haja alguém neste país que assuma na plenitude as missões para que foi escolhido.

 



publicado por António Castro às 18:03
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010
Justiça tardia provoca... injustiças

A contestação não pára. Conhecido o despacho da Comissão Disciplinar da Liga sobre as ocorrências no túnel de Braga, no final do confronto com o Benfica - no «longínquo» mês de Outubro - o presidente dos minhotos, António Salvador, disparou em vários sentidos, embora o alvo principal seja Ricardo Costa, presidente daquele organismo.

Quem desconhece o processo não poderá emitir uma opinião válida, mas existem aspectos que denunciam falta de transparência e, portanto, permitem dúvidas.

Desde logo, o tempo que durou a tomada de uma posição e a altura em que foi tornada pública permite especulações que a entidade decisória deveria evitar. Justiça atrasada é uma...injustiça.

Depois, é incompreensível que castigos de semelhante dimensão, a pressupor actos gravíssimos, não sejam relatados pelo árbitro e pelo delegado ao jogo. Se omitiram factos relevantes, deveriam dar explicações e serem públicas as suas explicações. Não parece normal que o responsável pela disciplina nos diversos sectores onde se movimentam os intervenientes do jogo não seja confrontado com as imagens da televisão, afinal os argumentos para aplicar os castigos, conjugados com depoimentos de alguns intervenientes dos eventuais incidentes.

Se este princípio é válido nestes casos, porque não se aplica aos foras-de-jogo ou aos penalties não assinalados ou mal analisados a visualização de imagens televisivas, com as respectivas consequências.

Com semelhante discrepância nos regulamentos, o futebol português não se livra de permanente polémica e comportamentos censuráveis de quem devia dar o exemplo. 



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008
Indisciplina sem tréguas na Inglaterra

Há anos, a referência ao futebol inglês estava de imediato associada a fair-play. Os praticantes e adeptos na Velha Albion orgulhavam-se da maneira como decorriam os jogos, dentro e fora dos relvados.

Passaram-se os tempos, mudaram-se as mentalidades, apareceram os hooligans, e a imagem foi-se esbatendo. Apesar de ainda existir no futebol britânico algo diferente, de sentido positivo, em relação a outras latitudes, a célebre expressão perdeu algum sentido.

A Federação inglesa, no entanto, não descura a luta contra a disciplina e em relativo espaço de tempo deu um - ou melhor, dois - exemplos de que não está disposta a abdicar dos velhos princípios básicos do fair-play.

Alex Ferguson discutiu com o árbitro do Manchester United-Hull City e, sem longos inquéritos e processos, foi castigado com dois jogos e uma multa equivalente a 11.800 euros. No Chelsea-Burnley, que ditou a eliminação da equipa de Scolari da Taça da Liga, Drogba, ao festejar um golo devolveu para a bancada uma moeda que fora atirada ao jogador nesse momento por adeptos do adversário. Conclusão: três jogos de suspensão e o goleador, após longa ausência por lesão, não defrontará o Newcastle, Arsenal e Bolton.

A polícia, entretanto, não descansa enquanto não identificar os autores da "brincadeira", para os impedir de assistir a jogos.

Como ainda são brandos os costumes dos dirigentes do futebol português!



publicado por António Castro às 07:30
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Fernando Gomes faz "mexer...

Justiça tardia provoca......

Indisciplina sem tréguas ...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links