Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014
Simeoni não dá tréguas a "colchoneros"

O treinador do Atlético de Madrid irritou-se com os seus jogadores no regresso dos internacionais das respectivas selecções. No treino em que juntou a maioria do plantel, incluindo participantes em equipas nacionais mais jovens, exigiu que se entregassem ao trabalho com mais empenho, de tal forma que as suas palavras foram perceptíveis pelos jornalistas que aguardavam no exterior do recinto pelo termo da sessão.

Diego Simeoni contestava o facto dos calendário das selecções não ser compatível com as exigências dos clubes. Alerta para o inconveniente da proliferação dos calendários nacionais e internacionais nos países mais evoluídos, com orçamentos elevados e, naturalmente, pressionados pela conquista de títulos.

Não tardará o dia em que o futebol mundial terá de rever processos. Riscos incomportáveis, de diferente natureza para jogadores e investidores, tornar-se-ão inevitáveis e perigosos.



publicado por António Castro às 23:20
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 1 de Outubro de 2013
FC Porto com duas faces

Assobios no Dragão. Uma primeira parte de grande intensidade do FC Porto que, praticamente nem deixou respirar o Atlético de Madrid. Uma das exibições mais conseguidas da equipa de Paulo Fonseca. Com poucos frutos: apenas um golo de Jackson na primeira quinzena de minutos.

Tudo se alterou depois do intervalo porque os colchoneros contiveram a avalancha portista e mostraram a razão porque tem tantas vitórias como os jogos disputados (7) na Liga espanhola.

Aconteceu o inesperado. Os comandados de Diego Simeone tomaram progressivamente conta das operações e saíram com uma vitória da Cidade Invicta.

O técnico portista viu assim o jogo: «É uma tremenda injustiça, pelo que fizemos na primeira parte e também pelo que fizemos na segunda parte. Sofremos dois golos de bola parada. Tivemos uma excelente primeira parte e na segunda o Atlético assumiu um bocadinho, mas penso que voltámos a estar em grande outra vez».

O responsável dos espanhóis considerou: «Custou-nos entrar no jogo, mas há um carácter, predisposição e estado de forma que permite aos jogadores enfrentar jogos complicados.»

As exigências da Liga dos Campeões não se comparam com as "facilidades" do campeonato português. Quem pretende esconder as realidades e entra em contradições (os três golos do desafio foram de bola parada) acabará por ter inesperados dissabores.



publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 31 de Agosto de 2012
Falcão devora Chelsea

A Europa do futebol ficou estarrecida. O inesperado campeão europeu Chelsea, que orientado pelo adjunto do português André Villas-Boas surpreendeu o Barcelona e o Bayern de Munique na final da principal prova europeia, foi goleado pelo Atlético de Madrid na Supertaça.

Não bastava este rotundo êxito dos colchoneros para tornar a noite inesquecível para os espanhóis. Também será para os colombianos, pois a sua estrela que dá pelo nome de Radamel Falcão - despontou para o futebol europeu nas fileiras do FC Porto - marcou os três primeiros golos do desafio na primeira parte e arrasou por completo a equipa orientada por Roberto di Matteo.

O instinto rematador de Falcão manifestou-se na plenitude no Mónaco, onde 24 horas antes se tinha finalmente consagrado Iniesta (Barcelona) como o melhor jogador a actuar na Europa na época passada, relegando para segundo plano Cristiano Ronaldo e o argentino Messi.

Falcão, por algumas horas, ofuscou aquelas vedetas mundiais ao igualar uma proeza do húngaro Puskas (Deal Madrid) na final da Taça dos Campeões de 1962 ganha pelo Benfica.

A continuar assim, não virá longe o tempo em que se tornará sério concorrente a prémios internacionais. Por agora, os adeptos do clube prestar-lhe-ão em delírio a merecida homenagem ao jogador e restantes companheiros na Fonte Neptuno, na capital de Espanha, ao cair da tarde de manhã.



publicado por António Castro às 22:54
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Dezembro de 2010
Pergunta do dia

Consideramos que os leitores de um blogue nem sempre estão interessados no tema abordado no post e, por isso, não emitem qualquer comentário. Para criar maior variedade de assuntos a analisar, iniciamos a «Pergunta do dia», dando mais oportunidades de estabelecer uma discussão - construtiva, naturalmente - neste espaço de opinião.

Seque-se a primeira questão escolhida e esperamos pela colaboração de todos os interessados em analisar os casos de momento do futebol, seja nacional ou internacional.

  

 

Como avalia o interesse do Atlético de Madrid em prescindir dos serviços de Simão Sabrosa?

 

 

 



publicado por António Castro às 09:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13 de Maio de 2010
«Flores» de Quique

O Atlético de Madrid festeja um título europeu passados 48 anos - aconteceu em 1962, frente à Fiorentina, na já extinta Taça das Taças.

Um avançado uruguaio chamado Diego Fórlan foi o herói da final da primeira edição da Liga Europa ao marcar dois golos, um aos 31 minutos e o decisivo a quatro minutos do final do prolongamento, ao qual foi necessário recorrer pelo empate (37 m) do inglês Davies, do Fulham.

O treinador Quique Flores, que não conseguiu imprimir aos colchoneros um comportamento regular na Liga espanhola - a equipa de Vicente Calderón está em 9.º lugar, a 49 pontos do líder Barcelona quando falta uma jornada para o termo da prova -, ainda pode conquistar outro título a nível interno, a Taça do Rei, no confronto com o Sevilha, em Nou Camp.

O português Simão Sabrosa, convocado para o Mundial da África do Sul, foi peça influente no conjunto madrileno ao longo da temporada e teve contributo decisivo para este título, embora surgisse menos inspirado nesta final de Hamburgo. E Tiago apenas não apareceu por ter actuado durante a época em jogos da UEFA com a camisola da Juventus.

Os espanhóis, disputaram nove jogos e averbaram cinco empates, três vitórias e uma derrota na última fase da competição. Em duas eliminatórias apenas conseguiram igualdades e o apuramento ficou a dever-se aos golos marcados fora. Com o Liverpool ganharam em Madrid (1-0) e perderam na Inglaterra (2-1), e mais uma vez valeu o tento obtido em Anfield Road (onde os encarnados saíram amplamente derrotados) para assegura a presença na final da Alemanha.

Quem diria que Quique Flores, com tarefa penosa na Luz, onde Jorge Jesus, uma época depois, conquistou com indiscutível mérito o título de campeão português, festejará hoje junto à Fonte Neptuno, em Madrid, como é tradicional entre os colchoneros, o êxito na nova Liga Europa.

O futebol tem destas ironias e os treinadores tão depressa são bestas como bestiais... 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 29 de Abril de 2010
Quique Flores melhora imagem

O treinador espanhol Quique Flores, despedido do Benfica no final da época passada, por «triste e má figura», já qualificou o Atlético de Madrid para duas finais: Liga Europa e Taça do Rei.

Na competição espanhola terá o Sevilha como adversário. Na prova europeia defrontará o Fulham, depois de afastar o Liverpool em Anfield Road, coisa que o Benfica não conseguiu há poucas semanas.

Depois da vitória tangencial (1-0) em Vicente Calderón, os colchoneros do ex-benfiquista Simão Sabrosa e do ex-portista Paulo Assunção (Tiago está impedido porque já efectuou jogos europeus pela Juventus nesta temporada) não evitaram o prolongamento, durante o qual sofreram mais um golo. Forlán, no entanto, acabou com as ilusões dos ingleses treinados por Rafa Benitez, graças a um tento que, em termos de apuramento, valeu por dois. Não se deve esquecer, no entanto, que Fernando Torres, o grande trunfo do Liverpool e principal responsável pela eliminação da equipa de Jorge Jesus, esteve ausente devido a uma operação, e é duvidosa a sua presença na selecção espanhola no Mundial.

Quique Flores poderá dar a volta por cima depois da estada em Portugal e tem possibilidades de compensar o descontentamento provocado pela irregularidade de exibições na Liga espanhola. Não bastará, no entanto, a caminhada vitoriosa nas duas provas, pois os adeptos exigem agora os respectivos troféus.

 

 



publicado por António Castro às 23:57
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Simeoni não dá tréguas a ...

FC Porto com duas faces

Falcão devora Chelsea

Pergunta do dia

«Flores» de Quique

Quique Flores melhora ima...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links