Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Domingo, 8 de Abril de 2012
Mourinho "acossado" pelos catalães

O empate do Real Madrid na visita do Valência, além de ter reduzido para quatro pontos a vantagem dos merengues sobre o Barcelona - há cerca de dois meses eram  10 - agitou os meios futebolísticos de Barcelona.

Além da satisfação de dirigentes, jogadores e adeptos, como é natural, a comunicação social da Catalunha aproveitou para "demonizar" o treinador português.

Acusado de fugir à habitual conferência de imprensa depois do jogo - o adjunto Karanka já fora o porta-voz na apresentação do embate de Santiago Berbabéu -, contam uma série de histórias. Desde antigas críticas de Di Stefano aos planos de contratação de Bosingwa (Chelsea) para a próxima época, às ligações com o empresário Jorge Mendes e ao desagrado do plantel, surge de tudo um pouco.

Mais fácil será o leitor apreciar dois artigos publicados no site do Mundo Deportivo. Elucidativo!



publicado por António Castro às 23:33
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Domingo, 6 de Março de 2011
Dois técnicos, mesmas críticas, um árbitro

«Quando se param contra-ataques e o critério disciplinar é diferente, ficamos limitados. Não define o jogo, mas desde cedo tivemos os nossos defesas condicionados. Tem de haver critério idêntico. Para parar um contra-ataque e depois não punir o adversário disciplinarmente, mais vale não parar o contra-ataque.»

 

José Couceiro sobre a arbitragem no Benfica-Sporting (Taça da Liga)

 

 

«Se juntarmos a isto [falha de marcação no golo de Falcão] a vertente disciplinar do cavalheiro Jorge Sousa, com cartões amarelos e vermelhos que do outro lado não mostrou, faz com que tudo tenha acontecido assim... É recorrente, já em Aveiro o senhor Jorge Sousa fez o mesmo, tal como contra a Académica. E agora não sossegou enquanto não o fez. É complicado que alguém ponha este cavalheiro nos jogos do Guimarães.»

 

Manuel Machado em análise à arbitragem do FCPorto-Vitória de Guimarães (I Liga)

 

 

Duas afirmações de conteúdo semelhante, proferidas com poucos dias de diferença (quarta-feira e sábado), por dois treinadores sobre a actuação do árbitro Jorge Sousa.

Desagradável coincidência, pelo que será conveniente alertar Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga. E mais não se diz...



publicado por António Castro às 01:35
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011
Psicólogos amadores

A derrota do FC Porto na Taça da Liga, a primeira da temporada em provas oficiais, deixou alguns jogadores e o treinador da Luz em alvoroço. A vantagem pontual dos dragões manteve-se inalterável na I Liga, mas o segundo classificado procura tirar dividendos da surpresa causada pelo Nacional.

Jorge de Jesus foi o primeiro a considerar o aumento de pressão sobre André Villas-Boas, e logo surgiram reacções de alguns portistas.

Agora, todos os dias, de um lado ou de outro, aparecem respostas. Percebe-se que benfiquistas e portistas procuram destabilizar-se, mas o espectáculo está a tornar-se autêntica farsa.

Evitem proferir lugares comuns e, além disso, este tipo de mind games está ultrapassado. 



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010
Paciência exclusiva para Domingos

Domingos estava quase a perder a paciência com o comportamento dos bracarenses neste início de campeonato, e já ambicionava conquistar o quinto lugar, quando na época passada esteve, até certa altura, em despique pelo título e conseguiu o apuramento para a fase eliminatória da Liga dos Campeões. 

O regresso de Mossoró, depois de longa ausência por lesão, contribuiu para o reencontro com as vitórias e concedeu mais confiança a quem trabalha no clube minhoto e alento redobrado aos indefectíveis adeptos.

Que seja o pinto de partida para viver alegrias de tempos recentes, mas convém ter a noção que não será fácil atingir o mesmo patamar, agora com a equipa empenhda em mais frentes, em especial a difícil prova europeia.

Carlos Queirós ganhou mais um round no combate com a FPF: o Tribunal Arbitral do Desporto levantou-lhe a suspensão de seis meses aplicada pelo ADop e o treinador poderá exercer livremente a profissão. Dentro de dois meses se saberá qual a análise que aquela entidade internacional fará do comportamento do técnico no estágio da Covilhã.

Começa a faltar a paciência, entretanto, para aquelas vozes que, mesmo sendo contrárias à contratação de Carlos Queirós, não perdem a oportunidade de zurzir em Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho, responsabilizando-os por todo este processo.

O curioso é que entre os críticos surgem ex-dirigentes que trabalharam com eles, «engoliram» situações idênticas - ou piores - e estiveram calados até rebentar o escândalo na comunicação social após a participação no Mundial da Coreia-Japão.

Nunca os vi, mas dizem que asas só têm os anjos...



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Julho de 2010
Cruyff ataca Barça e Holanda

Johan Cruyff não escondeu, há dias, a sua irritação por uma atitude do actual presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e voltou a ser caústico para a «sua» selecção da Holanda.

O anterior responsável catalão, Juan Laporta, tinha atribuída, ao terminar o mandato, a medalha de presidente honorário do Barcelona a Cruyff, figura mítica do clube como futebolista e treinador.

O  novo patrão, chegado ao poder, decidiu que semelhante decisão apenas seria válida após aprovação dos sócios em assembleia, por não estar prevista nos estatutos. O holandês deslocou-se no dia 1 deste mês aos serviços administrativos do clube e devolveu a medalha entregue por Laporta. Além disso, recusou atender diversos telefonemas do actual presidente, por desconhecer as razões e «considerar aquele assunto encerrado».

Agora, a ira de Crujff virou-se contra a selecção laranja, com duras críticas ao treinador e ao comportamento dos jogadores na final com a Espanha, e nos seus comentários não deixa de abordar a eliminação do Barcelona da Liga dos Campeões pelo Inter de José Mourinho.

Antes do início do Mundial, confessara que o coração estava com a Holanda e a razão do lado da Espanha. Na sequência destes incidentes, certamente o coração e a razão perderam os destinatários.

 

 

 



publicado por António Castro às 23:57
link do post | comentar | favorito

Domingo, 16 de Novembro de 2008
Jornalistas na mira do Benfica e Nacional

Aos eventuais leitores deste blogue, desde já as minhas desculpas. Comecei a utilizar esta maneira de comunicar apenas com o objectivo de transmitir opiniões, tal como qualquer outro blogger, mas chegou a altura de assumir uma posição sobre factos que ocorrem na área que foi a minha profissão, o jornalismo. Reformado mas exercendo a actividade como free-lancer, com a indispensável carteira profissional, torna-se impossível ficar indiferente a decisões que nos últimos dias estão relacionados com elementos da comunicação social.

Começou com o Benfica. Os seus dirigentes, descontentes com uma notícia da Lusa sobre os rendimentos dos administradores da SAD na época passada, resolveram, primeiro, impedir os jornalistas da agência de assistir ao útimo treino da equipa de futebol realizado num centro de estágio, algures no Seixal. A culminar a exaltante e corajosa decisão, proibiu a sua entrada no jogo da Luz com o Estrela da Amadora.

Na Madeira, região que já nos habituou, através do seu Governo Regional, às maiores diatribes dialécticas, surgiu outro ataque aos jornalistas, protagonizado  pelo presidente do Nacional. Num jantar de convívio clubístico, convidou os adeptos a serem mais "guerreiros" e  "hostis" para a comunicação social, defendendo que certos repórteres devem ser tratados "à bofetada".

Longe de defender um estatuto de impunidade para os jornalistas, limito-me a lembrar que todos os desmandos praticados por elementos da classe, como qualquer outro cidadão, têm um lugar próprio para ser analisados e julgados: os tribunais.

A semana teve outro episódio insólito, este no reino do Dragão. O treinador do Vitória de Guimarães, Manuel Cajuda, encontrou portas de acesso à sala de imprensa fechadas, e andou às voltas até encontrar os jornalistas. Será que esta foi a maneira que os responsáveis do FC Porto encontraram para se vingar da posição dos vimaranenses quando do caso da Liga dos Campeões? Simplesmente caricato.

Aberto este parêntesis - seria para rir se não fosse grave - voltemos à indignas atitudes do Benfica e Nacional, só explicáveis por saírem de mentes que ainda não assimilaram o princípio da liberdade de expressão próprio de uma democracia.

O silêncio da Federação e da Liga perante estas tropelias dos "patrões" da bola tornam cúmplices aqueles que podiam e deviam regulamentar certos comportamentos.

 



publicado por António Castro às 23:15
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Mourinho "acossado" pelos...

Dois técnicos, mesmas crí...

Psicólogos amadores

Paciência exclusiva para ...

Cruyff ataca Barça e Hola...

Jornalistas na mira do Be...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links