Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sábado, 26 de Outubro de 2013
Presença de "Sir" ajuda Manchester

Alex Fergusson continua a ser um talismã para o Manchester United. A gozar uma reforma dourada desde o fim da época transacta, de vez em quando assiste a um jogo em Old Trafford.

Aconteceu no encontro em que David Moyes tinha como adversário o Stoke City, teoricamente ao alcance dos red devils. Aconteceu, porém, o visitante marcar logo no início da partida (4 m).

Van Persie - quem havia de ser? - estabeleceu a igualdade, mas logo a seguir o anfitrião repôs a vantagem quase a finalizar a primeira parte.

Os assobios voltaram ouvir-se em Old Trafford e o técnico do United acabou por tentar o que parecia impossível ao chamar alguns suplentes depois do intervalo.

Nani deu lugar à jovem promessa Januzaj, e do banco também saltaram Valência e Chicharito.

O esperança voltou aos apoiantes do Manchester através de duas vedetas: Van Persie assistiu Rooney para novo empate e, a dez minutos do fim, o mexicano acabou com as veleidades do adversário.

O Machester United, mesmo com Sir Alex na bancada, é outra coisa. As suas energias positivas passam para o relvado.

Resta saber quanto tempo aguenta Davis Moyes a hostilidade dos adeptos, nada habituados a ver o clube tão longe da liderança do campeonato inglês.



publicado por António Castro às 22:36
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25 de Outubro de 2013
Assobios na Pedreira

A oitava jornada da I Liga abriu com uma surpresa. A Académica venceu em Braga com um golo ao quarto minuto, e aos comandados de Jesualdo Ferreira faltou engenho para alterar a situação nos restantes 86.

O ambiente em torno do treinador começa a ficar cinzento após uma derrota que não sucedia há 46 anos nas visitas dos estudantes ao clube minhoto. E os bracarenses sofreram a quarta derrota no campeonato, depois da visita ao Gil Vicente, na recepção ao Sporting e na deslocação ao Nacional.

No dia em que António Salvador apresentou a recandidatura à presidência, os adeptos da Pedreira não pouparam assobios aos jogadores, e em especial ao treinador, considerado há anos bestial.

Jesus Ferreira entende ser normal que os sócios estejam desagradados e explica: «Entrámos mal. Houve falta de concentração e de atenção. Na segunda parte, aí sim, entrámos bem, mas muitos lances que podiam dar golo não deram. Não é normal perder da forma como perdemos. Mais que criticar os jogadores é preciso apoiá-los. Já vimos esta equipa jogar bem melhor.»

A margem de manobra torna-se mais escassa para o "culpado do costume" em idênticas circunstâncias.



publicado por António Castro às 23:31
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Outubro de 2013
Nem uma vitória na Europa

Três derrotas (FC Porto na Liga dos Campeões; Guimarães e Paços de Ferreira na Liga Europa) e dois empates (Benfica (LC); Estoril (LE). Este o balanço dos portugueses na terceira jornada da fase de grupos das provas da UEFA.

Treze pontos foram desperdiçados e alguns milhares de euros ficaram na posse dos adversários.

Chuva, arbitragens, expulsões e penáltis não assinalados serviram para desculpar esta semana negra do futebol português.

Quase todos os responsáveis dos clubes, no entanto, não acreditam que a continuidade nas duas provas esteja em risco, e nem sequer admitem mudar de rumo. Se o Governo também pensa o mesmo da solução da crise através do aumento de impostos, não há razões para preocupações.

Menos pontos dos clubes e inferiores rendimentos dos cidadãos não comprometerão o futuro, segundo os teóricos.

Portugal está no melhor caminho para o descalabro em todos os sectores do País.



publicado por António Castro às 23:34
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013
Roberto dá prenda a Jorge Jesus

Jorge Jesus continua a ter momentos em que parece viver num mundo da fantasia. Afirmar que o Benfica esteve melhor na primeira parte do que o Olympiakos reflecte aquilo que desejava e não o que se passou no relvado. Até o treinador Michel, confessou: «Esperava um Benfica melhor.»

Na verdade, os gregos estiveram uns furos acima neste período, e o golo de Dominguez não contrariava o nível exibicional das duas equipas.

O encontro, depois do intervalo, esteve mais condicionado pela intensa chuva, dado que a bola ficava muitas vezes presa na água.

Com a progressiva melhoria das condições climatéricas, a velocidade transmitida aos lances - devido em especial à entrada de Rodrigo - e o empenho de todos os jogadores, a baliza grega sofreu maior pressão.

O guarda-redes Roberto cometeu um erro na saída a um canto, semelhante a tantos outros que se viram quando foi guarda-redes da Luz, e aconteceu o empate, resultado agradável para Jorge Jesus. «Era importante não perder».

Até parece que a vitória na Grécia está assegurada.

Se Jesus dá essa garantia...



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 22 de Outubro de 2013
Duplo azar: Herrera e Hulk

«Não estando contente com o resultado, acho que demos uma demonstração de grande solidariedade. Melhorámos em muitos aspectos do jogo, mesmo com dez. Só tenho de estar orgulhoso daquilo que os jogadores fizeram. Mesmo com dez, e dando o domínio do jogo ao adversário, conseguimos criar ocasiões para marcar. Só posso estar insatisfeito com o resultado, mas satisfeito com o que produzimos, com a entrega dos jogadores».

Paulo Fonseca tem razão ao considerar que o FC Porto, no confronto com o Zenit, teve uma das melhores prestações dos últimos tempos. Curiosamente, o resultado não correspondeu a essa subida de rendimento.

Os portistas ficaram reduzida a dez elementos, por expulsão de Herrera a partir do sexto minuto, e do outro lado estava um jogador que despontou no Dragão e dá pelo nome de Hulk.

A ausência de um elemento obrigou a redobrada atenção e esforço por parte dos companheiros, que viriam a acusar esse esforço. O brasileiro foi constante ameaça e só não venceu o duelo com o guarda-redes Helton. No entanto, participou no tento da vitória dos russos ao marcar um canto que levou a bola à cabeça de Kerzakov - saído do banco pouco antes - e decidiu a partida.

Acrescente-se que o Zenit, embora uma equipa de ataque, está formatada no sector recuado de molde a adormecer os adversários com frequentes passes, e só quando teve de enfrentar a velocidade e o improviso de Varela sentiu maiores dificuldades.

Uma jornada de conjugação negativa de factores para o FC Porto a complicar as contas finais do grupo da Liga dos Campeões, no qual tem como dominador absoluto o Atlético de Madrid.

A próxima deslocação a Sampetersburgo pode dar pistas sobre o futuro dos campeões nacionais a nível internacional.



publicado por António Castro às 23:44
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2013
Suécia está no papo...

Está feito. A selecção de Paulo Bento tem garantida a presença na fase final do Mundial do próximo ano.

Não estamos a brincar. Esta é a conclusão que se tira da análise a vários depoimentos de experts do nosso futebol que pululam nos jornais, nas rádios e televisões e nos sites.

Afastado o "papão" francês do play-off, são tudo facilidades, opinião que não partilho. Os suecos contam com um jogador imprevisível frente à baliza (Ibrahimovic), um lote de companheiros experientes e de classe, a apoiar prometedores jovens; a prestação da selecção portuguesa foi desoladora na qualificação e contam-se pelos dedos os bons momentos em dez jogos; por fim, recorremos à famosa frase do ex-portista João Pinto - «previsões só depois dos jogos» - que só pecou pela indevida utilização da primeira palavra.

Resta o recente histórico das duas selecções desfavoráveis aos suecos. Mas isso é passado, tal como a primeira vitória do Brasil no Mundial de 58, precisamente na final com a Suécia, em Estocolmo.

Compreendemos as palavras de Paulo Bento: «Serão dois jogos bastante complicados e equilibrados. É uma equipa que, apesar de ter um dos melhores avançados do mundo, vale pelo colectivo. A Suécia ficou em segundo num grupo que tinha um dos grandes candidatos à vitória nas grandes competições, caso da Alemanha. Mas nós, independentemente do adversário, competiremos com o objectivo de estar no Brasil.»

Erik Hamren, responsável técnico dos nórdicos, revelou um propósito: «Trata-se de fazer dois bons jogos. É como defrontar a Alemanha, não podemos fazer apenas uma boa metade. Temos que fazer duas, e em muito bom nível.»

Necessidade comum aos jogadores que tiverem a confiança de Paulo Bento em meados de Novembro.



publicado por António Castro às 21:10
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Outubro de 2013
Sporting acelera

Leonardo Jardim prometeu que o Sporting respeitaria o Alba, a actuar nos campeonatos distritais. Apesar proceder a algumas alterações na plantel não o descaracterizou, e o desfecho foi uma goleada das antigas (8-1), tanto mais que Montero estava lá e acrescentou três golos aos obtidos por Wilson Eduardo, Rojo,Capel, Vítor e Slimani.

Os leões continuam na prova, mas a grande festa em Alvalade pertenceu a Pesquina, pelo tento de honra da equipa de Albergaria.

A I Liga deixou de contar com dois clubes. As vítimas chamam-se Belenenses, que caiu perante a Académica no Restelo, na marcação de grandes penalidades (2-2 e 3-5), e Nacinal da Madeira, ao baquear perante o Santa Maria, do terceiro escalão, por um tento.

Um tomba-gigantes para desconforto do técnico Manuel Machado, que não optou por poupar  jogadores.

Aconteceu Taça... no Minho.



publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Outubro de 2013
Taça dos pequeninos

Trofense e Cinfães nunca pensaram que apenas sofreriam um golo dos credenciados adversários da terceira eliminatória da Taça de Portugal. O portista Varela foi o protagonista da vitória no Dragão; o benfiquista Ola Johan desferiu o remate decisivo no Estádio Municipal Prof. Cerveira Pinto.

Multiplicaram-se as estreias nos conjuntos do primeiro escalão. Habituais suplentes ou elementos das equipas B foram aproveitados por Paulo Fonseca e Jorge Jesus com dois objectivos: testar as promessas e dar descanso a quem esteve ao dispor de selecções, para acautelar os próximos compromissos na Liga dos Campeões.

Compete aos treinadores tomar estas decisões, mas a apelidada festa da Taça torna-se numa fantasia, tanto para adeptos como protagonistas das equipas mais fracas, pois esperam ver em acção e defrontar os nomes sonantes dos adversários.

Os responsáveis federativos devem ponderar neste problema e encontrar soluções para não desprestigiar a segunda prova do calendário nacional.

Nos tempos da defesa de fair-play em diversas vertentes - disciplinar e financeiro, nomeadamente -, incluir o competitivo só beneficiaria o futebol português.



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Outubro de 2013
Alvalade já fala a duas vozes

Bruno Carvalho, desde que foi eleito presidente do Sporting. tem demonstrado - além das manifestações no banco depois dos jogos - uma postura equilibrada e um discurso realista.

Razão para se ter estranhado que na recente visita à África do Sul, em convívio com os compatriotas sportinguistas, tenha revelado o propósito de ganhar todos os jogos, o campeonato, e as duas Taças do calendário - Portugal e Liga.

Leonardo Jardim não deixou passar em claro essas afirmações de um dirigente que sabe perfeitamente as limitações dos leões, tanto no aspecto financeiro como na reestruturação do plantel.

E tomou uma posição sobre o assunto antes do encontro com o Alba: «O Sporting tem um discurso único. Fico surpreendido por o presidente ter dito isso, porque ele a mim não me disse nada e, por isso, continuamos dentro do que organizámos e definimos no início da época.»

Leonardo Jardim não deixou da definir concretamente os objectivos: «A mensagem que passo aos jogadores é que as motivações não podem advir dos adversários, têm de ser intrínsecas. Têm de ser nossas por jogarmos no Sporting. É um jogo em que temos mais responsabilidades, porque somos muito favoritos e queremos apresentar um futebol de qualidade, vencer o jogo e passar a eliminatória. Nós, como a maioria das equipas, temos ambição de chegar ao Jamor.»

O presidente de Alvalade deve pensar bem antes de falar, caso contrário colocará em causa a coesão do grupo de trabalho. Leonardo Jardim já demonstrou não ser apologista de promessas cujo cumprimento é imprevisível, e só fala em «ambição» e não inclui o campeonato para esta época.



publicado por António Castro às 23:10
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2013
Árbitro profissional abre guerra

Arbitragem profissional até ao final do ano anunciado por Fernando Gomes, presidente da FPF, está a originar mais uma guerrilha entre dirigentes. As recentes declarações do presidente da Liga, cujo organismo tinha sob a sua alçada o sector do futebol profissional, entendeu agora criticar a decisão.

Vítor Pereira, que passou da Liga para a FPF com as mesmas funções (presidente da arbitragem), considera que Mário Figueiredo é «uma pessoa que umas vezes diz uma coisa e outras vezes o seu contrário», e acrescenta: «O senhor presidente da Liga disse, várias vezes, que era a favor da profissionalização, defendendo, inclusivamente, um número de árbitros que devia ser profissional, repetiu-o várias vezes, e agora veio dizer que, afinal, não está de acordo.»

Na opinião de Mário Figueiredo, agora «as nomeações são feitas às escondidas, em cima dos jogos, além de incompreensíveis por não serem nomeados os melhores árbitros para os jogos mais importantes», e acusa a arbitragem  de «ser gerida com o poder centralizado nas mãos de duas pessoas.»

Como era durante o período em que esteve integrado na Liga? Não acontecia a mesma situação?

Dado que não se vislumbra qualquer alteração em relação aos últimos tempos, afigura-se que as palavras do responsável da Liga revelam despeito pelo centro de decisão ter apenas mudado de cidade.



publicado por António Castro às 23:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Outubro de 2013
Guardiola "igual" a Mourinho

A convivência entre Pep Guardiola e José Mourinho nem sempre foi pacífica durante os três anos que o português treinou o Real Madrid. Além disso, a comunicação social espanhola sempre apresentou o técnico do Barcelona como o homem bom em todos os aspectos, incluindo na maneira como fazia a gestão do plantel catalão, ao contrário do que se dizia a certa altura com o exigente Mourinho.

Afinal, foi criado um mito com objectivos obscuros, a avaliar pelas afirmações do espanhol à revista do Bayern de Munique transcritas in A Bola, sem deixar de tecer elogios aos jogadores do clube alemão.

«Seremos melhores quando todos os jogadores estiverem disponíveis. Mas só lutaremos por títulos se cada um dos jogadores aceitar as minhas decisões. Se não aceitarem, teremos problemas. Sou muito amigo dos meus jogadores se eles aceitam o que digo. Apoio a quem aceita as minhas decisões, mas quem não me queira entender ficará na bancada muitas vezes.»

Pep Guardiola mostrou agora a verdadeira face, encoberta durante os anos em que esteve no Barça.



publicado por António Castro às 22:28
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 15 de Outubro de 2013
Selecção continua pálida

A mais fraca selecção do grupo e a expulsão do luxemburguês Aurélien quando se atingia o trigésimo minuto, em nada contribuiu para Portugal fazer uma grande exibição.

Paulo Bento procedeu a cinco alterações no conjunto que empatou com os israelitas - alguns regressos e estreia de Josué - e pouco melhorou, embora algumas unidades se movimentassem com superior vivacidade.

A braçadeira de capitão foi um estímulo para Nani (significativa a atitude de abraçar Paulo Bento depois de ter marcado o golo), bem mais inspirado do que na sexta-feira, tal como a entrada de Varela ofereceu outra alegria ao jogo.

João Moutinho foi, no entanto, o verdadeiro obreiro da vitória, com assistências, reveladoras da excelente visão de lances e da capacidade de improviso, para os tentos de Varela, Nani e Postiga.

O portista Josué teve uma estreia promissora, mas a selecção nem sempre manteve nível aceitável perante adversário com menos unidades, embora por vezes a mostrar certa evolução, pois alguns jogadores actuam no estrangeiro.

Paulo Bento, aliás, reconheceu a inesperada debilidade portuguesa, embora ainda esteja em luta pela presença no Brasil: «Não fomos a melhor equipa deste grupo. A melhor foi a que ficou em primeiro. Se acho que devíamos ter ficado em primeiro? Digo que sim. O valor da equipa e destes jogadores não está em causa. Portugal está no play-off porque há um responsável que não conseguiu que ficássemos em primeiro.»

De salientar que a Bósnia-Herzegovina conseguiu o apuramento directo, pelo que não discutirá mais uma vez a qualificação com os portugueses.

França, Suécia, Roménia ou a surpreendente Islândia podem agora ser o último obstáculo do confiante seleccionador nacional.



publicado por António Castro às 23:06
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Outubro de 2013
Lamentos de Dunga

«Futebol no Brasil é só resultado. Não interessa o trabalho, apenas os resultados. Não tem justo ou injusto. No Brasil é assim. Ganhou, serve. Não ganhou, não serve. Todos somos assim no futebol. A própria imprensa. É algo da cultura, vem da Roma antiga. Queremos ver sangue.»

Declarações de Dunga depois de ser despedido de treinador pelo Intermacional de Porto Alegre.

Só no Brasil? Não é um exclusivo. Nem do futebol nem da actual sociedade, sequiosa do sangue alheio.



publicado por António Castro às 23:15
link do post | comentar | favorito

Domingo, 13 de Outubro de 2013
Luís Neto sem papas na língua

«O normal seria que uma selecção forte, como Portugal, passasse em primeiro.»

Finalmente, alguém da selecção não encontrou desculpas para a medíocre equipa representativa de Portugal na qualificação europeia do Mundial de 2014.

Luís Neto, a actuar nos russos do Zenit e provável substituto, no jogo com o Luxemburgo, do castigado Pepe, não teve receio das palavras e disse aquilo que muitos apenas pensam.

Se Paulo Bento tem enfrentado contrariedades inesperadas nos últimos jogos, o apuramento começou a estar em dúvida desde o início da campanha de acesso ao Brasil.

Não se pode atribuir ao acaso a ingrata posição em que se encontra a selecção, e compete aos agentes ligados ao futebol nacional - dirigentes, treinadores e jogadores - uma reflexão sobre as causas da actual situação, além de assumirem as respectivas responsabilidades.



publicado por António Castro às 18:32
link do post | comentar | favorito

Sábado, 12 de Outubro de 2013
Chile não segura Falcão

Está encontrado o 14.º apurado para a fase final do  mundial 2014. A Colômbia recebia o Chile, aos 29 minutos estava em desvantagem de três golos e considerava-se pouco provável que se os anfitriões conseguisem evitar a derrota.

A reviravolta começou com tardiamente, pois o primeiro golo dos colombianos surgiu quase aos 20 minutos da segunda parte, por intermédio de Gutierrez. Depois apareceu o ex-avançado portista a equilibrar o resultado, não de lances de futebol corrido. Na marcação de duas grandes penalidades, em que também é exímio, garantiu à sua selecção a presença no Brasil.

Futebol é imprevisto e quem tem Falcão tem quase tudo.



publicado por António Castro às 18:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512