Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sexta-feira, 28 de Junho de 2013
Presidente da Liga sem apoios

O presidente de Liga voltou à carga com novo "embrulho" para as competições nacionais e mais uma vez a iniciativa foi parcialmente recusada. Decididamente, Manuel Figueiredo não mostra perfil nem carisma para convencer os presidentes dos clubes profissionais.

O alargamento da I Liga só passou por questões de solidariedade com o Boavista, e espera-se que só acontecerá quando tiver condições financeiras aceites pela UEFA. Se imperarem apenas as análises das entidades portuguesas, o regresso estará certo em 2014/15, a avaliar pelos malabarismos usados nos últimos tempos por alguns dirigentes de clubes.

Vetado o modelo imaginado por especialistas holandeses, tanto em fragmentar o escalão principal como em acabar com a Taça da Liga, restou a aprovação de uma II Liga disputada em duas Zonas - Norte e Sul - de 12 equipas cada, facto que poderá ocasionar alguma poupança em termos de deslocações e, eventualmente, maior competitividade.

Perdida foi a grande oportunidade de prestigiar a Taça da Liga e libertá-la da humilhação de ser a  prova de gestão de esforço dos clubes principais, com reflexos negativos na verdade desportiva e no capítulo financeiro. A UEFA, passado pouco tempo depois de criar a Liga Europa, optou por um modelo de fase de grupos a duas voltas, o que terá salvo a prova.

Manuel Figueiredo devia estar atento e, além disso, lutar para que o vencedor tivesse lugar na segunda competição europeia. Decisão que impunha ser realista e ter menos participantes na I Liga.

A megalomania nunca dá bom resultado, como bem se prova pelo estado do País.



publicado por António Castro às 18:57
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 26 de Junho de 2013
Uruguai assusta brasileiros

Numa exibição sem brilho, o Brasil foi praticamente “amordaçado” pelo seu carrasco do Mundial de 50.

Desta vez venceu, mas durante a maior parte do jogo não convenceu. O recuo da quase totalidade da equipa Celeste sempre que o adversário detinha a posse da bola e a tentativa de explorar as qualidades de contra-ataque do trio composto por Cavani, Luis Suaréz e Fórlan – este também especialista em marcar livres – foi responsável pelo eclipse dos anfitriões, que mostraram poucos atributos para ultrapassar essas contrariedades.

A lentidão imperou em todos os sectores da equipa de Scolari, Neymar não se sentiu bem com a vigilância de que foi alvo e raramente foi o desequilibrador por falta de espaço.

Essa tarefa coube a Julio Cesar ao defender uma grande penalidade marcada por Fórlan com o resultado ainda em branco, e à inspiração de Paulinho nos minutos finais.

Os resultados são, por vezes, enganadores, mas a vitória tangencial em Belo Horizonte reflecte um estado de espírito, mesmo que a exibição brasileira rondasse a mediocridade.

Luiz Felipe Scolari não escondeu o que se observou no relvado: «Penso que o importante foi notar que nós ainda temos algumas coisas para aprender, no sentido de jogarmos com mais qualidade. Ainda somos novos. Vamos ter que amadurecer um pouquinho. E nada melhor que um jogo destes para amadurecer.»

Nova demonstração da lucidez do “Sargentão”.



publicado por António Castro às 23:48
link do post | comentar | favorito

Domingo, 16 de Junho de 2013
Balotelli salva Itália

O renovado Maracanã serviu de palco ao duelo entre mexicanos e italianos no segundo jogo da Taça das Confederações, e o público sul americano teve oportunidade de apreciar as qualidade de um trintão (Pilro) e o faro para o golo de Balotelli (cerca de uma dezena de anos mais novo), os responsáveis pela vitória da Itália. O golo mexicano resultou de uma grande penalidade apontada por Hernández (o Chicharito do Manchester United).

As espectativas não foram goradas no que se refere ao espectáculo, com ligeira supremacia dos transalpinos, mais experientes, certeiros na movimentação das suas unidades e retirando o máximo dividendo de duas estrelas. Pilro, o organizador de jogo e eximío marcador de livres, e o expedito e irreverente Balotelli, sem falar no "eterno" guarda-redes Buffon.

Aos mexicanos segue-se o Japão, já apurado para o Mundial 2014, curiosamente treinado pelo Alberto Zaccheroni. Um duelo italiano no banco.



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito

Sábado, 15 de Junho de 2013
Brasil tranquilo com Japão

Neymar, o badalado futebolista que finalmente resolveu trocar o Santos pelo Barcelona, justificou a sua fama na abertura da Taça Confederações, em terras brasileiras. Aos dois minutos desferiu potente remate longe da área e deu a primeira alegria a Luiz Felipe Scolari, que nos recentes encontros particulares ainda não recordara na plenitude as exibições da selecção campeã do mundo no Japão (2002).

O "Sargentão" só voltaria a vibrar passados 45 minutos no Estádio Mané Garrincha de Brasília com o segundo tento de Paulinho e, já no tempo de descontos, com o derradeiro remate de Jô.

Os brasileiros não podem embandeirar em arco com a exibição, já que o golo prematuro de Neymar inibiu de certa maneira os japoneses. A sua vedeta do ataque Kagawa - jogador do Manchester United - acusou demasiado a desvantagem, tal como os companheiros, que raramente preocuparam os anfitriões, mais interessados em gerir o resultado do que em deslumbrar os 70 mil espectadores presentes no recinto com o nome de um lendário compatriota.

O favoritismo sempre concedido ao escrete, e atenurar a desilusão do Mundial de 50 - Uruguai foi campeão em terras cariocas - ainda precisa de confirmação nos próximos jogos.



publicado por António Castro às 23:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 14 de Junho de 2013
Mourinho na sombra de Pellegrini

Treinou clubes no Chile, onde nasceu, Colômbia, Argentina e, em 2004, apareceu na Europa, precisamente em Espanha. O trabalho de Manuel Pellegrini foi muito apreciado no Villarreal, onde permaneceu cinco temporadas. De tal forma que mereceu a atenção do Real Madrid, mas apenas permaneceu um ano sem grande sucesso, sendo substituído por José Mourinho.

Enquanto o português se manteve nos merengues, o chileno desenvolveu bom trabalho no Málaga, de tal forma que recebeu honroso convite de Inglaterra.

Se Mourinho "forçou" o regresso ao Chelsea, Pellegrini foi o escolhido pelos magnatas do Manchester City para suceder ao italiano Roberto Mancini (antecessor de José Mourinho no Inter de Milão) que, em quatro anos, conquistou uma Taça de Inglaterra (2011) e a Liga (2012), na cidade do mítico United, ainda treinado por Alex Fergusson.

O polémico português, nove anos mais novo que o calmo chileno, voltam a encontrar-se em campos opostos, e podem voltar a trocar piropos, em inglês ou castelhano.



publicado por António Castro às 20:30
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 13 de Junho de 2013
Cristiano mantém especulações

As notícias sobre a transferência de jogadores e mudança de treinadores, tanto em Portugal como no estrangeiro, são um enjoo. Começa pelo jogador divulgar o seu clube de eleição, poucas horas depois surge o empresário a enumerar vários pretendentes, por vezes sem omitir nomes, e, um pouco mais tarde, aparecem alguns desmentidos.

São às centenas os nomes em causa e o de Cristiano Ronaldo figura todos os dias na comunicação social. Desde Florentino Peréz a garantir que o português será uma dos marcos da história do clube, ao eventual interesse do Manchester United  recuperar o jogador, até ao "ressuscitado" Mónaco oferecer 100 milhões pelo passe da estrela do Real Madrid, multiplicam-se as notícias.

Cristiano Ronaldo resolveu colocar ponto final naquilo que, por enquanto, se apresentam como complicados jogos de bastidores, e veio a público negar, neste momento, negociações com o clube espanhol.

Declaração demasiado lacónica para evitar futuras especulações. Quanto tempo vai durar o tabu?



publicado por António Castro às 21:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 12 de Junho de 2013
Beira-Mar sem futuro

«Chegou o momento de tomar acções legais contra as pessoas que assinaram um acordo que sabiam que nunca poderia ser honrado.» Comunicação da administração da 32Group, empresa detida pelo accionista maioritária da SAD do Beira Mar, o iraniano Majid Pishyar, que ameaça pedir a devolução do capital investido, conforme se pode ler no site do clube.

Diversas são as razões apresentadas pelo magnata, sem qualquer explicação dos dirigentes do clube que, com a descida da equipa de futebol à II Liga, podem não ter capacidade para o manter em actividade.

A Liga Profissional, que continua a pugnar pelo aumento de clubes do campeonato nacional e a remodelação da segunda prova, não pode alhear-se deste caso e encontrar uma solução. Além disso, compete-lhe averiguar os acordos estabelecidos entre os dirigentes aveirenses e as entidades que pensam, naturalmente, em negócios lucrativos.

Não é apenas um clube que está em causa, pois a situação pode alastrar-se a todo o futebol português.



publicado por António Castro às 21:30
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 11 de Junho de 2013
Costinha aposta forte

No dia seguinte a Paulo Fonseca substituir oficialmente Vítor Pereira no Dragão, o Paços Ferreira revelou o nome que ocupará a vaga do treinador da equipa sensação da época ao garantir a última posição de acesso à próxima edição da Liga dos Campeões.

Os responsáveis do clube pacense, que têm desenvolvido uma gestão criteriosa, não se assustaram em escolher um treinador que não conseguiu salvar da despromoção um concorrente, e Costinha (Francisco José Rodrigues da Costa), depois de sair do Beira-Mar, aceitou um convite mais a norte.

O antigo internacional do FC Porto, que desenvolveu  funções no departamento de futebol na fase tempestuosa, e ainda não ultrapassada, de Alvalade, terá agora nova missão difícil, pois os dirigentes e alguns jogadores pacenses não resistiram ao assédio do mercado.

Novo repto para quem decidiu pela segunda vez pisar os relvados na qualidade de técnico principal, sem receio da primeira experiência não lhe ter deixado recordações agradáveis.

Costinha, apesar de algumas contrariedades, acredita nas suas capacidades. Sem perseverança nada se consegue.



publicado por António Castro às 20:30
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 10 de Junho de 2013
Cristiano quebra jejum na Suíça

O jogo da despedida da época com a Croácia em solo helvético tinha uma responsabilidade diferente do realizado sexta-feira com a Rússia, e por isso Paulo Bento corria o risco de dar um "passo atrás", em termos de confiança, depois da escassa mas importante vitória sobre os russos.

Afinal, eram infundados os receios sobre uma equipa que alinhou de início apenas com quatro titulares da Luz - Bruno Alves, Fábio Coentrão, João Moutinho e Cristiano Ronaldo. Vários factores contribuíram para novo desfecho positivo, embora resumido a um golo e, atendendo às circunstâncias, pode dizer-se que o teste foi positivo.

Começou por Cristiano Ronaldo ter quebrado um jejum de oito jogos ao marcar (36 m) o tento da vitória e de ter mais uma vez a barra como adversário; de alguns companheiros não acusarem a estreia na selecção e, naturalmente, dos croatas também aproveitarem o embate para avaliar alguns elementos menos experientes, entre os quais um jovem prometedor de 16 anos.

Depois do intervalo, as substituições de ambas as equipas alteraram ligeiramente a feição do jogo, assistindo-se a superior agressividade ofensiva da Croácia, tanto mais que a referência do ataque português (Cristiano Ronaldo) ficou no balneário. Teve, no entanto, digno substituto em Vieirinha, a confirmar o acerto da convocatória.

Paulo Bento saiu satisfeito de Genebra, em especial porque as suas escolhas corresponderam, quase em pleno, às expectativas.

Em Setembro inicia-se mais um ciclo decisivo, antecedido de novo "treino" com a Holanda. Um falhanço será a maior frustração do futebol português dos últimos anos, em especial pela ausência em terras onde se fala português.



publicado por António Castro às 22:35
link do post | comentar | favorito

Domingo, 9 de Junho de 2013
Paulo Bento prepara as"finais"

Na véspera do encontro particular com a Croácia, na Suíça, Paulo Bento falou ainda do confronto com a Rússia, e o distanciamento das emoções do jogo não alterou as suas conclusões.

«Fizemos um jogo com qualidade, sendo que quando tivemos de sofrer, soubemos sofrer. Raramente nos desequilibrámos, com excepção para uma jogada do Shirokov. Nos últimos oito minutos da primeira parte estivemos menos coordenados, mas o intervalo fez-nos bem e entrámos melhor na segunda parte.»

As diversas análises ao encontro não coincidem totalmente com esta visão, e pareceram mais realistas as avaliações feitas ao rendimento de Neto e Vieirinha, que actuaram nos lugares de Pepe (castigado) e Nani (distante da forma ideal devido a lesões).

«Tiveram um rendimento muito bom. Vieirinha já tinha jogado em Israel e no Azerbaijão e, quanto a Neto, não podemos esquecer o trajecto e compromissos de Pepe. Queremos ter cada vez mais soluções e, em alguns casos, despertar alguém que possa pensar ter um estatuto na equipa que não tem», considerou.

Palavras de incentivo à equipa e de aviso a alguns jogadores para os decisivos compromissos no caminho para chegar ao Brasil.



publicado por António Castro às 22:51
link do post | comentar | favorito

Sábado, 8 de Junho de 2013
Vítor Pereira "saiu" há meses

Pinto da Costa e Vítor Pereira mantiveram um tabu, com a duração de meses, sobre o futuro responsável dos dragões, e algumas semanas para se saber o destino do mal-amado treinador de muitos portistas e, pelos vistos, também de Pinto da Costa.

Agora que o Al Ahli contratou Vítor Pereira, mantém-se a incógnita sobre o substituto, pois o presidente do FC Porto, apesar de todas as notícias apontarem para o nome de Paulo Fonseca - salta do Paços Ferreira para o campeão -, fixou de quarta-feira como o dia DO (divulgação oficial).

A ideia que se retira desta dupla novela é que houve muito jogo de bastidores, à boa maneira de um dos intérpretes.



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512