Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009
FC Porto e Atlético de Madrid em tira-teimas

Jesualdo Ferreira persegue os primeiros pontos na segunda jornada da Liga dos Campeões, depois da derrota em Inglaterra, perante o Chelsea de Carlo Ancelotti.

O irregular Atlético de Madrid repetirá a presença do Dragão da época passada - eliminado nos oitavos-de-final -, desta feita na fase de grupos e com um ponto conquistado em Vicente Calderón no confronto com os cipriotas do Apoel.

Se este resultado deixou os colchoneros desiludidos, a participação na Liga espanhola revela-se tão ou mais desastrosa, com três pontos em cinco jogos (18.º lugar). O recente empate em Valência deu certo alento à equipa de Abel Resino, mas o FC Porto, apesar de ainda estar distante do rendimento da época transacta, apresenta argumentos que deverão mostrar-se difíceis de ultrapassar pelos visitantes da Cidade Invicta.

As surpresas no futebol são sempre de considerar, mas não se espera que aconteça nada de escandaloso no segundo dia da prova, semelhante ao empate do Inter em casa do Rubin Kasan ou da vitória da Fiorentina - apurada em jogo com o Sporting - sobre o Liverpool (2-0), clube em vias de ser vendido aos árabes.

 

DISCURSO DIRECTO

«Este é o melhor momento para jogar com o Atlético de Madrid, equipa histórica do futebol espanhol que participa na Champions por mérito... É um jogo importante, mas nada decisivo» Jesualdo Ferreira (29/09/09)

«Há uma coisa que está muito clara. Pode jogar-se muito bem, mas se não ganhar, as coisas ficarão pior. Vamos procurar a vitória com afinco. Reforçar-nos-ia a todos como equipa» Abel Resino (29/09/09)

«Pelas circunstâncias do jogo é um ponto ganho. Tínhamos traçado uma estratégia , mas dada a maneira como correu a partida podíamos ter perdido» José Mourinho (29/09/09)



publicado por António Castro às 02:15
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 29 de Setembro de 2009
Está tudo louco

A confusão reina no futebol. Dirigentes, treinadores, jogadores, adeptos, comentaristas de ocasião, jornalistas, associados de clubes ou simples adeptos emitem opiniões muito diferentes, até antagónicas, qualquer que seja o tema.  

Até aqui nada de especial, pois nem todos podem - e devem - pensar da mesma maneira. Grave é encontrar na maioria das declarações um propósito de apenas defender a sua dama e não de contribuir para a compreensão do caminho mais correcto a seguir. De lamentar, além disso, a maneira como se emitem as críticas, por vezes a roçar falta de educação e, pior do que isso, a injúria.

Acresce a esta maneira de analisar as situações, os insultos que saltam das bancadas, sejam dirigidas a jogadores ou treinadores, estes as primeiras vítimas de um mundo que prima por comportamentos conturbados.

Será que o ser humano não tem capacidade para agir mais serena e construtivamente? A avaliar por este panorama, está tudo louco... 

   

DISCURSO DIRECTO

«Nunca senti o mínimo de pressão, nem contestação por parte dos adeptos, a não ser a natural insatisfação no final dos jogos perdidos» Carlos Carvalhal (28/09/09)

«Algumas das faltas provocam arrepios na nossa espinha» Michel DHoghe - chefe do departamento médico da FIFA (28/09/09)



publicado por António Castro às 00:30
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009
Sporting acordou tarde

A SAD do Sporting acabou por tomar uma posição pública a criticar as opções do presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, acusando-o de «acintosamente provocar clubes» e várias vezes ter «prejudicado o Sporting».

O presidente José Eduardo Bettencourt  recusou tecer comentários quando foi divulgada a nomeação para o FC Porto-Sporting, ao contrário de alguns colegas do seu elenco directivo, mas depois do espectáculo oferecido pelo árbitro deverá estar arrependido, pois de nada valeu cultivar os bons costumes.

Se não defendemos qualquer manifestação de protesto público, de maneira a não precipitar os acontecimentos, admitimos que os responsáveis do Sporting deveriam de imediato ter reagido: demonstrar, com argumentos, o descontentamento a Vítor Pereira.

Daria agora margem de manobra para outras acções, inclusive pedir a sua demissão por ignorar possíveis consequências negativas da sua decisão. E seria uma maneira de o alertar para o facto de que é o actual mentor da arbitragem, mas não o dono.

 

DISCURSO DIRECTO

«Vítor Pereira usa as nomeações para acintosamente provocar clubes. Tem tomado decisões que manifestamente têm prejudicado o Sporting» Comunicado da SAD leonina (27/09/09)

Sentimo-nos felizes, é sinal que a equipa está a ajudar os jogadores mais criativos, mas, por outro lado, não gostámos porque é mais um jogador que sai. Aimar é um futebolista com o qual temos tido muito cuidado e espero que esta chamada à selecção argentina não o possa prejudicar» Jorge Jesus (27/09/09)

«Os adeptos, às vezes, conseguem ajudar e galvanizar, mas aqui (Guimarães) e em qualquer parte do mundo, o futebol é jogado de dentro para fora, e comigo será sempre assim» Nelo Vingada (27/09/09)



publicado por António Castro às 20:05
link do post | comentar | favorito

Domingo, 27 de Setembro de 2009
Parabéns, Vítor Pereira! Tudo normal...

O presidente da Comissão da Arbitragem da Liga já deve ter percebido porque se levantaram tantas vozes, incluindo de figuras portistas, contra a nomeação do árbitro Duarte Gomes para a visita do Sporting ao Dragão.

Não estavam em causa os conhecimentos técnicos nem qualquer suspeição de deliberadas decisões menos acertadas por estar a decorrer um recurso apresentado pelo do clube de Alvalade por incidentes num encontro da época passada.

Constrangimentos de ordem psicológica que conduzissem a prejudicar qualquer das equipas era apenas o receio dos observadores bem intencionados e que defendem um futebol cada vez mais transparente.

Dez cartões amarelos (quatro mostrado aos portistas e seis dirigidos aos leões - destes, em dois casos valeram a expulsão) não é inédito senhor Vítor Pereira, mas também não é normal.

O árbitro pedir de imediato desculpa a um jogador por lhe ter  mostrado um cartão amarelo é uma atitude elegante senhor Vítor Pereira, mas não devia ser possível acontecer quando pode ter consequências mais gravosas algum tempo depois.

Só por isto conclui-se que esta não era uma nomeação igual às outras, senhor Vítor Pereira. Mas quando o futebolista do FC Porto Raul Meireles afirma que «o Sporting deve ter alguma coisa contra o árbitro», como se fosse um desconhecedor dos meandros do nosso futebol, concluiu-se com facilidade que os «critérios definidos e decididos» têm lacunas.

 

DISCURSO DIRECTO

«Acho justa a vitória, tendo em conta que tivemos um penalty que desperdiçámos, mais remates, mais posse de bola e menos faltas de jogo que o Sporting... Os jogadores foram capazes de ultrapassar uma semana que não foi fácil» Jesualdo Ferreira (26/09/09)

«Fomos muito fortes, tivemos uma atitude e uma disponibilidade muito fortes para não sair do jogo.Volto a dizer: se o resultado fosse um empate, penso que não seria injusto» Paulo Bento (26/09/09)

Depois do primeiro amarelo, o árbitro pediu-me desculpa um segundo depois de o ter mostrado. Já vi jogadores serem penalizados depois dos jogos, portanto acho que devia ser despenalizado» Miguel Veloso (26/09/09)

 



publicado por António Castro às 02:56
link do post | comentar | favorito

Sábado, 26 de Setembro de 2009
Braga faz «sofrer» candidatos

Portistas e leões entrarão no Dragão com uma certeza. Qualquer que seja o resultado do mais mediático encontro da sexta jornada, o surpreendente Sporting de Braga continua com uma trajectória «imaculada».

Os futebolistas comandados por Domingos Paciência foram defender a invencibilidade a Olhão e, ao minuto 90+4, o futebolista Alan voltou a ser o protagonista final de mais uma vitória, tal como já acontecera frente ao FC Porto.

A caminhada dos minhotos está a adiar os planos dos habituais candidatos ao título, já que nenhum deles admite que os bracarenses tenham estofo para discutir um lugar que ao fim de tantos anos só teve dois ocupantes menos previsíveis - Belenenses e Boavista.

Razão que explicará o protagonismo atribuído ao FC Porto-Sporting que o treinador de Alvalade considera não ser decisivo no que respeita ao futuro campeão, apenas depois de meia dúzia de jogos.

Na verdade, a curiosidade desta altura centra-se em saber se Jesualdo Ferreira dispõe este ano de um conjunto ao nível dos anteriores e, por outro lado, se Paulo Bento consegue manter o ritmo mais recente, já que ultrapassar a barreira do segundo lugar ainda não parece ao seu alcance. É que Jorge de Jesus vai de vento em popa...   

 

DISCURSO DIRECTO

«O importante é o Sporting estar bem ao longo dos 90 minutos, com coesão... Vamos à procura dos três pontos... Importa não dar vantagem ao FC Porto, que tem muita qualidade nas transições ofensivas e é coeso no posicionamentos ofensivo» Paulo Bento (25/09/09)

«O Sporting continua a ser uma equipa forte e adversário difícil para qualquer equipa. Teve apenas um mau começo de época que originou um caudal de críticas e pressão. Para nós, o que está para trás não nos condiciona. Neste momento, o Sporting é uma equipa com qualidade» Jesualdo Ferreira (24/09/09)



publicado por António Castro às 00:40
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009
Espanha pretende conquistar a China

Reconhecer que o futebol contaminou quase todo o mundo não será nenhuma descoberta. Fenómeno facilitado, aliás, pela globalização. No entanto, aquilo que seria impensável há alguns anos é actual preocupação de alguns clubes: penetrar em países que nada tem a ver com a sua origem.

Surge em Espanha um alerta sobre este tema do director-geral da respectiva Liga. Francisco Roca defendeu que os principais jogos na país vizinho deveriam voltar a horários antigos, isto é, cerca das 15 horas (menos uma em Portugal), para rivalizar com as transmissões televisivas da Premiership na... China.

Opinião que tem o apoio da antiga vedeta do Real Madrid, Emilio Butragueño, agora responsável pelas relações internacionais dos merengues e que explica os desejos do presidente Florentino Perez ao referir a meta de 1,8 milhões de adeptos espalhados por todo o planeta.

Compreende-se não ser o maior ou menor número de simpatizantes o principal motivo destes expedientes, mas os negócios gerados pela divulgação da «mercadoria» ao dispor dos clubes, inclusivé a imagem dos futebolistas e produtos afins.

 

DISCURSO DIRECTO

«Não tenho nada a ver com isso (nomeação do árbitro Duarte Gomes para o FC Porto-Sporting). Não tenho responsabilidades nessa matéria  e tenho de confiar em quem tem essas responsabilidades» José Eduardo Bettencourt (24/09/09)

«Jamais vamos assumir que o Braga é candidato ao título. Há equipas que investiram para ser campeões e os objectivos da nossa equipa são os mesmos que definimos no princípio da época» Domingos Paciência (24/09/09)



publicado por António Castro às 00:50
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009
Futebol mundial em marcha lenta

O acaso, numa passagem por antigos jornais, recordou-me uma deslocação a Barcelona  em Fevereiro de 2002 para assistir ao encontro particular entre a Espanha e Portugal. Frente-a-frente os treinadores António Oliveira e José Antonio Camacho, que preparavam o Mundial da Coreia /Japão. Em Montjuic, o Estádio Olímpico  foi cenário de um jogo com dois golos (Jorge Costa e Morientes) e constantes assobios sempre que Figo tinha a bola, devido à saída do Barça para o Real Madrid.

Não foram as incidências dos jogo, no entanto, aquilo que leva a relembrar essa deslocação em serviço do Diário e Notícias. Paralelamente e durante vários dias decorreu um certame denominado Planet Futbol na FIRA da capital da Catalunha.

Uma feira que apresentava como «jóia» o troféu do Mundial e onde se instalaram cerca de 150 stands - clubes, firmas de roupa desportiva, meios de comunicação social e já a apresentação das apostas desportivas pela Internet. No vasto recinto de 40 mil metros quadrados realizaram-se convívios entre e jovens e futebolistas famosos, além de reuniões dos principais clubes europeus (G-14).

Repare-se, então, nos principais assuntos referidos nos debates: «Em Itália, os clubes vendem os seus melhores jogadores para pagar aos outros» (Adriano Galliani (director-geral e vice-presidente do Milan); "Há que dizer não a transferências e salários tão altos. Quero dormir tranquilo» (Uli Hoeness, manager do Bayern); «No futebol actual devem pagar todos os que o desfrutam e beneficiam dele» (Joan Gaspart, presidente do Barcelona); «Apostar na cantera (jovens) será determinante no futebol dos próximos anos» e «Comercializar a marca do clube é algo imprescindível» (Jorge Valdano, então director desportivo do Real Madrid).

Estas frase foram proferidas há mais de sete anos e as principais ideias ainda continuam metidas na gaveta das instâncias do futebol mundial, cujos representantes, no entanto, abordam com frequência e apontam necessidade de as implementar.

Os diversos interesses, segundo parece, constituem um travão para passar das velhas sugestões, pelos visto pertinentes, à acção. Por mais quantos anos?

 

DISCURSO DIRECTO

«Para nós é uma nomeação (árbitro Duarte Gomes no FC Porto-Sporting) igual às outras, dentro dos parâmetros e dos critérios definidos e decididos, não há nada a comentar. Para nós é tudo normal» Vítor Pereira (23/09/09)

«Estou muito feliz com a vitória e com o facto de estar a conseguir marcar golos (de novo logo nos primeiros minutos do jogo com o Villarreal)... Os jogadores têm de estar preparados para qualquer sistema» Cristiano Ronaldo (23/09/09) 



publicado por António Castro às 03:52
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 23 de Setembro de 2009
Atirar achas para a fogueira

A escolha de Duarte Gomes para dirigir o jogo mais importante da próxima jornada está a causar certa preocupação nas hostes do Sporting. O árbitro e Ricardo Gomes, preparador físico dos leões, foram protagonistas, há meses, de uma cena num jogo da época passada, que não resultou em qualquer sanção para ambas as partes.

Se o desentendimento foi uma realidade, embora o organismo da Liga que superintende na parte disciplinar tivesse entendido (com certa surpresa) «esquecer» o assunto, não parece sensato que os responsáveis pelas nomeações tenham ignorado o incidente.

Dias Ferreira, presidente da assembleia geral do clube de Alvalade foi o primeiro a revelar  surpresa, que será comum a quem defende serenidade no futebol, e não se vislumbram vantagens em tão próximo reencontro, para qualquer dos visados.

 

DISCURSO DIRECTO

«Mourinho tem a sua personalidade, ou se ama ou se odeia. Seguramente será sempre notícia, isso não mudará, faz parte da sua vida e a de todos os treinadores vencedores. Ele diz o que pensa, o que sente, por isso é notícia» Esteban Cambiasso (médio argentino do Inter) - 22/09/09

«É impressionante como se vive o futebol em Portugal. Faz-me lembrar a Argentina... É obrigatório haver boa condição física, pois não há muitos espaços» Javier Saviola (entrevista diário Olé) - 22/09/09

 



publicado por António Castro às 02:25
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 22 de Setembro de 2009
Basta de masoquismo!

Os jogadores de Alvalade gostam de ganhar com sofrimento. Também podem estar convencidos que os opositores entram em campo dispostos a prestar vassalagem a um adversário vestido de verde e branco e que há anos andou na ribalta do futebol português.

Em qualquer dos casos estão muito enganados os comandados de Paulo Bento, e com esta mentalidade mais tarde ou mais cedo - porventura mais cedo - andam a carpir mágoas por estarem de novo a lutar por lugares piores dos que conseguiram nos últimos anos.

Além do mais, poupem Paulo Bento de, no início de todas as conferências de imprensa, repetir a mesma frase: "Entrámos mal no jogo..."

Depois dos holandeses do Heerenveen foi o Olhanense. Talvez pior no fecho da quinta jornada da Liga portuguesa do que na estreia da fase de grupos da prova europeia. Os algarvios de Jorge Costa chegaram cedo à vantagem de dois golos e os adeptos (?) do clube da casa iniciaram o coro de assobios. Os leões, no entanto, começam a ter experiência destas situações e, independentemente de eventual lapso do árbitro, deixaram parte do público mais tranquilo. Saíram para o (i)merecido descanso com o jogo empatado.

Seguiram-se quase outros tantos minutos de intranquilidade até que Vukcevic aproveitou a bola vinda de um toque de cabeça de Liedson para fuzilar as redes, em desespero de causa. E, ao contrário do que acontece habitualmente, a raiva não toldou o raciocínio e foi colocado ponto final no assunto.

Não se iludam Paulo Bento e os dirigentes leoninos. Passou este mau bocado, mas tudo aponta para que se repita, em breve, com resultados mais funestos. Chegou a hora de pensar na mudança de rumo ou torna-se dispensável a presença do técnico perante os jornalistas. Basta enviar uma gravação das suas palavras em CD...

 

DISCURSO DIRECTO

«Houve uma troca de penalties. Tivemos mais oportunidades do que o Olhanense na segunda parte. Valeu-nos a crença, o esforço dos jogadores, e acabamos por ter um prémio, na parte final, de forma justa» Paulo Bento (20/09/09)

«Não era penalty. Gostaria que no final dos jogos os árbitros pudessem falar. Os meus jogadores trabalham tanto ou mais que os outros. Somos uma equipa pequena mas com honra» Jorge Costa (21/09/09)



publicado por António Castro às 02:50
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
Jorge Jesus passa novo teste

A derrota dos portistas em Braga foi aproveitada pelo Benfica e corresponde à vantagem de três pontos  sobre o rival. A equipa da Luz, apesar de se mostrar fiel ao estilo de jogo imposto por Jorge de Jesus, sentiu maiores dificuldades do que o habitual na visita ao estádio leiriense, onde se registou a maior enchente de sempre em desafios nacionais (22.276 espectadores).

A estratégia montada por Manuel Fernandes nem sempre permitiu que os jogadores da Luz se movimentação com a facilidade já vista noutros confrontos, embora sem nunca perder o domínio das operações.

Se o belo golo prematuro de Saviola transmitiu certa tranquilidade aos lisboetas, a infelicidade de David Luiz ao marcar na própria baliza terá constituído um tónico para os anfitriões e igualou, em certa medida, o estado psicológico dos dois contendores.

De lamentar que fosse um penalty - bem ou mal assinalado - a dar vantagem aos lisboetas, pois mereceram os louros da vitória, tal como aos futebolistas de Leiria não se podem regatear elogios pela resistência oferecida a um adversário potencialmente mais forte com uma atitude construtiva e ambiciosa, enfim, personalizada.

Quando falta um jogo dos «velhos tempos» (Sporting-Olhanense) para se concluir a jornada, assinalem-se as estreias a ganhar do Setúbal, agora com com o «vitoriano» Quim no comando da equipa, e a do Nacional sobre os vizinhos do Marítimo. 

 

DISCURSO DIRECTO

«A equipa está com uma crença enorme, guerreira, além da qualidade técnica. É com este espírito que se fazem os campeões» Jorge Jesus (20/09/09)

«O Benfica demonstra o que está a ser neste início de época. Equipa bem orientada e com grande dinâmica... Os jogadores do Leiria, no entanto, mereciam um empate» Manuel Fernandes (20/09/09)



publicado por António Castro às 01:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 20 de Setembro de 2009
Braga em festa à custa dos portistas

O Sporting de Braga continua a ser a vedeta da Liga. Cinco jogos, outras tantas vitórias, e pelo caminho já ficaram Sporting e FC Porto.

Domingos Paciência começou mal a temporada ao serviço dos minhotos, e a dupla derrota com o Elfsborg, nos jogos da pré-eliminatória da Liga Europa, colocou dúvidas em alguns espíritos sobre o acerto da sua escolha para substituir Jorge Jesus.

Muita coisa acontecerá nos próximos meses, mas esta vitória sobre um FC Porto necessitado de rectificar o resultado - não a exibição - com o Chelsea, revela que o ex-avançado das Antas tem possibilidades de singrar na nova função, como já se provara na Académica.

O FC Porto, reconheça-se, foi muito diferente do habitual, distante do comportamento em Stamford Bridge na terça-feira. Acidente de percurso ou consequência da remodelação operada durante o defeso? Reflexões que compete aos responsáveis dos dragões.

A curiosidade agora reside nos restantes encontros da ronda e em saber quem aproveitará este deslize dos portistas.  

 

DISCURSO DIRECTO

«Foi uma vitória justa no sentido que fizemos um golo... A sorte também se procura e o trabalho dos jogadores foi excelente» Domingos Paciência (19/09/09)

«Conheço o Helton, ia fazer um cruzamento tenso, mas tive sorte, a bola desviou no defesa e enganei-o» Alan (19/09(09)

«O FC Porto foi uma equipa intranquila, esteve ausente durante toda a partida e a exibição deixou-me incomodado e até com alguma vergonha» Jesualdo Ferreira (19/09/09)



publicado por António Castro às 02:20
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Setembro de 2009
Ataque à liderança bracarense

Após um aperitivo que permitiu ao Leixões conquistar a primeira vitória em quatro jogos - o melhor que José Mota conseguira foram dois empates - na visita do Guimarães de Nelo Vingada, o derby entre o Sporting de Braga e o FC Porto, desde há anos rodeado de muita paixão e alguns excessos dos adeptos, constitui o prato forte do último dia da semana.

Além dos habituais ingredientes, Jesualdo Ferreira persegue o ataque à liderança  do campeonato, após o desaire com o Chelsea na Liga dos Campeões, e o ex-jogador portista Domingos Paciência, transformado em promissor treinador, pretende manter um ciclo totalmente vitorioso, inesperado até para os analistas mais audaciosos

Na expectativa está o Benfica, com credenciais renovadas, e mais remotamente o Sporting, distante três pontos dos três rivais.

O rendimento dos portistas em Inglaterra deixou algumas promessas de rápido regresso ao passado. A postura dos bracarenses nesta época, na sequência do tempo de Jorge Jesus, terá um teste importante e definirá o futuro.

 

DISCURSO DIRECTO

«O que está para trás (Chelsea) condiciona sempre o que está à frente, mas também sabemos todo o aproveitamento que podemos fazer de tudo o que está para trás» Jesualdo Ferreira (18/09/09)

«Não vamos mudar a nossa identidade. Vamos defrontar o FC Porto da mesma forma como temos feito em todos os jogos, respeitando só no sentido de se tratar do campeão e sabermos que quer recuperar a liderança» Domingos Paciência (18/09/09)

«É mau para o ciclismo, é mau para mim e é mau para toda a gente, mas tenho de esperar para ver o que isto vai dar. Não me quero alargar muito» Nuno Ribeiro - vencedor da Volta a Portugal acusado de doping (18/09/09)



publicado por António Castro às 01:30
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Setembro de 2009
Poupança, sofrimento e dignidade

O balanço da jornada inaugural da fase de grupos da Liga Europa, no que que respeita aos clubes portugueses, correspondeu às expectativas, embora houvesse surpresas na maneira como se desenrolaram os acontecimentos.
Jorge de Jesus resolveu estrear alguns jogadores com dois objectivos: observá-los em competição e gerir o esforço dos mais solicitado nos últimos tempos. É por demais evidente que Nuno Gomes tem um papel especial nesta equipa de Jorge Jesus. Não passa pela plena titularidade, mas constituiu uma referência para os companheiros que o técnico não dispensa. Curiosamente, foi o capitão a abrir o caminho de uma vitória menos empolgante do que as últimas, mas suficiente para os objectivos imediatos.

Do Sporting todos esperavam, talvez com demasiado optimismo, uma passagem tranquila pelo relvado Heerenveen e a realidade foi muito diferente. Paulo Bento está a sentir dificuldades em construir uma equipa, pelo menos ao nível do que aconteceu nos últimos anos e, logicamente, dar o salto em frente. Os jogadores de Alvalade não evoluem com o passar dos jogos, com reflexos no rendimento da equipa. Não cederam os primeiros pontos na Holanda porque Liedson resolve... Nem sempre, contudo, a sorte atinge semelhantes proporções. 

O Nacional ultrapassou aquilo que se esperava de um confronto com o forte representante do futebol alemão. Cedeu dois golos ao Werder Bremen, mas os seus jogadores demonstraram força psicológica para chegar ao empate. Só que o adversário tem um avançado peruano chamado Pizarro que não enjeita qualquer oportunidade de marcar. Os madeirenses não eram obrigados a mais, atendendo à desproporção de argumentos.    

 

  

 

 



publicado por António Castro às 01:30
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009
Clubes tentam apostar na Liga Europa

Três equipas portuguesas estreiam-se na fase de grupos da Liga Europa. Benfica e Nacional foram os sobreviventes das sucessivas eliminatórias, enquanto o Sporting surge repescado do apuramento para a Liga dos Campeões. Pelo caminho já ficaram Paços de Ferreira e Sporting de Braga.

Os bielorussos do BATE Borisov apresentam-se na Luz; os alemães do Werder Bremen, onde actua Hugo Almeida, deslocam-se à Madeira para defrontar o Nacional; o Sporting viajou até à Holanda e medirá forças com o Heerenveen.

Jorge Jesus, Manuel Machado e Paulo Bento, com maiores ou menores cautelas, assumem que as respectivas equipas têm condições para ganhar, embora o responsável técnico dos funchalenses reconheça que o Werder Bremen se apresenta como o grande favorito do grupo.

Bem preciso era que esta jornada oferecesse pontos a Portugal, já que Anelka os «roubou» ao FC Porto em Londres num dos jogos de quatro grupos da Liga dos Campeões.

Nos restantes, aquele que era considerado o cabeça de cartaz (Inter-Barcelona) terminou com um nulo lisonjeiro para os pupilos de José Mourinho. O português salientou que dispõe da melhor defesa da Europa, o espanhol Pep Guardiola considerou terem pertencido ao Barça as melhores ocasiões de golo.

O duelo entre Eto'o e Ibrahimovic ficou adiado para Nou Camp. 



publicado por António Castro às 02:10
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009
Anelka baralha contas portistas

Pela 14ª vez, o FC Porto não conseguiu vencer em Inglaterra. Um «pleno» dos clubes de terras de Sua Majestade, e a nova contabilidade teve novo contributo do Chelsea, agora treinado pelo italiano Carlo Ancelotti, na jornada inaugural da Liga dos Campeões 2009/2010.

O francês Nicolas Anelka foi, no entanto, o responsável directo pela vitória tangencial, num lance revelador das suas qualidades, mas cujos antecedentes não são vulgares. Tal como não se esperava que a antiga equipa de José Mourinho tivesse tantas dificuldades em lidar com o conjunto de Jesualdo Ferreira.

Os adeptos dos blues ingleses viveram quase a totalidade dos 90 minutos, mesmo depois da vantagem tangencial, em sobressalto. E os minutos finais foram demasiados intensos, dado o forcing dos portistas para alterar o rumo dos acontecimentos.

Uma derrota amarga, apenas com a única compensação dos dois outros adversários do grupo (espanhóis e cipriotas) terem empatado em Madrid e hipotecarem dois pontos, passíveis de jogar a favor dos dragões.

Se as vitórias é que contam, a exibição dos portugueses em Stamford Bridge abrem boas perspectivas de qualificação, caso se cumpra a promessa de bom nível de rendimento frente aos britânicos.

 



publicado por António Castro às 01:07
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512