Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Quarta-feira, 15 de Abril de 2009
Dragão atira de novo Cristiano para a ribalta

O portentoso golo de Cristiano Ronaldo, decisivo para o apuramento do Manchester United, foi o momento mais valioso da noite europeia.

Alex Ferguson admite que aquele remate de mais de 30 metros possa ser o melhor golo desde que o português defende as cores do clube inglês; a imprensa europeia considera-o como o responsável pelo apuramento para as meias-finais da Liga dos Campeões.

Além da força e direcção do remate, o lance de Cristiano Ronaldo - inexplicavelmente assobiado durante todo o encontro - surgiu demasiado cedo e deixou atordoados os jogadores "órfãos" de Jesualdo Ferreira, ausente do banco por castigo da UEFA.

O Manchester, mais seguro na defesa com as presenças de Vidic e Ferdinand, teve na experiência de Giggs e no espírito de sacrifício de Rooney argumentos decisivos para segurar os portistas, além de beneficiar da lesão de Lucho e da falta de inspiração de Hulk.

O treinador inglês dispensou os alardes exibicionais para travar o fluxo de jogo  do adversário e retirou dividendos na aposta pela estratégia da contenção.

Razão por que os portistas sentem alguma frustração, após o excelente empate em Inglaterra.



publicado por António Castro às 23:53
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 14 de Abril de 2009
"Fogueira" de Londres pode repetir-se no Porto

O treinador do FC Porto não estará no banco a dirigir o importante desafio com o Manchester United, devido a castigo da UEFA ainda relativo ao encontro de Madrid com o Atlético.

O recurso do FC Porto à suspensão de dois jogos ainda permitiu ter a presença de Jesualdo Ferreira no banco de Old Trafford, mas não evitou a ausência do Dragão, na sequência da redução para metade da pena. Assim, o treinador, segundo se anuncia, verá o jogo em casa, apenas podendo entrar no estádio 15 minutos depois do final do encontro.

Certamente sofrerá mais, mas a alta tensão de alguns duelos da Liga dos Campeões é independente do posto de observação, como se constatou no diabólico Chelsea-Liverpool, que permitiu à antiga equipa de Mourinho a passagem às meias-finais, onde encontrará um Barcelona com noite tranquila em Munique.

Em Stamford Bridge, Ricardo Carvalho e companheiros cedo viram quase anulada a vantagem que tinham conseguido em Anfield Road. Num jogo com oito golos, por duas vezes os pupilos de Guus Hiddink estiveram perto do colapso, mas desta vez o técnico espanhol Rafa Benitez não contou com os favores dos deuses.

Ao duelo de "gigantes" em Londres sucede um outro não menos intenso no Porto.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 13 de Abril de 2009
Alvalade e Luz fazem contas à vida

O duelo verbal entre Soares Franco e Dias da Cunha nada esclareceu os adeptos do Sporting, e até os expert na matéria ficaram com dúvidas sobre os esclarecimentos do actual e ex-presidentes no que respeita à situação económica e financeira do clube e às soluções mais correctas para minorar o desequilíbrio das contas.

O Benfica também parece condicionado quanto ao futuro de Quique Flores, cuja rescisão contratual implicará pesados encargos, a juntar aos efectuados ao longo da época para reforçar o plantel e que não proporcionaram os resultados esperados.

Alguns responsáveis benfiquistas veriam com bons olhos o despedimento imediato do treinador espanhol, mas a "bolsa" impede a tomada de medidas precipitadas, além de que o acesso à Liga dos Campeões ainda não está fora de causa, embora dependa dos resultados do rival da Segunda Circular até ao final da I Liga.

Há quem defenda que em tempo de crise a melhor solução é não cortar nos investimentos produtivos, mas o futebol vive há muito o tempo de "vacas magras" e qualquer erro de cálculo pode levar ao desaparecimento do reduzido "leite".  

 


tags: ,

publicado por António Castro às 19:30
link do post | comentar | favorito

Domingo, 12 de Abril de 2009
Portugal envia nova vaga de emigrantes

Andar actualizado com o futebol relacionado com Portugal obriga cada vez mais a estar atento ao que se passa no estrangeiro, tantos são os jogadores e treinadores a trabalhar além-fronteiras.

Breve e incompleto balanço de dois dias mostra uma realidade impensável ainda há poucos anos de uma nova vaga de emigrantes.

Nas últimas horas, Simão Sabrosa marcou o segundo golo do Atlético de Madrid na Corunha, recolocando a equipa na rota europeia. Mais: o tento marcado ao Deportivo constituirá um marco do clube da capital, pois foi o 4000 dos colchoneros na Liga espanhola.

No Egipto, Manuel José revelou que esta será a última época que treinará o Al Ahly, clube onde conquistou tudo que havia para ganhar, no país e no continente africano.

Luís Pedro tem 19 anos, nasceu em Angola, filho de pai português e mãe daquele país e veio para Portugal aos quatro anos. Passados dois rumou à Holanda; aos 14 anos representava o Feyenoord; recentemente actuou pela selecção de sub-19 da Holanda. O seu sonho, no entanto, é vestir a camisola das quinas, para o que deverá optar pela nacionalidade portuguesa dentro de pouco tempo.

Último apontamento por agora refere-se ao aviso que Alex Ferguson fez a Cristiano Ronaldo, insatisfeito com o seu comportamento no recente jogo com o FC Porto.

Mais ou menos positivas, as novidades em português não faltam em vários continentes.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

Sábado, 11 de Abril de 2009
A verdade é como o azeite...

Chegou a altura de se olhar com realismo para o topo da tabela da I Liga e não cultivar mais ilusões.

O FC Porto derrotou o Estrela da Amadora; o Sporting levou de vencida a Naval; o Benfica consente vitória da Académica na Luz. A seis jornadas do termo do campeonato, os três primeiros estão separados uns dos outros por quatro pontos.

Continuará a dizer-se que matematicamente tudo é possível. Correcto!

Não deve esquecer-se, no entanto, que o Sporting obteve um resultado que o próprio treinador considerou melhor que a exibição.

O Benfica dominou os estudantes, jogou melhor que na Amadora, mas consentiu um golo e não teve talento para fazer a bola ultrapassar o guarda-redes Peskovic, mesmo a jogar em vantagem numérica. E veio para a praça pública atribuir novo fracasso ao árbitro madeirense, palavras que já nem convencem os adeptos.

O FC Porto voltou a mostrar o melhor futebol que se pratica em Portugal e marcou três golos ao Estrela.

A manter-se, como será lógico, este panorama, o campeão está encontrado. E não é só de agora. Já vem de longe... 



publicado por António Castro às 23:20
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 10 de Abril de 2009
Quique Flores elogia cenas patéticas

A equipa não joga como eu quero", disse Quique Flores antes do confronto com a Académica. Se assim é, importa encontrar os culpados, o que não se torna difícil. Ou os jogadores não percebem as instruções do treinador - é estranho porque falam quase todos o mesmo idioma - ou o treinador não é suficientemente claro nas instruções.

Aliás, o treinador do Benfica não esteve particularmente feliz nesta conversa com os jornalistas. Espera "vingar" a vitória da Académica na época passada.

Se na vida em sociedade a vingança não constitui nobre sentimento, em futebol não faz sentido pronunciar essa palavra. Quando muito rectificação, ou desforrra, se quisermos utilizar um termo mais comum.

Para cúmulo, o técnico espanhol elogiou a atitude patética de colocar, nos balneários da Luz, destacada reprodução de palavras do "estudante " Nuno Piloto, a considerar que o Benfica "não jogava para lutar pelo título".

Se os processos de trabalho de Quique Flores tem como pilares estes argumentos, será altura de Rui Costa pensar de imediato num substituto, qualquer que seja o desfecho da Liga. 



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 9 de Abril de 2009
Hugo Almeida diferente na Alemanha

A semana europeia terminou com a presença de dois portugueses na Taça UEFA e ainda de um argentino que passou pelo FC Porto. O árbitro Olegário Benquerença dirigiu o Hamburgo-Manchester City (3-1), e também nos alemães do Werder Bremen actuou o avançado português Hugo Almeida, além de Diego, frente aos italianos da Udinese.

Um duo responsável pela vitória dos germânicos (3-1), com os dois primeiros golos de autoria de Diego e o último em remate do internacional de Portugal.

Embora nem sempre titular, devido à concorrência do goleador Pizarro, Hugo Almeida continua a ter influência directa na capacidade ofensiva do Werder Bremen quando merece a confiança do treinador.

Continua a ser estranho o rendimento nas ocasiões em que actua na selecção nacional, quase sempre inferior às expectativas, quando não custa admitir que será mais difícil ser avançado na Alemanha do que em Portugal.

Compete a Carlos Queirós encontrar uma solução para este enigma, que passará certamente por compatibilizar alguma movimentação da equipa com as potencialidades de Hugo Almeida.

E a selecção precisa tanto de golos nos próximos compromissos...



publicado por António Castro às 23:46
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 8 de Abril de 2009
Estranha forma de... luta

Os futebolistas do Estrela da Amadora resolveram comparecer aos treinos e a todos os jogos até final da época, pois não querem verem-se envolvidos "em guerras, boatos ou insinuações" que ponham em causa o seu profissionalismo.

Esta tomada de posição visa, segundo afirmam, não só evitar o fim do clube como minorar os riscos dos jogadores sofrerem lesões que possam prejudicar a sua carreira.

Os pressupostos apresentados por trabalhadores que estão desde há meses sem salários existem desde o início do problema e nunca se ouviu, nem ao experiente presidente do Sindicato, abordar a questão nestes termos. Nem sequer na hipótese das acções empreendidas poderem desvirtuar a verdade desportiva.

Legítimo perguntar, portanto, o que mudou de há alguns meses a esta parte para João Evangelista, que apoiou as sucessivas convocatórias de greve e respectivas anulações, dizer agora: "Compreendo esta decisão de voltar aos treinos e aprovo-a".

Estamos em crer que muita gente não a entende, sabendo-se que as dificuldades financeiras do clube não dependiam de inconsequentes formas de luta.

 

 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 7 de Abril de 2009
Raça de Bruno Alves numa equipa solidária

Bruno Alves viveu uma experiência difícil, mas teve no Teatro dos Sonhos a solidariedade dos companheiros. Além disso, aquele passe infeliz que se destinava a Helton, apanhou Rooney e resultou no primeiro empate, não permite a ninguém apontar-lhe um dedo acusador. Bruno Alves já deu muitas vitórias ao FC Porto, tanto a marcar como na tarefa específica de defender, e continuará a demonstrar a raça e o valor, como ficou patente durante muitos minutos. Não existem limites no seu horizonte.

O FC Porto apareceu em Old Trafford personalizado, tacticamente perto da perfeição, pois soube acautelar as linhas recuadas, segurar os adversários mais perigosos e ainda ser uma equipa de ataque. Jesualdo Ferreira montou um esquema bem assimilado pelos jogadores, que nunca vacilaram, fosse a controlar o adversário ou a pressionar a baliza de Van der Saar.

Alex Ferguson pode lamentar algumas ausências forçadas, exibições e rotinas menos conseguidas. Afinal, aspectos que se têm notado nos últimos tempos, pois o Manchester United não demonstra o fulgor da fase inicial e Cristiano Ronaldo não teve espaço nem tempo para impor os indispensáveis desequilíbrios.

O FC Porto tem no Dragão três hipóteses de apuramento - a vitória, claro, e empates a zero ou a um golo. Vantagem incontestável, caso se repita o espectáculo de Inglaterra. Mas como não há dois jogos iguais, os portistas devem encarar o derradeiro como se fosse o primeiro.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 6 de Abril de 2009
Novo talento emerge no Manchester United

Alex Ferguson "inventou" mais uma estrela no Manchester United. Um jovem italiano de 17 anos, pescado nos juvenis da Lazio há dois, assinou um contrato de profissional há 12 meses e estreou-se no último jogo da Liga, em que o Aston Villa era anfitrião de Old Trafford.

Se acrescentarmos que Federico Macheda, depois de substituir Nani, confirmou no tempo de descontos os dotes de rematador ao marcar o tento da vitória dos Red Devils, compreende-se a satisfação do treinador escocês.

Outro "puto" a juntar a Cristiano Ronaldo, que teve papel preponderante no êxito sofrido dos campeões ao marcar dois golos - o primeiro do jogo e outro a colocar o resultado em 2-2.

Esta política de contratar futebolistas quando ainda são "bebés" está a causar certas preocupações entre os responsáveis da UEFA, que admitem autorizar aquisições de jogadores estrangeiros só a partir dos 18 anos.

O Manchester United, no entanto, está bem fornecido e, enquanto não surgirem restrições, continuará a fazer prospecções no mercado mundial.

Não será esta uma maneira sofisticada de exploração - ou descaracterização - infantil, apesar de bem paga e com acompanhamento social e humano? A resposta pertence aos expert na matéria.



publicado por António Castro às 17:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 5 de Abril de 2009
Título é só para um; FC Porto e mais nenhum

Começa a ser caricato ouvir, semana após semana, responsáveis de Alvalade e da Luz garantirem que o título constitui ainda um objectivo.

Se matematicamente não se pode contestar essa ilusão, é chegada a altura de encarar a situação com menos calculadora e mais realismo.

A última jornada reforçou a ideia que o FC Porto está mais perto de conquistar o tetra do que Sporting  ou Benfica quebrar o jejum de alguns anos. Os dragões, em Guimarães, demonstraram mais uma vez um potencial muito superior aos dos rivais e, apesar de terem ainda outra frente competitiva - Liga dos Campeões - incluem no plantel matéria-prima para colmatar ausências importantes.

Sporting e Benfica, pelo contrário, apesar das vitórias, não oferecem um rendimento fiável, em especial o Benfica, cuja exibição na Amadora mereceu críticas unânimes, a ponto de treinador e jogadores dizerem que o importante é vencer. Jogar bem já passou de moda.

A única luta no topo da tabela corresponde ao segundo lugar, que permite sonhar com eventuais milhões da prova europeia.

Tudo o resto é para entreter... adeptos.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito

Sábado, 4 de Abril de 2009
"Trabalhos forçados" também no futebol

A sequência de jogos a que são submetidos os futebolistas chamados às selecções começa a levantar problemas. Desde logo, a invasão da Europa por sul-americanos obriga a longas viagens (por vezes para ficar no banco dos suplentes), aos efeitos do jet-leg, e esta semana regressou a discussão sobre os jogos realizados em elevadas altitudes sem prévia adaptação, caso dos argentinos na deslocação à Bolívia. Além destes factores surgem lesões em número cada vez maior em cada jornada dupla das equipas nacionais.

Os clubes que têm de conviver com estas situações - sem esquecer os atrasos nos regressos aos treinos de alguns "rebeldes" - reagem normalmente mal, pelo que a "tranquilidade" de Alex Ferguson dos últimos dias constitui uma excepção, considerada por alguns como atitude de sobranceria em relação ao compromisso do Manchester United com o FC Porto, pouco mais de 48 horas depois de um jogo importante para Liga com o Aston Villa.

Sem Scholes, Rooney, Vidic e Berbatov lesionados, e Tevez regressado de Marte (La Paz) como ironizou, o técnico escocês recusou-se a adiar o encontro interno, porque jogar no domingo obrigava, por exigências televisivas, a entrar em campo à hora do almoço.

Sabe-se que o futebol inglês está habituado a um ritmo de jogos sem paralelo nos outros países do Velho Continente. Mas não se estará a esticar demasiado a corda, em prejuízo da saúde dos jogadores?



publicado por António Castro às 14:15
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 3 de Abril de 2009
Devedores de primeira e segunda

A avaliar pelas palavras de Gilberto Madaíl, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional não é uma "extensão" da Federação, mas um organismo totalmente autónomo, apenas aqui e além em conexão com a entidade representante do futebol português junto da UEFA e da FFIFA.

O presidente da Federação divulgou que apresentará em próxima assembleia geral uma proposta para que os clubes devedores ao fisco, Segurança Social e empregados (futebolistas e outros) sejam impedidos de participar em qualquer altura nas provas cuja organização está sob a alçada federativa, portanto as supostas não profissionais, embora existam vencimentos e outras obrigação inerentes a qualquer outra actividade.

Numa primeira fase, pelo menos, não serão tomadas medidas tão drásticas em relação aos participantes reconhecidos como "profissionais" na I e II Ligas, os quais apresentam débitos mais avultados, os futebolistas não se treinam - limitam-se a jogar - e de alguma forma falseiam a verdade das respectivas provas.

Os responsáveis são os próprios a reconhecer existirem devedores de primeira e de segunda. Qual a lógica desta duplicidade de critérios?



publicado por António Castro às 23:20
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 2 de Abril de 2009
Portistas ao ataque na Liga

O FC Porto parece ter revisto estratégias e inicia um ataque, a curto e longo prazo, à Liga.

Jesualdo Ferreira aproveita o castigo inédito aplicado a Lisandro Lopez, por supostamente ter simulado uma falta na área do Benfica, para avisar os dirigentes da Liga. Estará atento aos "próximos capítulos" dos jogos com a presença de potenciais candidatos ao título, dos quais o FC Porto é o melhor posicionado, para ver se critérios semelhantes são aplicados em casos idênticos.

A informação avançada pelo Diário de Notícias de que Guilherme Aguiar, ex-director executivo da Liga no tempo de Valentim Loureiro e actual membro do Conselho Superior do FC Porto, poderia ser candidato às eleições da Liga no Verão do próximo ano, sugere os propósitos do clube da Invicta, nada satisfeito com decisões do órgão presidido por Hermínio Loureiro, relacionadas com os castigos aplicados na sequência das investigações do Apito Dourado.

Estas guerras de bastidores deixam para segundo plano os salários em atraso, que já atingem mais jogadores profissionais, mas ninguém parece estar preocupado com o facto até Maio, quando os clubes devem fazer prova (?) de cumpridores.

Continua a não haver vergonha no futebol português.   



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 1 de Abril de 2009
Dimarca e Hungria a fugir...

Já esteve mais longe o dia em que a selecção de Portugal perderá em definitivo as esperanças de competir na África do Sul com a elite mundial.

A última jornada da fase de qualificação mostrou uma Dinamarca disposta a não ceder terreno e goleou a Albânia, com quem a equipa de Carlos Queirós empatou em casa.

A Hungria, vencedora de Malta aproximou-se da frente e, embora tenha um jogo a mais que dinamarqueses e portugueses, já conta 13 pontos, tantos como os nórdicos e mais sete que Cristiano Ronaldo e companhia.

Podem dizer que faltam ainda muitos jogos, que alguns confrontos ditarão, obrigatoriamente, perda de pontos dos rivais directos, mas cada vez surge mais longínquo um lugar garantido na "comboio" para África.

Tudo recomeça em Junho, um mês em que se desenharão certas tendências, mas a partir do que acontecer em Setembro  não haverá muita volta a dar.

A selecção de Portugal - treinador e jogadores - que se cuide, pois o tempo escasseia e as perspectivas, ao contrário do que muita gente sonha, são negras.



publicado por António Castro às 23:57
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links