Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sábado, 16 de Agosto de 2008
Dignidade de Obikwelu na hora da desilusão

"Peço desculpa aos portugueses porque estiveram a pagar para eu vir aos Jogos", não hesitou em confessar Francis Obikwelu depois de ter falhado a presença na final dos 100 metros, e anunciou que resolvera não participar na corrida dos 200 metros.

Ainda revelou que o seu futuro passará pela Fundação que possui no Algarve, curiosamente a porta da sua entrada em Portugal quando, em 1994, desertou da selecção de juniores da Nigéria depois de disputar o Mundial de Juniores disputado no sul do País. Tinha então 15 e trabalhou clandestinamente nas obras até ser recrutado pelo clube de Alvalade.

Francis Obikwelu, de 29 anos, representou o seu país de origem nos Jogos de Atlanta 96 e Sydney 2000, mas já participou em Atenas 2004 com a camisola das quinas, tendo conquistado uma medalha de prata nos 200 metros.

Os portugueses confiavam nas suas potencialidades e em nova oportunidade de levar na China o nome de Portugal ao pódio olímpico. Tal não aconteceu, mas reconheça-se que este era um dos poucos atletas da comitiva portuguesa que poderia oferecer um contributo ao nosso pobre palmarés. 

E mostrou a dignidade e o reconhecimento que outros atletas portugueses deveriam manifestar só por os terem deixado deslocar-se a Pequim.



publicado por António Castro às 20:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008
Carlos Queirós começa nova era

Através da Internet, no site da Federação Portuguesa de Futebol, os nomes dos futebolistas convocados para o próximo encontro particular da selecção - Ilhas Faroé, em Aveiro - agora dirigida por Carlos Queirós. O seleccionador, aliás, acrescentou uma mensagem em que apresenta os seus propósitos, com saliência para o facto de manifestar o desejo de "reinventar todo o conceito de preparação da nossa selecção".

Além disso, manifestou-se atento aos propósitos defendidos pelo primeiro-ministro José Sócrates no que respeita ao famoso "choque tecnológico". Só que este anúncio-estreia de Carlos Queirós impunha uma reunião com os jornalistas, não apenas para se saber o critério seguido na convocatória - embora não originasse especiais reparos -, mas dar a conhecer aquilo que admite transformar, dentro da sua área de competência, para "reinventar todo o conceito de preparação".

As gentes do futebol ficam à espera de uma explicação.



publicado por António Castro às 21:10
link do post | comentar | favorito

Mentira com privilégios sobre a verdade

À Liga Portuguesa de Futebol Profissional chega uma informação sobre os débitos do Boavista ao fisco e à Segurança Social, cujo teor, mais tarde, foi anulado pela mesma entidade - o IAPMEI.

Ao que parece, os axadrezados não serão penalizados como determinam os regulamentos, mesmo atendendo ao facto dos pressupostos de legalidade terem sido alterados através de um novo documento .

Nada se passará, apesar de uma das duas informações não corresponder à verdade, por descuido, negligência ou falta de transparência de processos, para não recorrer a outra adjectivação.

O futebol português continua por bom caminho.



publicado por António Castro às 20:40
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008
Português realista em Pequim

Finalmente aparece alguém ligado à comitiva portuguesa presente nos Jogos Olímpicos que não embarca no tradicional optimismo quanto à conquista de medalhas ou de lugares de honra.

Luís Nunes, chefe da comitiva de trampolins, resolveu, em conferência de imprensa, colocar o dedo na ferida e a certa altura referiu ter lido na imprensa que "a modalidade (trampolins) não se deve descartar em termos de atingir resultados de excelência". E comentou: "Quem escreveu, quem disse, quem inventou isso deveria ser responsabilizado". 

Ana Rente e Diogo Ganchinho são os representantes de Portugal na China, e Luís Nunes, apesar de reconhecer as suas qualidades, considerou que nenhum é Nuno Merino, que em Atenas 2004 obteve um sexto lugar.

Se os atletas devem ser moralizados para que estejam, no momento da competição, psicologicamente fortes, importa que os dirigentes sejam realistas e não alimentem um ambiente de euforia que cedo redunda em completa frustração.

De saudar, portanto, o alerta para as realidades de quem sabe as dificuldades enfrentadas pela maioria dos atletas de certas modalidades. Criar condições para as contornar é mais importante que convidar o público a viver no mundo da fantasia.



publicado por António Castro às 21:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008
Phelps cumpre; IAPMEI volta atrás

Reconheço não haver nenhuma ligação entre o nadador americano Michael Phelps e o IAPMEI, instituto português destinada a apoiar, em determinadas circunstâncias, empresas em dificuldades.

Neste dia, no entanto, umas braçadas do fenomenal atleta e uma inexplicável "cambalhota"  de uma entidade que seria suposto decidir com segurança, constituíram os factos mais salientes e dignos de algumas considerações, no último caso por estar relacionado com um clube desportivo.

Phelps cumpriu a promessa de destronar os atletas mais medalhados a ouro de sempre dos Jogos Olímpicos ao conseguir mais duas vitórias na China. Dominou sem grande oposição nos 200 m mariposa e contribuiu para o êxito dos EUA na estafeta 4x200 m livres. Relegou para segundo plano aqueles que ao longo da carreira olímpica tinham conquistado nove medalhas de ouro, e ainda tem novas metas a atingir nos próximos dias.

Do elogio passamos à censura. O IAPMEI, depois de ter entregue ao Boavista um documento a aceitar pagamento faseado de dívidas ao fisco e à Segurança Social, legalizando neste capítulo a situação do clube perante a Liga, deu agora o dito por não dito. Entretanto, o Estádio do Bessa foi penhorado por não cumprimento de anteriores negociações conduzidas pelo mesmo - imagine-se! - IAPMEI. 

Façanhas inacreditáveis, mas esta certamente não passará sem penalização exemplar... 



publicado por António Castro às 20:45
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Agosto de 2008
Phelps perto de um sonho na China

A natação confere tradicionalmente aos Jogos Olímpicos as primeiras emoções fortes, servindo de aperitivo às empolgantes provas de atletismo. Outras competições com interesse disputam-se nos primeiros dias, mas as atenções estão mais viradas para as proezas dos concorrentes que competem nas cada vez mais sofisticadas instalações.

No famoso Cubo de Água de Pequim, que ficará para a história pela sua concepção, virou-se importante página da natação olímpica, e que poderá não ser a única dentro de horas. O americano Michael Phelps conquistou a terceira medalha de ouro em águas chinesas e igualou, com um total de nove, um lote restrito de predestinados: os seus compatriotas Mark Spitz (natação) e Carl Lewis (atletismo), o atleta finlandês Paavo Nurmi (Finlândia) e a ginasta da URSS - nascida na Ucrânia - Laryza Latynina.

O fenómeno americano, além da medalha, ainda bateu o recorde do mundo, que lhe pertencia desde os Mundiais de 2007, e prepara-se para, esta madrugada em Portugal, suplantar tudo e todos na final dos 200 metros mariposa (especialista na distância e estilo), assegurando uma vitória que deixou escapar em Atenas 2004, superado pelos agora ausentes Pieter Van de Hoogeband e o australiano Ian Thorpe. E seriam (ou serão) dez...

Nada está garantido em desporto, como se prova com a desoladora actuação dos portugueses, razão por que redobra a expectativa em torno de nova participação de Phelps.

 

 



publicado por António Castro às 19:50
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Agosto de 2008
Jogos esquecidos pelas fofoquices do futebol

Quique Flores está satisfeito com a evolução do Benfica e ainda espera mais reforços, segundo afirma em castelhano, porque não teve tempo para aprender algumas palavras em português. Rui Costa andou numa roda viva a conseguir contratações, mas agora tenta resolver os problemas pendentes através da via telefónica.

João Moutinho quer sair do Sporting, por razões pessoais; Paulo Bento diz que conta com ele, pois faz parte do plantel; os sócios assobiam o jogador quando aparece no banco em jogo de apresentação e, mais tarde, cada vez que toca na bola; finalmente, ao marcar uma grande penalidade no desafio seguinte, o "capitão" reconquista os adeptos de Alvalade, pródigos em aplausos.

Jesualdo Ferreira já tem a equipa delineada, a entrar em velocidade de cruzeiro para a Supertaça. O técnico do Dragão nem precisa de utilizar Quaresma, aquele que era a jóia da coroa do FC Porto na época passada e aparece agora como jogador proscrito, por razões que ninguém conhece, multiplicando-se as expeculações sobre o futuro.

O Boavista fez um acordo com o IAPMEI; o Estádio do Bessa foi penhorado por incumprimento de acordo estabelecido por João Loureiro; a equipa já pode, desde este fim de tarde, participar na Liga de Honra.

Assim vai o desporto português, já que os Jogos Olímpicos são uma coisa sem expressão que acontecem lá para a China. 



publicado por António Castro às 20:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 10 de Agosto de 2008
Mais um dia; menos uma hipótese

Prometo. Só voltarei a escrever sobre a presença portuguesa nos Jogos Olímpicos quando algum atleta obtenha um resultado digno de registo ou tenha justificado a sua presença na China e, por esta ou aquela razão, não tenha conseguido um resultado que estaria normalmente ao seu alcance. 

Não pretendo assumir o papel de "ovelha ranhosa", dada a conhecida posição, manifestada desde há anos, que as palavras de Pierre de Coubertin  defensoras do espírito olímpico da altura - "participar já é vencer" - estão ultrapassadas desde há alguns anos.

E o segundo dia de provas não justificou o optimismo do presidente do Comité Olímpico de Portugal e voltou terminar em clima de frustração, pois a modalidade menos ambiciosa - natação -nem sequer teve a alegria de acrescentar à sua lista um novo recorde nacional.

Uma palavra é devida à judoca Telma Monteiro, que passou a primeira adversária  e começou o ciclo de duas derrotas, que a conduziram à eliminação, frente à chinesa Dongmei Xian, que acabou por revalidar o título olímpico. Um dos tais imponderáveis que referimos ontem, mas que os responsáveis parecem esquecer quando se entregam a exercícios de futurologia.

Nós, modestamente, cá esperamos que um dos nossos representantes mais credenciados esteja inspirado e seja feliz no momento exacto. 

  



publicado por António Castro às 19:00
link do post | comentar | favorito

Sábado, 9 de Agosto de 2008
Magia dá lugar a dura realidade

O Mundo ficou extasiado com a cerimónia inaugural dos Jogos Olímpicos. Um espectáculo deslumbrante com a duração de quatro horas num estádio por onde passaram 50 mil figurantes e desfilaram - na sequência da habitual intervenção solene de abertura dos Jogos proferida pelo Presidente da China Hu Jintao - a maioria dos 11128 atletas inscritos por 205 países, números nunca antes atingidos.

"Um Mundo, um Sonho", lema desta edição do certame escolhido por votação popular, tornava-se uma frase mágica para mais de cem mil espectadores presentes no estádio e milhões de pessoas espalhadas pelo Mundo.

Passadas algumas horas, começou a esfumar-se o sonho de alguns atletas  de várias nacionalidades, entre os quais portugueses. O primeiro dia de competições não foi especialmente feliz para os nadadores, judocas, ciclistas, praticantes de badminton e atiradores lusos, alguns já eliminados, outros ainda em prova mas com limitadas perspectivas de atingirem lugares de honra.

A participação nos Jogos Olímpicos tem uma dimensão muito diferente de qualquer outra prova, mesmo de nível mundial. Aliadas às qualidades técnicas, importa ter nervos de aço, tal a pressão suportada pelos atletas. E, naturalmente, alguma dose de sorte. Sem a conjugação favorável destes e outros factores, a aventura termina demasiado cedo.   



publicado por António Castro às 21:23
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 8 de Agosto de 2008
Portugal com atletas a mais em Pequim

Pequim está a viver os primeiros momentos da maior festa desportiva mundial, e a bandeira das quinas foi já hasteada Aldeia Olímpica.

Portugal, como sempre - talvez com menos confiança do que em anteriores edições - vive na expectativa do comportamento de uma comitiva numerosa, com o Chefe de Missão Boa de Jesus à espera de um mínimo de quatro medalhas, mas confiando que se poderá chegar aos 20 medalhados.

Perspectiva que se afigura demasiado optimista para a "tremenda aventura" dos portugueses nos Jogos, segundo palavras proferidas há dias por Laurentino Dias, secretário de Estado da Juventude e Desporto. Opinião fundamentada nos seguintes pressupostos: "Somos o país que somos, com dez milhões de habitantes, pequeno na Europa e muito pequeno no Mundo"; "economia débil"; "formação técnica débil"; poucos técnicos qualificados"; "poucos jovens na prática desportiva".

Apesar deste panorama retratado por um membro do Governo, idêntico ao verificado na primeira vez que estivemos numa edição dos Jogos Olímpicos (Montreal 76) - apenas com excepções quando Portugal dispôs de atletas de eleição - competirão na China 78 portugueses, a maioria sem qualquer hipótese de conseguir, pelo menos, uma menção honrosa.

Quando são  os próprios nadadores, agora eufóricos com os novos fatos de competição, a admitir que esperam apenas bater recordes nacionais, como já acontecia no Canadá, não se tornam necessários mais comentários.



publicado por António Castro às 02:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008
Clubes portugueses mudam de mercado

Os futebolistas sul-americanos estão a invadir Portugal - não incluímos os brasileiros que, tanto no nosso país como na Europa, têm uma presença diferente: posterior a alguns dos outros habitantes do seu Continente, mas muito mais numerosos até há pouco tempo.

A possibilidade de atingir níveis de rendimento competitivo e o facto dos honorários serem substancialmente mais altos no Velho Continente estão na origem deste novo fluxo migratório.

Dois factos mostram, no entanto, existir diferenças com o que se passava há anos com os jogadores do Brasil, que não demonstravam nos relvados portugueses as qualidades de alguns compatriotas que levaram várias vezes o "escrete" ao título mundial. 

Fucile e Christian Rodriguez (FC Porto) e Maxi Pereira (Benfica) foram convocados pelo seleccionador do Uruguai  Oscar Tabarez para um jogo com a selecção japonesa, no dia 20.

Lucho González, Lisandro Lopés e Mariáno González (FC Porto) estão incluídos nas escolhas do técnico argentino Alfio Basile para defrontarem a Bielorrússia, na mesma data.

Três uruguaios e outros tantos argentinos com qualidades para figurar nas respectivas selecções a representar clubes portugueses, além de ser, porventura, inédito, obriga a reflexão.

Por um lado, a mudança de mercado e os cuidados no que respeita a qualidade por parte dos clubes nacionais. Além disso, o facto de Portugal ser aliciante, numa primeira fase em termos monetários e, depois, servir de placa giratória para outros países da Europa.

 

 



publicado por António Castro às 09:00
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 6 de Agosto de 2008
Futuro de Cristiano Ronaldo ainda "baralhado"

Cristiano Ronaldo encontra-se em Lisboa e continua a recuperação prevista com o fisioterapeuta António Gaspar, que garante a evolução positiva do seu estado, tendo-se libertado das muletas. Acrescenta que todo o trabalho está a ser acompanhado pelo departamento clínico do clube londrino e de acordo com as instruções do médico holandês Niek Van Dijk, responsável pela operação. Ainda esta semana haverá uma visita ao cirurgião para observação e definir eventual alteração nos planos de recuperação já traçados para os próximos tempos.

Alex Ferguson confirma, em Londres que o futebolista português continuará ao serviço do Manchester United na próxima época, sendo peremptório: "Caso terminado. É nosso jogador e não há nada para discutir. Acabou-se..."

O presidente do Real Madrid, Ramón Calderón, ao apresentar Rafael van der Vaart  admitiu que, provavelmente, será a primeira e única aquisição da temporada.

Cristiano Ronaldo, entretanto, numa declaração lacónica garantiu que não de deslocará já a Manchester, como se admitia há tempos.

Desta complexa teia de afirmações não se pode concluir qual será o futuro próximo do CR7, mas afigura-se que os interessados estão agora mais serenos e convencidos que o "puto maravilha" continuará, por mais um ano, a deliciar os espectadores dos relvados ingleses.


tags: ,

publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 5 de Agosto de 2008
Ranieri abre caminho a Mourinho

Claudio Ranieri, treinador da Juventus, não suporta José Mourinho, seu sucessor no Chelsea. Alguns meses depois do primeiro campeonato ganho pelo português em Inglaterra - alegria que o clube não vivia há 50 anos -, o italiano avisou-o que, se não conquistasse a Liga dos Campeões, o presidente Abramovich não teria contemplações e seria despedido. Aconteceu!

Agora, garantiu que se estivesse nas suas condições teria conseguido que o presidente do clube londrino lhe cedesse o "capitão" Lampard. Ficará por provar!

Mas Claudio Ranieri não ficou por aqui e, sem esconder um "ódio de estimação" pelo treinador de Setúbal, faz prognósticos sobre o seu futuro em Itália em tons muito sombrios.

"A não ser", diz o técnico da Juventus, demonstrando certas cautelas, "que entenda o nosso futebol. Aí será difícil para todos nós. Mas desde que não faça melhor do que nós..."

É verdade que os dirigentes transalpinos não tem grande apetência por treinadores estrangeiros - Helénio Herrera terá sido uma excepção - mas nem Arrigo Sachi, Fabio Capello e Marcelo Lippi se pronunciaram nos termos deselegantes de Claudio Ranieri.

Uma vantagem, afinal, para José Mourinho, cujo nome não sai das primeiras páginas dos jornais, agora a responder ironicamente ao seu "figadal inimigo", aproveitando logo a sua afirmação de que "ganhar não é importante". "Esta mentalidade - retorquiu Mourinho - explica o porquê de, com a idade dele, ter ganho apenas uma Supertaça e uma taça pequena.Talvez precise de mudar de mentalidade, mas já está muito velho para isso."

José Mourinho precisa de vencer para não defraudar as expectativas criadas quando aceitou treinar em Itália, mas ao entrar em polémicas, Caudio Ranieri está a oferecer-lhe trunfos. Só basta que consiga moldar a equipa do Inter à sua imagem, recuperar os lesionados e ter o apoio incondicional dos seus futebolistas.

  



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 4 de Agosto de 2008
FC Porto parece adiantado em relação aos rivais

O FC Porto começa a transmitir sinais de reunir condições para manter, a nível nacional, a hegemonia alardeada nos últimos anos. Jesualdo Ferreira, depois das experiências no início da preparação, parece já ter ideias concretas sobre os jogadores e o estilo de jogo a utilizar, apesar da incerteza da continuidade de Quaresma.

O Benfica atravessa o período de formação da equipa, dadas as mudanças no plantel, além da adaptação aos processos de um novo treinador, naturalmente com uma filosofia de trabalho e concepções tácticas diferentes dos antecessores.

O Sporting, a equipa deste trio que poderia retirar vantagens da estabilidade - tal como os portistas manteve o treinador, mas Paulo Bento teve menos alterações no plantel - não parece ter debelado o grande problema da época passada -  déficite de capacidade atacante. Esta será, certamente uma das preocupações do técnico, que poderá ainda ser obrigado a gerir a eventual saída de João Moutinho.

Estas análises pecam, naturalmente por elevado teor de superficialidade. Haverá acertos na constituição da equipas, definem-se estratégias em função das características dos jogadores, afinam-se pormenores de movimentação.

Mal estaria o Milan se a humilhante (segunda a imprensa italiana) derrota perante o Chelsea de Scolari (5-0), em Moscovo, constituísse indicador fiável da (in)capacidade do conjunto orientado por Carlo Ancelotti. 


tags:

publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

Domingo, 3 de Agosto de 2008
Obrigado, amigo Hilário!

Passaram 50 anos, já não se integra no sector defensivo do futebol do Sporting nem treina qualquer das suas equipas, mas continua a ser aquilo que era. Trabalhador, honesto, humilde, disponível para todos, sempre com um sorriso quando assediado pelos jornalistas, assim se mostrou toda a vida Hilário Rogério da Conceição.

Em 1958 tomei conhecimento da sua chegada a Lisboa, com destino ao Sporting, como simples adepto do futebol. Cinco anos mais tarde comecei a ter os primeiros contactos como profissional de jornalismo com o já consagrado defesa esquerdo do clube de Alvalade, titular indiscutível da selecção nacional, na qual assinalou 39 presenças, número apreciável naqueles tempos.

Nem os êxitos conseguidos no seu clube de sempre e (ainda) de agora - é um dos embaixadores leoninos em cerimónias nos diversos Núcleos leoninos espalhados pelo País, embora esteja na "reforma" -  e na equipa nacional, alteraram a sua conduta.

Carreira recheada de títulos nacionais - Campeonatos e Taças - e internacionais - a extinta Taça das Taças da UEFA e o terceiro lugar no Mundial de Inglaterra 66 - Hilário tem direito à admiração de todos os portugueses interessados pelo futebol.

Por isso, quando hoje se completam 50 anos da sua chegada a Lisboa vindo de Moçambique, todos lhe devem uma palavra de gratidão.

Este bloque, mais dado a críticas do que a elogios, abre uma excepção e ousa proclamar: Obrigado, amigo Hilário!



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links