Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Terça-feira, 17 de Dezembro de 2013
Futeblistas contestam lucros de empresários
A iniciativa da UEFA denominada fair-play financeiro para evitar o actual desequilíbrio entre despesas e receitas dos clubes, levou outra entidade ligada ao futebol a desenvolver acções no sentido de moralizar as verbas envolvidas nas transferências de jogadores.

«O sistema de transferências sempre foi construído, e continua a ser, à custa dos direitos dos nossos membros, tanto na qualidade de trabalhadores, como de seres humanos», denunciou em comunicado o presidente da FIFPro (Federação Internacional de Futebolistas Profissionais).

Vários aspectos merecem reparos. As indemnizações aos clubes pela formação dos atletas serem calculadas com base em valores superiores ao custo real e, ainda segundo Philippe  Piat, «aos futebolistas são impostas indemnizações exorbitantes por incumprimento do contrato, inimagináveis em qualquer outro sector de atividade».

O presidente da divisão europeia da FIFPro, Bobby Barnes, revelou que 28% do valor movimentado nas transferência atinge 550 milhões de euros anuais, e «fica perdido para o futebol», cabendo aos empresários.

A FIFPro, além de apresentar o caso à Comissão Europeia pensa recorrer ao Tribunal de Justiça da União Europeia e Tribunal Europeu dos Direitos Humanos.

À semelhança do que acontece noutros sectores, poderá acontecer que a razão se sobreponha ao poder.


publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 12 de Setembro de 2013
Jesus contra prazo de transferências

Jorge Jesus foi um dos treinadores que defenderam a antecipação do encerramento das inscrições no início da temporada. Questão levantada no 15.º Fórum de Treinadores de Elite da UEFA por André Villas-Boas (Tottenham) que teve outros defensores, embora com reticências de alguns clubes, por só fazerem aquisições com a certeza de participação numa das duas provas europeias.

De qualquer maneira, o técnico do Benfica lembrou: «Foi importante que acabassem as inscrições, e neste momento todos os jogadores estão mais concentrados e focados. Bati-me no fórum da UEFA para que as transferências terminem antes de 31 de Agosto.»

O lançamento do encontro com o Paços de Ferreira foi também aproveitado para analisar os pontos cedidos pelo Benfica à terceira jornada. Situação que, no entanto, não parece preocupar o técnico da Luz: «O campeonato está no início. O jogo que empatámos foi em Alvalade, mas esse resultado é dentro do contexto do que é esse jogo, e o único resultado negativo foi na Madeira. Ainda temos muitos pontos para ganhar e perder.»

Palavras que só fazem sentido se o mesmo acontecer aos adversários, em principal, neste momento, ao FC Porto.



publicado por António Castro às 19:46
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 3 de Setembro de 2013
Futebol inglês nada em milhões

Centenas de clubes estão falidos em todo o mundo, mas os montantes das transferências de futebolistas sobem em flecha, e cada ano que passa surgem números nunca antes atingidos.

A notícia de maior envergadura em euros - o futuro dirá se também em qualidade - surge da Inglaterra, onde foram desembolsados, apenas na Premier League, o total 742 milhões  de euros até ao fecho das inscrições. O "miserável" recorde anterior, que ascendia a 589 milhões, fora alcançado em 2008.

O galês Gareth Bale, a "jóia" de André Villas-Boas, protagonizou em termos individuais, com a passagem do Tottenham para o Real Madrid, o valor mais alto. Cerca de 100 milhões refere a comunicação social inglesa, contra 91 apontada pela espanhola.

No mundo actual, rendido ao capitalismo selvagem, poucas vozes ousam criticar esta situação, aliás comum a outras actividades secundárias da sociedade.

À luz da globalização da fome que afecta milhões de pessoas no planeta, só há uma qualificação possível: VERGONHOSO.



publicado por António Castro às 18:15
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 10 de Agosto de 2013
Silêncio durante um mês

Não escrever qualquer post durante cerca de um mês será considerado, em especial pelos responsáveis do SAPO, autêntico sacrilégio, tanto mais que o meu compromisso obrigava a presença assídua. As desculpas a quem me concedeu este espaço e àqueles que generosamente apareciam por aqui para ver apenas mais uma opinião sobre o futebol.

Várias foram as razões deste silêncio, mas a principal, confesso, é que já não tenho paciência para aturar tanta novela sobre transferências. A luta entre dirigentes e empresários pelo tráfico de seres humanos, as notícias de hoje desmentidas amanhã, e algumas dias mais tarde confirmadas para a... equipa B. Sem falar nas palavras dos dirigentes a elogiar jogadores que nunca viram jogar, e futebolistas a endeusar clubes e treinadores de que nunca ouviram falar.

Agora que o primeiro troféu (Supertaça) da época será atribuído dentro de pouco mais de 24 horas, estamos de volta, já que o melhor do futebol é a bola a rolar nos relvados, mesmo que nem sempre se assista a bons espectáculos.

Importa precisar, no entanto, que a época já começou - três jornadas da complicada Taça da Liga realizadas - e a compra/venda de jogadores termina em Setembro. Mas a estrutura desportiva  desta prova continua a ser um devaneio das entidades responsáveis pelo calendário nacional.



publicado por António Castro às 17:04
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 8 de Junho de 2011
O "stress" das transferências

Joaquim Evangelista criticou os responsáveis do Benfica devido à possível instauração de um inquérito disciplinar a Fábio Coentrão pelas afirmações sobre o seu interesse em transferir-se para o Real Madrid, e à maneira como têm conduzido o caso de Nuno Gomes, jogador em fim de contrato e dispensável por Jorge Jesus.

O presidente do Sindicato dos Jogadores apresenta razões legais para criticar o clube em relação ao defesa-ala, enquanto o caso do considerado símbolo do Benfica - nos últimos dois anos foi quase sempre um capitão-suplente... - deve ser analisado apenas numa perspectiva ética e sentimental.

Este período do defeso no futebol é sempre incaracterístico e confuso, com inúmeras notícias relativas a transferências, desmentidas de imediato e mais tarde confirmadas, num jogo do gato e do rato entre a comunicação social e os clubes.

Será altura de parar um pouco até que as águas acalmem, surgindo como boa oportunidade os próximos feriados, nacional e municipais de Lisboa e Porto.

Pela nossa parte está decidida uma curta pausa, para evitar conclusões precipitadas sobre falsas verdades ou estratégicas mentiras.



publicado por António Castro às 22:37
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2010
Tempo de negócios e «fait-divers»

À falta de melhor, as notícias do futebol, com excepção da Inglaterra, onde a Premiership enche quase todos os dias os estádios, resumem-se ao mercado de transferências em Janeiro. Apontam-se clubes interessados neste ou naquele jogador, os visados exultam com a perspectiva de melhoria de salário, os empresários tentam inflacionar os preços das transferências com o anúncio de vários interessados na sua «mercadoria».

Sobram, portanto, os fait-divers e, neste aspecto José Mourinho constitui um filão para a comunicação social espanhola. No regresso de Nova Iorque, onde passou os dias natalícios, gerou-se alguma agitação quando tentaram fotografar a sua mulher e os filhos. O técnico merengue, cioso da privacidade da família, dirigiu-se ao fotógrafo e, em imagens de vídeo, apenas de observam troca de palavras sem qualquer gesto de hostilidade. De qualquer maneira, este episódio serviu para um debate transmitido no site da Marca e as opiniões foram muito críticas em relação ao português.

Contraste com o que se passou em Itália, onde o novo treinador do Inter, o brasileiro Leonardo, no dia da apresentação revelou que tinha conversado com Mourinho e teceu rasgados elogios maneira aberta como decorreu o prolongado diálogo. E o ex-técnico do Milan teve uma declaração pouco agradável para os críticos do português: «Telefonei-lhe porque chegar ao Inter sem passar pelo José [Mourinho] é impossível. José é omnipresente. É uma pessoa extraordinária, que está sempre presente e deu muito ao Inter.»

Dispensam-se comentários.



publicado por António Castro às 23:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

Domingo, 12 de Julho de 2009
Clubes europeus continuam a sonhar alto

Portugal surge um pouco à margem dos permanentes noticiários sobre transferências. Além do caso Falcão, inicialmente apresentado como aquisição do Benfica e agora quase garantido a caminho do FC Porto, é restrita a movimentação do mercado dos milhões.

No estrangeiro, pelo contrário, há nomes de clubes e de futebolistas diariamente no primeiro plano dos noticiários.

Manchester United, Manchester City, Liverpool, Real Madrid, Barcelona, Valência, Inter e Juventus são agora os clubes mais badalados. Os nomes dos espanhóis Fernando Torres e Xabi Alonso (Liverpool), dos holandesses Wesley Schneijder e Klaas Jan Huntelaar Real Madrid), ainda do sueco Ibrahimovic (apesar dos desmentidos do presidente do Inter Massimo Moratti), do camaronês Eto'o (Barcelona) e do francês Ribéry (Bayern), entre muitos outros, têm destinos orientados para várias direcções, apimentados por avultadas verbas.

Dado ainda haver muito tempo até ao termo das inscrições, esta fase corresponderá apenas a «fogo de artifício», já que a maioria dos treinadores avalia agora a capacidade de integração das aquisições já concretizadas.

Mais novidades estarão guardadas para os últimos dias do defeso, quando se reconhecer a necessidade de retoques nas «compras».

Atendendo aos montantes investidos, nunca antes se atingiram números tão volumosos. Talvez seja altura de colocar termo a ambições desmedidas.



publicado por António Castro às 23:58
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|  O que é?

Domingo, 5 de Julho de 2009
Futebol vive a hora das ilusões

O mercado de transferências mantém-se em movimento. Anunciam-se contratações, revelam-se dispensas, elaboram-se listas de dispensáveis. Depois de tudo espremido, dois ou três casos estão já concretizados, com os respectivos compromissos assinados, e o dinheiro - ou parte, porque neste negócio existem dois esquemas: aquisição de uma percentagem do total da transferência ou pura venda a prestações - entregue na totalidade, como garantiu o Manchester United na transferência de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid.

Enfim, uma inflação de notícias circunda por todo o planeta, pois ao futebol chegou em pleno a globalização. Clube europeu que se preze não dispensa um americano, do Norte ou do Sul, um africano, um asiático, ou ainda futebolista proveniente da Oceânia. 

Com algumas equipas já a trabalhar em Portugal e as novas aquisições a evoluir nos relvados, entra-se no período das ilusões. O entendimento entre o jogador A, que já integrava o plantel, e o B adquirido com o rótulo de vedeta, está a prometer... Bom entendimento e golos frente a conjuntos reservistas ou de baixo nível surgem todos os dias bem propagandeados, e o optimismo começa a minar os adeptos, de acordo com as suas expectativas, habitualmente mais altas do que aconselharia a prudência.

Nesta fase de «vacas magras» noticiosas, em que a Volta â França e a Fórmula 1 estão a viver momentos difíceis, sem captar as atenções de há anos, o que seria da época estival sem estas antecipadas análises.

Não se esquecem, no entanto, que previsões só depois dos jogos a sério.



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Baralhar e voltar a dar para técnicos e jogadores

A Europa entra em novo período de agitação. Prestes a terminar as provas dos diversos países, sem muitas surpresas e algumas desilusões, os temas dominantes são as possíveis substituições de técnicos e troca de jogadores. Qual dança das cadeiras, alguns ficarão de pé a aguardar pelas habituais chicotadas (treinadores) ou pela recomposição dos plantéis (jogadores), no fim do ano.

Em Portugal, o Benfica está na berra. O brasileiro Luiz Felipe Scolari e Jorge de Jesus são nomes apontados como hipóteses - até se anunciou que o presidente já conversou com o português. Não será obstáculo o milhão de euros a pagar aos minhotos para libertar o técnico, mas mais três para libertar a equipa de Quique Flores é mais doloroso.

O Real Madrid fervilha com a perspectiva de Florentino Perez se apresentar às eleições, e os conselhos de Jorge Valdano apontam para Arsène Wenger, sempre pouco receptivo a deixar o Arsenal, ou José Mourinho. Este diz não estar satisfeito em Itália, mas multiplica as diligências para revolucionar o Inter e dar a Massimo Moratti o título europeu.

Da capital espanhol ainda se especula com a contratação de Cristiano Ronaldo, apesar do "seu mau feitio", curiosamente com Pepe a entrar na troca.

Esvaziam-se por uns tempos os estádios, sobram as especulações na comunicação social.



publicado por António Castro às 23:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 27 de Dezembro de 2008
Hunteleaar e Diarrá agitam Real Madrid

Uma tempestade abateu-se sobre o Real Madrid, enquanto o presidente Ramón Calderón se passeia pelas praias da Republica Dominicana.

O responsáveis desportivos, Pedja Mijatovic e o adjunto Carlos Bucero, com a concordância do treinador Juande Ramos, contrataram dois jogadores para atenuar os estragos da derrapagem do futebol, culminada com a demissão de Bernd Schuster.

Hunteleaar e Diarrá foram as "armas" escolhidas para inverter a marcha na Liga e enfrentar o Liverpool no reatamento da Liga dos Campeões, em Março.

Só que o escândalo estalou quando o diário Marca "lembrou" que apenas um dos jogadores poderá participar na prova, de acordo com os regulamentos da UEFA. Gerou-se, primeiro, a dúvida sobre a notícia do jornal. Cientes da realidade, o conselho directivo do clube entrou em transe e o presidente aos pulos nas areias próximas de Punta Cana.

Os responsáveis pelas contratações, acossados, emitiram um comunicado com desculpas: tinham conhecimento dos regulamentos; discordam de algumas alíneas e vão pedir à UEFA a sua revisão. E tentam convencer os adeptos que as transferências tinham como principal objectivo preparar o futuro.

Actividade profissionalizada não se compadece com o desempenho de certas tarefas por funcionários amadores, mesmo que tenham um passado de grandes jogadores. Os portugueses, a viverem casos similares, deve aprender com este exemplo.



publicado por António Castro às 22:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Futeblistas contestam luc...

Jesus contra prazo de tra...

Futebol inglês nada em mi...

Silêncio durante um mês

O "stress" das transferên...

Tempo de negócios e «fait...

Clubes europeus continuam...

Futebol vive a hora das i...

Baralhar e voltar a dar p...

Hunteleaar e Diarrá agita...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512