Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014
Luís Duque atirado à fogueira

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional, já antes de ter como primeiro presidente Valentim Loureiro, eleito em 22 de Setembro de 1988 (a posse aconteceu a 10 de Fevereiro do ano seguinte), teve uma gestação e um parto difíceis. Ao relembrar algumas dos acontecimentos posteriores, praticamente desde sempre, a instituição nasceu com doença incurável.

Não interessam nomes, sejam de Luís Duque ou dos proponentes do antigo dirigente de Alvalade - presidentes do Benfica (Luís Filipe Vieira) e FC Porto (Pinto da Costa), e o comportamente do ainda responsável da Liga (Mário Figueiredo) para se perceber que não se pretende uma construir uma entidade unida e disposta a defender os interesses de todos os filiados, mas manter a desunião para atingir interesses parcelares.

À vista está mais uma machadada na credibilidade do futebol nacional.



publicado por António Castro às 22:33
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 12 de Junho de 2013
Beira-Mar sem futuro

«Chegou o momento de tomar acções legais contra as pessoas que assinaram um acordo que sabiam que nunca poderia ser honrado.» Comunicação da administração da 32Group, empresa detida pelo accionista maioritária da SAD do Beira Mar, o iraniano Majid Pishyar, que ameaça pedir a devolução do capital investido, conforme se pode ler no site do clube.

Diversas são as razões apresentadas pelo magnata, sem qualquer explicação dos dirigentes do clube que, com a descida da equipa de futebol à II Liga, podem não ter capacidade para o manter em actividade.

A Liga Profissional, que continua a pugnar pelo aumento de clubes do campeonato nacional e a remodelação da segunda prova, não pode alhear-se deste caso e encontrar uma solução. Além disso, compete-lhe averiguar os acordos estabelecidos entre os dirigentes aveirenses e as entidades que pensam, naturalmente, em negócios lucrativos.

Não é apenas um clube que está em causa, pois a situação pode alastrar-se a todo o futebol português.



publicado por António Castro às 21:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 14 de Setembro de 2012
Portugueses em minoria

Mais de 50 por cento dos jogadores inscritos esta temporada nas 16 equipas da I Liga são estrangeiros. Dos 405 futebolistas dos diversos plantéis, 179 são portugueses (44,2 %) e, relativamente a outros países, a maior fatia pertence ao Brasil (121, correspondente a 29,9 %).

Num total de 46 países representados, incluindo Portugal, atinge-se elevada média de nacionalidades por equipa.

Sporting e Académica de Coimbra são os mais "cosmopolitas", com dez nacionalidades. O Moreirense apenas conta com elementos provenientes de quatro países: Portugal, Brasil, Argélia e Uruguai.

Apesar das "exportações" terem aumentado substancialmente nos últimos tempos, 0 mercado de trabalho para os mais jovens está cada vez mais difícil. Situação comparável, por razões diversas, ao panorama de vários sectores laborais.



publicado por António Castro às 20:42
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 3 de Maio de 2012
Liga e a cegueira do alargamento

Os clubes profissionais - os falidos ou aqueles que ainda conseguem crédito, seja de bancos, empresas cuja matéria-prima são os jogadores, ou milionários com participações no valor dos passes - voltam à carga.

Em nova assembleia da Liga reincidiram na aprovação do aumento de clubes nos dois campeonatos e vergaram-se ao veto da FPF com a aceitação de subidas e descidas através de uma liguilla para assegurarem a entrada em vigor do novo sistema na próxima temporada.

Curioso que na agenda de trabalho da magna (para alguns) sessão não contasse o caso da União de Leiria, aquele que mais preocupa, não apenas pela situação dos jogadores sem salários, mas pelas ameaças do presidente em abandonar de imediato o campeonato e, em consequência, alterar a situação de outras equipas.

Mário Figueiredo não considera preocupante esta situação, melhor dizendo, chantagem. Importante é cumprir a todo o custo a leviana promessa que o conduziu a um lugar que nunca deveria ocupar.



publicado por António Castro às 23:39
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 10 de Abril de 2012
Alargamento volta à discussão

Apenas três clubes - FC Porto, Sporting e Nacional - assumiram tomar uma medida para travar a farsa do alargamento da I Liga, decidida numa reunião em que se chegou ao cúmulo de aprovar a alteração para a próxima época, mantendo-se os actuais 16 clubes e mais os dois primeiros da Liga de Honra.

Este expediente apresentava-se como um primor da defesa de verdade desportiva, mas desde logo teve o veto da Federação.

A impugnação da famosa assembleia 12 de Março será agora apreciada pelo Conselho de Justiça da FPF e espera-se que não aconteça como noutros processos, em que se adiam as decisões para que a deliberação em última instância já esteja ultrapassada pelos acontecimentos.

Depois de tantos casos vergonhosos no passado, é altura do futebol português ser gerido com normas transparentes.

Haja agora vergonha!



publicado por António Castro às 20:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 21 de Março de 2012
UE apoia "fair-play" financeiro

Michel Platini não desiste de implementar o chamado fair-play financeiro e já conseguiu a anuência do vice-presidente da Comissão Europeia e Comissário da Concorrência, Joaquin Almunia, para defender esta causa. «Apoio plenamente os objectivos da UEFA, porque acredito ser essencial para os clubes de futebol ter uma base financeira sólida», garantiu o responsável da Comunidade.

A regra entrará em vigor na temporada de 2013/2014, e determina que um clube não pode gastar mais do que ganha. Caso seja quebrada, haverá sanções que podem variar de multas a exclusão das competições europeias.

Mário Figueiredo, desde há semanas presidente da Liga Profissional, apesar da proximidade de falência de mais alguns clubes portugueses e do desequilíbrio das contas de outros - os chamados grandes -, mostra-se insensível ao problema e continua a insistir no alargamento da I Liga, um campeonato em que os recintos apresentam bancada vazias ma maioria dos jogos, num País a atravessar profunsa crise.

A impunidade que campeia em Portugal sobre os clubes incumpridores não é prática possível na UEFA.

Federação e Liga que se cuidem.



publicado por António Castro às 18:39
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 21 de Agosto de 2011
Sporting a penar "forever"

Tanto alarido se fez com as contratações - umas a troco de de alguns milhões de euros e outras a preço de saldo - e o Sporting parece pior do que no termo da época passada.

A dupla considerada de sucesso Luís Duque/Carlos Freitas não terá sido feliz na escolha dos jogadores que colocou à disposição de Domingos Paciência, e alguns dos dispensados não faziam pior que os substitutos.

Aveiro demonstrou duas coisas: não são as arbitragens que fazem do Sporting uma equipa banal; os jogadores respeitaram mais um árbitro dos Distritais do que os conceituados - e bem remunerados - sob tutela da Liga. Criou-se um ambiente de tolerância por parte dos jogadores das duas equipas que facilitou a vida ao aveirense Fernando Martins, cujo trabalhou mereceu elogios pouco vulgares.

Ainda a propósito desta situação originada pela atitude de João Ferreira, a provocar autêntica greve sem cumprir os preceitos legais, espera-se que a Liga e o presidente da respectiva comissão de arbitragem, sempre tão apressado em defesa dos seus "subordinados", tenha agora a coragem de os punir severamente, e não arranjar atenuantes sem fundamente. A solidariedade não obriga a estas palhaçadas.

Quanto ao embate entre Beira Mar e Sporting, a conquista de um ponto acaba por ser um exagero.

Até certa altura Rui Bento pareceu apostado numa estratégia para vencer e acabou, mesmo perante a inoperância do adversário, por segurar o empate.

Os futebolistas de Alvalade ou mostram que valem mais ou obrigam o clube a pensar em nova gente antes  do final do mês. Caso contrário, Godinho Lopes terá um mandato, agora por falhanço nos investimentos, tão agitado como o de José Eduardo Bettencourt.

E os adeptos sofrerão forever.

 



publicado por António Castro às 23:15
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011
Crise no futebol espanhol

Dívidas aos jogadores, incluir no futuro acordo colectivo, que tarda em ser assinado, a obrigação de cederem os direitos de imagem aos clubes e contar como férias os dias em que estejam ao serviço das respectivas selecções são os principais motivos do litígio entre a Liga e a AFE (Associação de Futebolistas Espanhóis).

O diferendo agudizou-se com o anúncio de greve nas duas primeiras jornadas dos campeonatos profissionais (I e II Divisões) feito numa conferência de imprensa em que estiveram presentes alguns dos principais jogadores, casos de Casillas, Xabi Alonso, Fernando Llorente, Albelda, Puyol e Cazorla.
Luis Rubiales, presidente da AFE, revelou que no ano passado os clubes deviam a cem futebolistas cerca de 12 milhões de euros, montante que este ano subiu para 50 milhões, afectando o dobro dos jogadores.

Os dirigentes dos clubes preferem gastar verbas astronómicas com aquisições do que seguir uma política orçamental que permita cumprir os respectivos compromissos financeiros, e ousam retirar direitos desde há muito consagrados nos acordos.

Acabam por imitar, nas coisas más, os políticos deste conturbado mundo.

 



publicado por António Castro às 23:38
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 23 de Julho de 2011
Alertas de Fernando Gomes

«As conclusões apresentadas (estudo da Universidade Católica) traçam um diagnóstico exaustivo e completo dos últimos dez anos do futebol português e demonstram uma preocupação significativa. O endividamento crescente da indústria nos últimos dez anos e os seus níveis muito elevados, de alguma forma, questionam a sustentabilidade do actual modelo. Com esse endividamento, devem ser encontradas novas formas de financiamento e deve ser feita uma alteração dos modelos competitivos em que assenta o futebol português...  Há que manter o alerta para a necessidade de equilíbrio para factores de risco. A crise mundial em alguns casos é dramática, o acesso ao crédito tornou-se mais difícil, podemos ter dificuldades para o futuro. É preciso um ajuste na forma de financiamento e não endividamento exagerado.»

 

Excertos da entrevista de Fernando Gomes, presidente da Liga, concedida ao diário A Bola

 

 

As últimas semanas revelam que nem todos os dirigentes de clubes perfilham as preocupações do presidente da Liga. É certo que alguns investimentos ofereceram no passado recente bons rendimentos, mas afigura-se que, entre tantas e tão dispendiosas contratações, algumas acabarão por redundar em prejuízo. Por outro lado, será um engano pensar que o futebol conseguirá evitar a contaminação da grave crise financeira da Europa.



publicado por António Castro às 23:25
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 28 de Junho de 2011
Fernando Gomes faz "mexer" a Liga

A Liga, agora sobre a direcção de Fernando Gomes, continua a mexer. Na última reunião da assembleia foram dados passos na tentativa de credibilização do futebol e, se pertence aos clubes a decisão final, importa salientar que o actual direcção tem imprimido a dinâmica indispensável para proceder a alterações esquecidas pelos anteriores dirigentes.

A penalização, entre um a três jogos à porta fechada, para clubes cujos adeptos provoquem interrupções de jogo superiores a cinco minutos; castigar declarações sobre as equipas de arbitragem desde a sua nomeação até à hora do jogo com agravamento da pena cinco vezes superior; e testar, na próxima época, um sistema de avaliação misto dos árbitros, com recurso a meios audiovisuais, foram decisões que, independentemente dos resultados, indiciam que os responsáveis da Liga não se limitam à mera gestão dos campeonatos.

Haja alguém neste país que assuma na plenitude as missões para que foi escolhido.

 



publicado por António Castro às 18:03
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 2 de Março de 2011
Dignidade "leonina" na Luz

O Benfica assegurou a presença na final da Taça da Liga, graças a uma vitória sobre o os leões, embora menos convincente do que se esperava. Justa? Se marcou mais um golo do que o adversário, não se pode retirar o mérito aos jogadores da Luz. Assinale-se, no entanto, ser a segunda vez consecutiva que os encarnados marcaram o tento decisivo em tempo de descontos, e Jorge Jesus não se pode vangloriar de «nota artística».

Sorte? Neste aspecto, importa lembrar que os jogos acabam ao apito final do árbitro, e a concentração dos adversários deve redobrar nesses momentos nevrálgicos do jogo. De qualquer forma, se tivesse persistido o empate, nada garante que o desempate por grandes penalidades não ditasse o mesmo finalista.

A surpresa residiu no grau de oposição oferecido pelo Sporting, fruto de superior capacidade de ligação entre os diversos sectores, da inesperada inspiração de alguns jogadores que andaram meses seguidos a «penar» nos relvados, de persistência numa  toada mais ofensiva, sem constantes inibições.

Alguma coisa mudou na filosofia de jogo dos homens de Alvalade sob a orientação de José Couceiro, a permitir que os sportinguistas, embora sem festejarem uma vitória, também não saíram envergonhados da Luz.

O futuro dirá se esta melhoria constituiu apenas um acidente ou corresponde ao início de um período menos frustrante em Alvalade, a permitir a única meta possível esta época - o terceiro lugar na Liga.

 



publicado por António Castro às 23:48
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011
Nada de novo na frente

O Sporting, na deslocação ao Marítimo, manteve-se na onda dos quatro primeiros da I Liga - FC Porto, Benfica, nos lugares da frente, e Vitória de Guimarães em quarto lugar - e somou mais uma vitória com especial contributo de Zapater, marcador de dois golos, tal como acontecera na Taça da Liga, com o Penafiel.

Nada de novo, portanto, entre aqueles que lutam por um lugar europeu na próxima época, apesar do Nacional não ter resistido ao Benfica na Luz. Aliás, os madeirenses começaram por ceder perante a entrada de rompante dos encarnados, mas conseguiram, na segunda parte, libertar-se das «algemas» e chegaram a assustar ao reduzir a desvantagem para um golo. Só que os lisboetas descansaram quando Jara arrumou o jogo aos 89 minutos.

O FC Porto obteve um resultado magro para o nível do futebol praticado pela Académica, facto que confirma certa oscilação de rendimento que deve preocupar André Villas-Boas. Os mimos entre o treinador do Dragão e Jorge de Jesus, intensificados nos últimos tempos, podem constituir um expediente para transmitir ao conjunto nortenho motivos extras de motivação.

Paulo Sérgio, apesar da vitória na Madeira continua preocupado com a equipa, já que o abalo pela demissão do presidente está a desviar as atenções do essencial. Pelos vistos, os jogadores e o próprio treinador sentem-se «abandonados» pelos dirigentes ainda em exercício e mais preocupados com as movimentações dos bastidores.

O Vitória de Guimarães foi ganhar a Vila do Conde, mas os responsáveis do Rio Ave contestam a arbitragem e, inclusive, responsabilizam-na pela derrota, agravada por três expulsões. O «sal» de que o futebol não precisava.



publicado por António Castro às 23:47
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 8 de Janeiro de 2011
Alvalade com serenata à chuva

O Sporting de Braga entrou a todo o gás e encostou os leões às cordas durante dez minutos. O Sporting marcou duas vezes (11 e 13 m) e tudo acabou, no que respeita ao resultado, quando os bracarense reduziram a desvantagem (17 m).

Espectacular o tento de abertura, num lance insólito de calcanhar do jovem Diogo Salomão, substituto do lesionada Hélder Postiga (8 m), de boa visão de espaço de Juarés,a dar certa tranquilidade a Paulo Sérgio, e a segura exibição do guarda-redes Patrício.

A referência a estes lances decisivos denunciam, por um lado, o imprevisto do futebol - até ao primeiro golo, o Sporting não rematara uma única vez à baliza minhota - e o bom espectáculo proporcionado pelas duas equipas. Mais em esforço e nervoso» o apresentado pelos homens de Alvalade; com superior beleza na progressão para o ataque, aliada a velocidade por parte dos bracarenses.

O único senão terá residido nos altos e baixos, a espaços, dos dois conjuntos, situação que manteve sempre em aberto a incerteza do resultado.

Domingos Paciência lamentou-se de o Braga ter «perdido uma boa oportunidade de conquistar» a primeira vitória fora do Axa na Liga. Paulo Sérgio confessou: «Jogámos o que o jogo deu».

Deu a vitória verde e não interessa entrar no campo subjectivo da justiça ou da injustiça. Os golos é que valem.

A jornada mostrou nova afirmação de força do FC Porto sobre o Marítimo para desespero daqueles que viam na derrota frente ao Naval, na Taça da Liga, sinais de fraqueza no Dragão. Desenganem-se. 

 



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2010
Liga luta contra apatia da FPF

O presidente da FPF, afinal, recebeu uma carta de Jerome Valcke, secretário-geral da FIFA, em 12 de Novembro, a «solicitar respostas convincentes» sobre o caso da alteração dos estatutos. O responsável do organismo internacional, no entanto, desmentiu a ameaça de suspender os clubes e a selecção de participar nas provas europeias.

Desde aquela data, Gilberto Madaíl manteve-se silencioso, mesmo depois de serem marcadas eleições para 5 de Fevereiro, enquanto os mentores de algumas associações se mostraram insensíveis às consequências da sua rebeldia, receosos da perda de votos e, portanto, de protagonismo numa actividade com diferentes exigências desde a criação da estrutura ainda vigente.

Fernando Gomes, presidente da Liga, face à recusa da primeira figura da assembleia federativa em adiar as eleições, solicitou a marcação de uma assembleia extraordinária para 29 de Janeiro e resolveu interpor uma providência cautelar contra a realização do acto eleitoral. Pretende-se que os futuros dirigentes possam actuar em conformidade com o Regime Jurídico das Federações Desportivas, documento que, a avaliar pelo desenrolar do processo, não era desconhecido da FIFA, pois «foi elaborado em sintonia com as autoridades portuguesas».

Assim é tratado o futebol neste país de inacreditáveis vícios.



publicado por António Castro às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2010
Leões mais certeiros

Manuel Fernandes tinha muita esperança em se afastar dos últimos lugares da I Liga na segunda visita consecutiva do Sporting ao Bonfim. A espectativa não se confirmou porque o Vitória de Setúbal foi uma sombra da equipa que eliminou os leões da Taça de Portugal, e o conjunto orientado por Paulo Sérgio apresentou ligeira melhoria, mais eficaz no ataque do que se previa.

Aliás, terá residido na conjugação destes dois factores o «ar de graça» sportinguista, embora seja justo realçar que os jogadores de Alvalade pareceram mais motivados depois do propalado raspanete dos dirigentes.

De salientar, também, que algumas alterações introduzidas pelo técnico produziram resultados positivos, com realce para as actuações de Abel e consequente adiantamento de João Pereira, e a titularidade de Yanick Djaló.

O treinador espera que as férias de Natal sirvam para «limpar o disco rígido», mas continua a não haver garantias do computador funcionar em pleno nos tempos mais próximos.

 

 

 PERGUNTA DO DIA

 

O Sporting conseguirá atingir melhor rendimento

no próximo ano?



publicado por António Castro às 22:17
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Luís Duque atirado à fogu...

Beira-Mar sem futuro

Portugueses em minoria

Liga e a cegueira do alar...

Alargamento volta à discu...

UE apoia "fair-play" fina...

Sporting a penar "forever...

Crise no futebol espanhol

Alertas de Fernando Gomes

Fernando Gomes faz "mexer...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512