Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Sexta-feira, 13 de Setembro de 2013
Conceitos de Jardim e Fonseca

«Esta paragem beneficia mais o Olhanense e prejudica o Sporting. O Sporting viu-se privado de mais de 50% dos atletas que estavam a jogar, muitos com viagens de longa distância e outros que não jogaram pelas selecções e perderam ritmo. O Sporting não teve nenhuma vantagem com a paragem», considerou Leonardo Jardim na antevisão do encontro a realizar, no domingo, no Algarve.

Curioso contraste destas afirmações do treinador de Alvalade com as proferidas pelo seu homólogo do FC Porto, que receberá o Gil Vicente um dia antes e reportando-se a caso idêntico.

«Não sendo uma situação ideal, não pode servir de desculpa para nada e temos que conviver com ela», disse Paulo Fonseca, que considerou os barcelenses «a equipa-surpresa» do início do campeonato.

Sem qualquer intenção especulativa, eis duas mensagens diferentes que servem para avaliar a personalidade de treinadores com experiências diferentes.



publicado por António Castro às 18:32
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 25 de Agosto de 2013
Benfica evita KO fora de horas

O Gil Vicente pregou um susto ao Benfica na Luz. O seu treinador tentou arrumar a equipa de molde a segurar um adversário de maiores credenciais, mas nunca pensou que os encarnados facilitassem tanto os seus propósitos.

Ao longo do tempo, os jogadores de Barcelos ganhavam confiança pela ineficácia atacante do adversário, e uma oferta de Maxi Pereira a Diogo Valente deu-lhes o inesperado. Faltavam 21 minutos para o termo do encontro, o desespero reinava nas hostes benfiquistas, como era evidente nas reacções de Jorge Jesus.

Tempo suficiente para alterar o rumo dos acontecimentos, mas os derrotados da Madeira quiseram sofrer até depois da hora. Isto é, foi apenas nos descontos que Markovic (90+2) e Lima (90+3) transformaram uma derrota iminente numa vitória real.

Inspiração e sorte salvaram Jesus da recente onda de contestação, pois foram os sérvios os protagonitas, com um golo e duas assistências. Luís Filipe Vieira, por outro lado, pode manter a ideia de que «seria terrível para o Benfica começar novo ciclo.»

Pelo menos, até ver...



publicado por António Castro às 23:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 8 de Março de 2013
Dois golos e… descanso

Quinze minutos chegaram para o campeão em título marcar dois golos. Jogadores do FC Porto e técnico descansaram, enquanto os adversários da Costa do Sol ficaram convencidos que a partida estava resolvida.

Exibições de dragões e dos “amarelos” condicionadas pela vantagem prematura, poucos motivos de interesse concedeu ao encontro da Liga, pelo que se destacou a leitura dos acontecimentos feita por Vítor Pereira.

«Ganhámos com autoridade à equipa sensação do campeonato», disse o responsável portista.

Com autoridade pelas qualidades dos titulares e suplentes utilizados, não pelo rendimento do conjunto. Neste aspecto, a equipa da Amoreira segui-lhe as pisadas e apenas foi sensação pela negativa.

Natural que o pensamento de Vítor Pereira estivesse já concentrado noutros horizontes. Um mais perto (deslocação do Gil Vicente à Luz) e outro na Andaluzia (Málaga na Taça dos Campeões) e, portanto, se tivesse limitado a palavras de circunstância.



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 27 de Outubro de 2012
Jorge Jesus ganha aposta

Jorge Jesus começa a lidar com uma realidade nova em relação ao tempo em que entrou no serviço Benfica. Nessa altura, o clube apostou forte no reforço do plantel. Esta temporada, a politica do Luís Filipe Vieira foi vender mais e comprar menos, na tentativa de retirar dividendos da nova equipa B e, a longo prazo, da formação.

O Gil Vicente, única equipa que bateu o FC Porto nesta edição da Liga, não era o adversário ideal para o Benfica fazer gestão do plantel, mas o treinador resolveu estrear Luizinho e Ola John e conceder a titularidade a habituais frequentadores do banco de suplentes.

Confirmou-se que o espírito de vitória reina em todos os jogadores e, para surpresa de muitos, um dos candidatos ao titulo resolveu o jogo na primeira parte: um golo do estreante Luizinho, depois de Lima ter aberto o marcador, e o terceiro num remate de André Gomes, repescado há poucas jornadas da equipa B.

Jorge Jesus, no entanto, mostra-se realista: «Sem comparar valores, não me iludo. O campeonato é uma coisa, a Liga dos Campeões é outra, e para aqui vai dando. São jogadores que estão a crescer, podem errar, e temos de estar preparadores para isso. Ola John? É um jogador forte no um contra um e que no último terço decide. Esteve melhor em termos posicionais.»



publicado por António Castro às 23:38
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 19 de Agosto de 2012
Paulo Alves alerta Vítor Pereira

O Gil Vicente tem certa propensão para complicar a vida ao FC Porto. Na sequência da única derrota sofrida pelos campeões em título na Liga do ano passado, não permitiram que Vítor Pereira ganhasse avanço sobre dois rivais. Repetiu o empate da véspera do Braga na Luz.

Aliás, rezam as crónicas que a equipa do Dragão demonstrou pouco talento para alcançar um resultado positivo, enquanto os comandados de Paulo Alves tiveram a grande arma na organização defensiva.

O treinador portista considerou a arbitragem como responsável pelo resultado - «duas grandes penalidades não assinaladas contra os barcelenses» -, mas acabou por reconhecer carências na actuação dos jogadores e na manobra ofensiva. Acabou por ter a noção de que domínio e mais remates não chega para vencer.

«Defrontámos um adversário que se fechou muito. Recordo-me apenas de um remate à baliza de Helton. Jogou com os seus argumentos, foi uma equipa fechada, numa relva lenta, que não permite circulação rápida», referiu Vítorr Pereira, mas reconheceu: «Na primeira parte não acelerámos, procurámos espaços, mas só uma ou outra vez o conseguimos, e em ritmo lento. Aliado a isto, acho que o jogo esteve demasiado tempo parado. Tínhamos que esperar não sei quanto tempo para o reatar, com muita quebra de ritmo de jogo. Nunca tivemos sequência para impor velocidade maior. Na segunda parte procurámos forçar o bloco gilista, que não saía lá de trás, com mais envolvimentos e cruzamentos. Mas houve ainda mais quebras e mais tempos mortos. Bem espremido, dá muito pouco tempo de jogo corrido e muito parado.»

"Bem espremido", o FC Porto jogou abaixo das expectativas.

Paulo Alves foi mais pragmático: »Não foi o nosso primeiro objectivo não deixar jogar. Levam sempre estes resultados mais para demérito do clube grande do que para o mérito do mais pequeno. Não podemos ombrear de igual para igual com FC Porto, Benfica ou Sporting. Tivemos algumas dificuldades para preparar a equipa.» Concluiu: «Isso do "pontapé para a frente e fé em deus" já acabou. Mal seria se os orçamentos ou as cores das camisolas decidissem jogos.

Para bom entendedor, estas palavras bastam!



publicado por António Castro às 23:35
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 14 de Abril de 2012
Quarto troféu na "útima"... prova da Luz

 

A quarta vitória consecutiva em cinco edições da Taça da Liga enriqueceu o palmarés do Benfica. Coimbra foi o cenário da final com o Gil Vicente, mas o êxito (2-1) não fez vibrar como se esperaria os adeptos da Luz. Contraste flagrante com os fãs gilistas, que festejaram com exuberância a presença na final.

Situação compreensível pelas ambições dos dois clubes. A equipa de Jorge Jesus começou a época a pensar no campeonato, na Liga dos Campeões, na Taça de Portugal e, por fim, na Taça da Liga. O "fim" foi alcançado, as duas anteriores provas já estão fora da rota e o campeonato ainda é caso para resolver.

Paulo Alves, por seu turno, dada as potencialidades do plantel, não tinha objectivos de idêrntica grandeza, pelo que a presença na cidade dos estudantes já constituiu um marco na história do clube. O técnico, entretanto, viveu 83 minutos de jogo a acreditar no recurso às grandes penalidades, embora tivesse reconhecido que o adversário foi superior.

Aliás, não tanto como seria lógico, pois a salvação do Benfica esteve em Saviola, saído do banco para aproveitar um lance em que o adversário pecou por falta de discernimento.

Tudo isto contribuiu para alguma contestação ao técnico da Luz que, por sua vez, não encarou de frente a realidade do jogo ao afirmar: «É uma taça que cada vez tem mais importância em Portugal... Foi uma festa bonita.»



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012
Vítor Pereira inocente (?) na hora da derrota

Inesperadamente, o FC Porto caiu, rotundamente, perante o Gil Vicente, um "sem-abrigo", segundo o presidente do clube de Barcelos, António Fiusa.

Um pequeno "escândalo", como tantos outros que acontecem no futebol, não fosse o facto dos campeões perderem três pontos para o líder da Luz e o treinador do Dragão não ter contribuído para melhorar a sua imagem.

Sem colocar em causa as possíveis razões para as palavras proferidas por Vítor Pereira depois do encontro - «O resumo é este: nossa equipa má, Gil Vicente digno e arbitragem vergonhosa.» - registamos a ausência de autocrítica do treinador.

Não fará grande falta.

O presidente Pinto da Costa está atento e não deixará de fazer a avaliação aconselhada pelas adversas circunstâncias.



publicado por António Castro às 23:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 16 de Setembro de 2011
Cada cabeça, sua sentença

«Já considero uma tremenda injustiça não ter vencido o jogo. Perdê-lo, então, não sei o que seria. Respeito muito os meus adversários treinadores. Neste caso, é um treinador simpatiquíssimo. De qualquer forma, considerar este resultado justo, não sei. Estou satisfeito com a fé dos meus jogadores, acreditaram sempre. Se tivéssemos um pouco mais de cabeça, podíamos até ter vencido... O árbitro não teve uma noite feliz.»

 

Paulo Alves in Maisfutebol

 

«Olhando para os 90 minutos, na primeira parte houve momentos de maior caudal do Gil Vicente, mas foi o Olhanense a ter mais oportunidades. Na segunda, o Gil Vicente veio transfigurado para melhor. Custou-me um pouco o empate nos últimos minutos, mas reconheço que o resultado é justo. Se tivéssemos feito o segundo golo, podíamos ter matado o jogo, mas deixámos o jogo em aberto e acho que o empate se ajusta, num campo difícil.»

 

Daúto Faquirá in Maisfutebol

 

Gil Vicente e Olhanense começaram bem o campeonato, oscilaram na última jornada, e agora empataram. A opinião dos treinadores, no entanto, divergiu. O da equipa gilista considera o resultado uma injustiça, enquanto o algarvio ficou conformado com a divisão de pontos.    



publicado por António Castro às 23:25
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
Parabéns, Gil Vicente!

As gentes de Barcelos viveram uma madrugada de festa. Ao fim de cinco anos foram recompensados das penas vividas com a descida de divisão na secretaria, devido ao célebre caso Mateus.

Uma vitória do Gil Vicente sobre o Fátima na derradeira jornada da Liga de Honra permitiu a subida de escalão e o primeiro lugar no campeonato.

Um regresso que me permito saudar pela circunstância de a vida de meu pai me ter levado a permanecer cerca de três anos em Barcelos, ser sócio da colectividade durante esse período e acompanhar todos os jogos no Adelino Ribeiro Novo. Estava-se no início da década de 50, o clube militava no escalão secundário e integrei-me no espírito dos barcelenses em torno do Gil, da rivalidade com outros emblemas da região, nomeadamente  Vianense e Famalicão, infelizmente nem sempre pacíficas.

Razões mais do que suficientes para abrir uma excepção na filosofia deste blogue e deixar falar a saudade dos tempos de jovem passados no colégio da cidade, no convívio nocturno com os amigos no Café Arantes, enfim, uma parte marcante da minha adolescência.

Por tudo isto ouso enviar esta mensagens: Parabéns, Gil Vicente! Parabéns, barcelenses!



publicado por António Castro às 22:15
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Conceitos de Jardim e Fon...

Benfica evita KO fora de ...

Dois golos e… descanso

Jorge Jesus ganha aposta

Paulo Alves alerta Vítor ...

Quarto troféu na "útima"....

Vítor Pereira inocente (?...

Cada cabeça, sua sentença

Parabéns, Gil Vicente!

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512