Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Sexta-feira, 9 de Setembro de 2011
Pinto da Costa veta políticos

Tardou mas arrecadou. As eleições da Federação Portuguesa de Futebol, adaptados os estatutos ao novo regime jurídico, prometem animação, pelo número de personalidades que admitem candidatar-se à presidência, e também agitação pela distinta posição de diversos clubes.

António Sequeira, ex-secretário-geral do organismo, iniciou o lote dos assumidos, seguindo-se Filipe Soares Franco, ex-presidente do Sporting. Mais nomes já estavam na calha: Fernando Seara, presidente da Câmara de Sintra, e Hermínio Loureiro, ex-secretário de Estado da Juventude e Desporto e presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis. Por fim, Fernando Gomes, presidente da Liga (escolha da maioria dos clubes da Liga de Honra), e a possibilidade de Gilberto Madaíl querer e poder cumprir novo mandato.

Facto que pode gerar mal estar no Sporting é o presidente Godinho Lopes apoiar Hermínio Loureiro, quando o seu antecessor está disposto a candidatar-se. Poderá alegar que tinha desconhecimento dessa decisão, mas o recente almoço entre os principais responsáveis da Luz e Alvalade indicia que o tema esteve em discussão.

Pinto da Costa, entretanto, começou a mandar achas para a provável fogueira ao afirmar: «O FC Porto não vai apoiar ninguém. O Filipe Soares Franco é um homem do futebol, o Fernando Gomes também. O FC Porto só estará contra qualquer político que apareça para mandar no futebol, porque não acreditamos que políticos consigam discutir futebol com o Governo sem estar condicionados por cores partidárias.»

Fernando Seara e Hermínio Loureiro já têm as orelhas a arder...

 



publicado por António Castro às 18:18
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 18 de Abril de 2011
Associações andam a brincar

Após quatro horas de reunião, Júlio Vieira, presidente da AF Leiria revelou que foram «dados passos importantes» para se chegar a um consenso na alteração dos regulamentos da FPF.

Há cerca de oito dias, o vice-presidente federativo Amândio da Carvalho proferiu afirmações semelhantes, mais tarde desmentidas por Lourenço Pinto, o homem todo poderoso - como é possível? - da associação do Porto.

Desta feita, o presidente da FPF voltou a estar ausente, tal como o seu vice-presidente e o "inefável" dirigente associativo nortenho.

Quem pode garantir, portanto, que na assembleia prevista para o dia 30 serão tomadas as decisões exigidas pelo Governo, com o beneplácito da UEFA e FIFA?

Peçam ao FMI para tributar os clubes com mais impostos ou reduzir os encargos e tudo se resolverá.



publicado por António Castro às 23:07
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 12 de Abril de 2011
UEFA e FIFA podem imitar FMI

Enquanto a UEFA e a FIFA não passaram, por enquanto,das ameaças pela Federação Portuguesa de Futebol ainda não ter alterado os estatutos, o FMI, acompanhado de especialistas do União Europeia, já está a estudar em pormenor a situação do país para impor as regras do jogo e obrigar o Governo demissionário e os partidos mais representativos a compartilhar dos compromissos.

As associações de futebol voltaram a reunir-se e, ausente Gilberto Madaíl por doença, o vice-presidente Amândio de Carvalho revelou ter havido alguns avanços para se ultrapassar esta «minicrise». Uma decisão foi transferida para a tarde de segunda-feira, com perspectivas da assembleia geral do dia 30 ser finalmente conclusiva.

De assinalar que Lourenço Pinto, presidente da AF Porto, e Joaquim Evangelista, do Sindicato dos Jogadores, estiveram ausentes sem apresentar justificação, mas a direcção espera agora reunir todos os sócios de maneira a chegar a consenso sobre os artigos dos estatutos que têm merecido contestação.

Talvez não seja mau chegar a um acordo, pois não demorará muito que os organismos internacionais do futebol sejam os próximos a definir os destinos de Portugal.

Políticos e dirigentes desportivos que se cuidem, pois quem paga e tem a capacidade de mandar não gosta de ser contrariado e acaba por perder a paciência.



publicado por António Castro às 23:08
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011
Solidariedade tem limites

Gilberto Madaíl terá ficado satisfeito com o decorrer da reunião do Conselho de Presidentes da Liga, realizado com o fim de encontrar consensos para se conseguir que, na assembleia geral extraordinária da FPF, no sábado, seja aprovada a alteração dos estatutos em consonância com o Regime Jurídico das Federações Desportivas.

Não compareceram todos os clubes, mas o actual presidente federativo ficou com esperanças de, finalmente, o futebol entrar na normalidade regulamentar e tenha possibilidades de restabelecer os contratos-programas agora suspensos. Revelou, entretanto a intenção de se recandidatar se for aprovada a proposta liderada pela Liga dos Clubes.

Horácio Andrade, o candidato que reunia os votos das associações contestatárias, decidiu-se pela retirada, enquanto o benfiquista Fernando Seara anunciou, que disputaria o lugar de presidente, caso os estatutos fossem alterados.

Ainda não há muitas semanas o presidente da Câmara de Sintra garantira que nunca disputaria a liderança a Gilberto Madaíl, mas a sua solidariedade em relação ao ainda presidente teria limites. Pelo menos os da ambição do poder, já que não poderá acumular ordenados. Ou entrará no número das excepções, das quais o próprio Presidente de República prescindiu.



publicado por António Castro às 23:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2010
A Federação dos Segredos

O dia futebolístico foi agitado pela informação veiculada pelo Diário de Notícias sobre eventual propósito da FIFA excluir os clubes portugueses e a selecção das competições europeias da próxima temporada, caso não sejam aprovados estatutos de acordo com as normas estabelecidas no Regime Jurídico das Federações Desportivas.

Os dirigentes associativos favoráveis à mudança lembraram terem solicitado há muito tempo o cumprimento das determinações governamentais. Os adversários dessa ideia - acusados de pretenderem apenas não perder poder nas assembleias - consideram estranho que Joseph Blatter esteja preocupado com este problema e sugerem tratar-se de uma forma de pressão que nada tem a ver com a FIFA.

O presidente da assembleia geral da FPF garante não ter conhecimento oficial da ameaça da entidade máxima do futebol mundial e mostra-se admirado com as preocupações do seu presidente. Avelino Rocha Ribeiro refere: «Não sei como se pode impor a uma federação que aprove novos estatutos», mas está disposto a adiar a data das eleições, para  realizar uma assembleia extraordinária com o fim de discutir mais uma vez as polémicas mudanças.

Curiosas estas declarações, todas sustentadas numa notícia ainda não confirmada, tanto pela FIFA como por Gilberto Madaíl, que teria supostamente recebido uma carta de Joseph Blatter sobre a necessidade de resolver o problema, e insistido verbalmente junto do presidente da FPF quando da escolha das sedes dos Mundiais de 2018 e 2022. Estranhas recomendações de quem se mostra sempre tão intransigente com a interferência dos governos no futebol.

Tudo isto é tão surrealista como a Casa da TVI.



publicado por António Castro às 23:51
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 24 de Setembro de 2010
Paciência exclusiva para Domingos

Domingos estava quase a perder a paciência com o comportamento dos bracarenses neste início de campeonato, e já ambicionava conquistar o quinto lugar, quando na época passada esteve, até certa altura, em despique pelo título e conseguiu o apuramento para a fase eliminatória da Liga dos Campeões. 

O regresso de Mossoró, depois de longa ausência por lesão, contribuiu para o reencontro com as vitórias e concedeu mais confiança a quem trabalha no clube minhoto e alento redobrado aos indefectíveis adeptos.

Que seja o pinto de partida para viver alegrias de tempos recentes, mas convém ter a noção que não será fácil atingir o mesmo patamar, agora com a equipa empenhda em mais frentes, em especial a difícil prova europeia.

Carlos Queirós ganhou mais um round no combate com a FPF: o Tribunal Arbitral do Desporto levantou-lhe a suspensão de seis meses aplicada pelo ADop e o treinador poderá exercer livremente a profissão. Dentro de dois meses se saberá qual a análise que aquela entidade internacional fará do comportamento do técnico no estágio da Covilhã.

Começa a faltar a paciência, entretanto, para aquelas vozes que, mesmo sendo contrárias à contratação de Carlos Queirós, não perdem a oportunidade de zurzir em Gilberto Madaíl e Amândio de Carvalho, responsabilizando-os por todo este processo.

O curioso é que entre os críticos surgem ex-dirigentes que trabalharam com eles, «engoliram» situações idênticas - ou piores - e estiveram calados até rebentar o escândalo na comunicação social após a participação no Mundial da Coreia-Japão.

Nunca os vi, mas dizem que asas só têm os anjos...



publicado por António Castro às 23:40
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 6 de Março de 2009
Liga manietada e FPF sem força

Gilberto Madaíl defende que o "licenciamento dos clubes que participam nas competições europeias seja transposto para a realidade nacional, para travar os salários em atraso."

Reconhece que algumas das alterações importantes apresentadas nas assembleias da Liga são rejeitadas pelo clubes - facto que compreende! - e adianta que aquela entidade deve ter "mão pesada para os infractores" e "exigir regras de participação financeira".

O discurso do presidente da FPF anda em círculo e, à primeira vista, não existem esperanças de o problema ser resolvido com brevidade, para não se assistir ao espectáculo da Amadora, ao pagarem parte do salário de um mês entre vários em atraso. 

Revela, entretanto, que a breve alteração do regime jurídico e dos estatutos da Federação, concederão a este organismo capacidade para interferir num problema em vias de se transformar em epidemia, pois cada dia que passa surge o nome de mais um clube em dificuldades financeiras.

Por estas palavras não se compreende o papel da FPF, única entidade que representa o futebol a nível das instâncias internacionais (UEFA e FIFA). Afinal, quem decide são os clubes através da Liga  e conforme as suas conveniências, como antes eram as Associações de acordo com interesses regionais.

Pouco há a esperar de uma estrutura defeituosa e cheia de alçapões...

 


tags: , ,

publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008
FPF atinge meta mas corrida continua

A Federação Portuguesa de Futebol tomou finalmente uma posição. Acertada ou não - a verdade absoluta é coisa difícil de encontrar seja qual for a matéria em discussão, e muito menos quando se movem os interesses que proliferam no futebol, que até podem ser apenas de simpatia clubística - vingou a proposta de Gilberto Madaíl aos seus colegas federativos  e que apontava para aceitar o parecer emitido pelo professor Freitas do Amaral.

Considerada, assim, válida a decisão dos cinco elementos do Conselho de Justiça da FPF que se pronunciaram sobre o processo enviado pela Comissão Disciplinar da Liga, o órgão máximo do futebol português, ao abrigo da declaração do interesse público coloca ponto final no caso em termos desportivos. Mas continuará no Tribunal Administrativo, para o qual enviará recursos sobre as providências cautelares solicitadas pelo Boavista, Pinto da Costa e pelo presidente do Conselho de Justiça Gonçalves Pereira, aceites por aquele tribunal.

Quer isto dizer que os campeonatos profissionais serão homologados, com a descida do Boavista e a manutenção do Paços de Ferreira na I Liga, e a suspensão de dois anos aplicada a Pinto da Costa. Sobram decisões sobre as II e II Divisões, com processos ainda não concluídos.

E, não menos importante, conhecer a posição da UEFA quando chegarem ao seu conhecimento estes factos. Percorrida uma etapa, a tortuosa corrida ainda não acabou.  


tags: ,

publicado por António Castro às 19:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Pinto da Costa veta polít...

Associações andam a brinc...

UEFA e FIFA podem imitar ...

Solidariedade tem limites

A Federação dos Segredos

Paciência exclusiva para ...

Liga manietada e FPF sem ...

FPF atinge meta mas corri...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512