Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»

Sábado, 14 de Dezembro de 2013
Sporting em alta voltagem

O Sporting continua embalado. O Belenenses, que já causou alguns estragos ao FC Porto e Benfica com empates (1-1), respectivamente no Restelo e na Luz, apenas assustou o Sporting até ao momento em que o árbitro assinalou (mal) uma grande penalidade transformada por Adrien Silva.

E o árbitro voltou a errar, em sentido contrário, ao deixar passar uma falta sobre Montero dentro da área.

Notório que o golo sofrido naquelas condições afectou os homens do Restelo, embora mantivessem por cerca de meia-hora o marcador inalterado.

A pressão exercida pelos leões depois do intervalo foi decisiva e excelente jogada de Carrillo permitiu a André Martins bater de novo o guarda-redes azul, que ainda foi desfeiteado por Wilson Eduardo.

O Sporting entrara na segunda parte com elevada rotação, repetindo o espectáculo e os golos dos melhores momentos de anteriores jogos.

Leonardo Jardim mantém um discurso positivo, mas recusa a euforia: «Mais importante que a classificação é trabalhar sobre o nosso processo, é mostrar intensidade, disciplina táctica e qualidade. Mostrámos isso tudo num jogo equilibrado. Sabíamos que o adversário ia colocar intensidade e grande poder físico e muito jogo directo, partindo o jogo, o que é difícil para quem quer pressionar. Na segunda parte voltámos a ser melhores que o adversário, que teve menos intensidade e com isso criámos desequilíbrios.»

Nas próximas seis jornadas surgirão sinais se o Sporting será esta época candidato ao título.



publicado por António Castro às 23:37
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 20 de Outubro de 2013
Sporting acelera

Leonardo Jardim prometeu que o Sporting respeitaria o Alba, a actuar nos campeonatos distritais. Apesar proceder a algumas alterações na plantel não o descaracterizou, e o desfecho foi uma goleada das antigas (8-1), tanto mais que Montero estava lá e acrescentou três golos aos obtidos por Wilson Eduardo, Rojo,Capel, Vítor e Slimani.

Os leões continuam na prova, mas a grande festa em Alvalade pertenceu a Pesquina, pelo tento de honra da equipa de Albergaria.

A I Liga deixou de contar com dois clubes. As vítimas chamam-se Belenenses, que caiu perante a Académica no Restelo, na marcação de grandes penalidades (2-2 e 3-5), e Nacinal da Madeira, ao baquear perante o Santa Maria, do terceiro escalão, por um tento.

Um tomba-gigantes para desconforto do técnico Manuel Machado, que não optou por poupar  jogadores.

Aconteceu Taça... no Minho.



publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 4 de Outubro de 2013
Benfica cede mais pontos

Na Luz e na Pedreira aconteceram demasiadas desilusões no dia obrigatório a reflexão (28 de Setembro) em véspera de eleições. Os adeptos do Benfica viram a sua equipa perder mais dois pontos. O Braga continua demasiado oscilante e Jesualdo Ferreira viu fugir mais três pontos. No dois encontros o espectáculo foi, com a excepção de poucos lances, decepcionante, tal como os árbitros também não estiveram nos dias mais felizes.

Belenenses (empate) e Sporting (vitória) foram os únicos "premiados" destes incaracterísticos confrontos.

Cardozo voltou a indicar o caminho do golo e a equipa da Luz entrou em desaceleração, por excessiva confiança, além de Jorge de Jesus  prescindir de alguns titulares a pensar na deslocação a Paris.

O "azul" Diakité estabeleceu a igualdade, mas os benfiquistas mantiveram o mesmo ritmo até ao momento em que sentiram a vitória em perigo. José Mota, no entanto, tinha tomado precauções e os seus jogadores reforçaram a vigilância sobre os adversários, pressionados e sem condições para alterar o rumo dos acontecimentos.

Os assobios regressaram à Luz, tal como as acusações de Luís Filipe Vieira às arbitragens: «Nas primeiras seis jornadas, temos quatro penalties por assinalar a nossa favor e dois golos marcados em fora-de-jogo. Não sei se já há faixas encomendadas por alguém, mas quero relembrar que continuamos a depender de nós.»

Montero mostrou-se, mais uma vez, determinante no Sporting: marcou o tento de abertura e "esteve" na expulsão do bracarense Santos, a uma hora do final do desafio.

Mesmo assim, muito tempo se esperou na Pedreira por uma decisão. Cedric foi o protagonista do golo (86 m) que permitiu ao técnico Leonardo Jardim derrotar o seu conhecido Braga.



publicado por António Castro às 17:19
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 27 de Agosto de 2013
Confiança perigosa do Braga

O Sporting de Braga sofreu para derrotar o Belenenses. Argumenta-se que Jesualdo Ferreira alterou o plantel com a nova moda da gestão do plantel,quando nesta altura da época aquilo que se compreende é testar algumas unidades e esquemas tácticos.

Todos viram, no entanto, certa sobranceria dos bracarenses, em especial depois da grande penalidade apontada por Edinho. De tal forma que os azuis do Restelo empataram bastante mais tarde (74 m) e estiveram perto de sair da Pedreira com o primeiro ponto da prova.

Valeu o forcing final dos anfitriões e o êxito da iniciativa de Aderlan Santos quando passava um minuto dos 90.

«Depois do golo do empate foi notória alguma maturidade desta equipa, o que me deixou satisfeito, porque foi capaz de não perder a organização, de não entrar no jogo directo, de perceber que o Belenenses baixou demasiado e que era importante decidir no último terço do campo. Fomos felizes no golo, mas antes não tínhamos sido em dois ou três lances do Rúben Micael», reconheceu Jesualdo Ferreira.

Alegar compensações para momentos de infelicidade não sugere realismo.



publicado por António Castro às 18:12
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 8 de Julho de 2010
Cenas tristes de clubes

Os casos da União de Leiria e do Belenenses são, no mínimo, surrealistas. Anunciar o despedimento de um treinador que, segundo parece, ainda não foi notificado do facto pela direcção do clube, e cancelar os treinos da pré-época sem conhecimento de Lito Vidigal denuncia qualquer coisa de nebuloso no comportamento das partes interessadas, além de intrigante para os jogadores. Talvez por este comportamento, Carlos Carvalhal, «escaldado» dos tempos de Alvalade, tenha recusado o convite dos leirienses para ocupar uma vaga ainda inexistente.

O Belenenses tem um novo presidente e os dirigentes que conduziram os azuis do Restelo até às eleições tinham contratado Baltemar Brito para dirigir a equipa na II Liga, embora o clube corra o risco de não cumprir os pressupostos para disputar uma competição profissional. Decisão duplamente discutível, face à perspectiva de estar previsto a chegada de um novo «timoneiro» e da falta de garantias para  inscrição na Liga.

João Pinho de Almeida, o presidente eleito, um mês depois daquela decisão comunicou aos accionistas, em assembleia geral da SAD, a dispensa dos serviços do treinador contratado, por «não ter o perfil desejado», e já anunciou o seu favorito.

Um futebol dirigido por semelhante gente poderá alguma ter direito a ser campeão do mundo?

 



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 14 de Março de 2010
Elogio aos últimos

Se evita a descida ou não, o tempo dirá. A vitória do Belenenses em Olhão justifica que se registem apenas as prestações do Benfica e do Sporting - a dos encarnados difícil mas sem hipotecar a luta pelo titulo; a dos leões «supersónica» na corrida pelo acesso à Liga Europa.

Vinte jogos (sete meses) estiveram os azuis do Restelo sem ganhar e, com a corda a apertar dolorasamente a garganta, ainda mostram ânimo para ganhar no terreno de um adversário a pisar terrenos mais seguros nos últimos tempos.

António Conceição, que não conseguia inverter a marcha para o abismo que levara à saída do Restelo de João Carlos Pereira, conseguiu que os jogadores acreditassem naquilo que ninguém - e porventura muitos continuam a pensar - ser impossível.

A perseverança é uma das melhores qualidades do ser humano, pelo que se respeitam as afirmações do ex-treinador dos romenos do Cluj proferidas no Algarve:«Agora a luz ao fundo do túnel fica mais forte».



publicado por António Castro às 23:49
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 13 de Fevereiro de 2010
Últimos colocam «grandes» em xeque

Belenenses e Leixões deixaram, respectivamente na Luz e no Mar, uma mensagem que deveria ser apreendida por outras equipas supostamente com maiores potencialidades.

António Conceição, ao contrário do que dissera na véspera Jorge Jesus - «Toda a gente tem medo do Benfica, até sonham com o Benfica, em termos tácticos» - incutiu nos jogadores do Belenenses ambição quanto baste para não deixar o guarda-redes Quim tranquilo e, naturalmente, não foi ingénuo ao ponto de deixar que os encarnados fizessem gato sapato da sua defesa.

Houve dignidade dos azuis do Restelo e Jorge Jesus viu-se obrigado a recorrer ao cansaço de alguns jogadores para justificar a vitória por apenas um golo de Cardozo.

Do Leixões, com o comando técnico entregue agora ao espanhol Fernando Castro Santos, teriam que se esperar cautelas e pouco mais. Afinal, enfrentou com dignidade a habitual teia portista, enredada em si própria, no meio-campo e à frente, e nem um golo deixou marcar.

A distância para o Benfica, embora com um jogo a menos, e em relação ao Braga, começa a perturbar Jesualdo Ferreira. Justificou o empate, em percentagem mínima, à inoperância da equipa, e a restante foi endereçada para o trabalho do árbitro.

Discurso inédito do treinador portista.  



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 31 de Outubro de 2009
Belenenses mete alfinete no Dragão

João Carlos Pereira nunca esperaria que os seus jogadores saíssem do recinto do FC Porto com um ponto. Pecúlio curto, é certo, mas importante num confronto em que os azuis do Restelo lutavam pela fuga aos últimos lugares, e os do Dragão pretendiam aproximar-se o mais possível do topo da tabela.

Jesualdo Ferreira não estava habituado, nos últimos anos, a sofrer tanto em jogos com equipas menos cotadas, e reconhece que ainda não conseguiu afinar a máquina de acordo com as pretensões de manter o título e assegurar novo penta.

«Não é fácil jogar em espaços reduzidos, sem possibilidades de aplicar os nossos processos» constitui o melhor reconhecimento dos problemas actuais do plantel.

No passado recente, nem nos espaços reduzidos de certos relvados - não foi o caso, pois apenas estava a referir-se ao processo táctico utilizado pelo adversário - encontrava problemas para amealhar os três pontos.

Além de meterem apenas um «alfinete» - nunca uma lança - no Dragão, os pupilos de João Carlos Pereira deitaram um pouco de sal na Liga, antes do confronto entre os dois líderes de cores encarnadas: visita do Benfica ao Braga.

Duelo de clubes e de treinadores e, certamente, de muita emoção nas bancadas. Espera-se que todos os «meninos» se portem bem. 



publicado por António Castro às 02:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
Belenenses contraria lógica

Começou a Liga e, a partir de agora, os jogos são a doer. O período de preparação deu as primeiras indicações, criou fortes espectativas em muitos clubes, mas tudo será diferente a partir da abertura, entre o Leixões e o Belenenses.

Confronto a denunciar, aliás, que a lógica pode ser desmentida a qualquer momento. João Carlos Pereira estava a preparar no Restelo uma equipa para a II Liga e, de repente, os azuis foram - pela segunda vez - repescados por irregularidades na inscrição de alguns adversários do ano passado.

E aconteceu o imprevisto: o conjunto da «segunda» foi empatar ao campo do Leixões, a grande vedeta da «primeira» durante largos meses da época passada.

Não será, certamente, uma surpresa isolada, pelo que quem pretende atingir os objectivos traçados nos últimos meses terá de demonstrar em campo a capacidade para atingir essas metas.

Aguarde-se pelo desenrolar dos acontecimentos já neste domingo.



publicado por António Castro às 23:53
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 23 de Maio de 2009
Até à vista, Belém e Trofa

Um histórico e um estreante disseram adeus, pelo menos durante uma época, à ribalta do futebol português.

O Belenenses, depois de ter apostado, já em desespero, em Jaime Pacheco, ainda tentou o impossível com o treinador de juniores Rui Jorge, numa atitude de desespero que tudo indicava ser tardia.

O Trofense pensou na "chicotada" mais cedo, o treinador Tulipa  conseguiu inverter a tendência de descida, mas também não evitou a despromoção.

Carlos Cardoso, um símbolo do Vitória de Setúbal, voltou a salvar desportivamente o clube. Um contributo para atenuar o descalabro financeiro em que caiu a velha colectividade sadina, cuja continuidade está nas mãos de pessoas que, pelo seu passado, oferecem garantias de evitar a repetição de certos erros.

A vida é feita de altos e baixos, e lisboetas e trofenses merecem uma palavra de carinho e incentivo. Os "azuis" do Restelo, apenas um dos quatro clubes com o título de campeão na prova máxima, já viveram situação idêntica e regressaram há anos ao convívio dos grandes.

A porta não está fechada aos despromovidos, assim dirigentes e adeptos saibam alicerçar o futuro em bases mais sólidas.



publicado por António Castro às 23:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009
FC Porto com "armas" para a Europa

Na véspera do primeiro confronto de portugueses no reatamento da Liga dos Campeões (fase eliminatória na caminhada até à final), o Belenenses cumpriu o último jogo da jornada da Liga em Matosinhos.

Salvas as devidas proporções - e objectivos, - a equipa de Jaime Pacheco hoje, tal como o FC Porto de Jesualdo Ferreira amanhã (em Madrid, frente ao Atlético da capital espanhola), disputou um jogo de transcendente importância.

Os "azuis" do Restelo não conseguiram libertar-se do último lugar, mas tiveram a possibilidade de amealhar um ponto no confronto com o conjunto que José Mota transformou em sensação na presente temporada. O sofrimento continuará para as bandas do Restelo.

Ao mais alto nível, Jesualdo Ferreira tenta acabar com a "maldição" do FC Porto nas últimas temporadas, ao quedar-se nos oitavos-de-final da prova. O empate que Jaime Pacheco arrancou no Mar já não desagradaria aos portistas, mas Jesualdo Ferreira e os seus jogadores aspiram a mais. Aliás, com legitimidade, pois o Atlético de Madrid está a ressurgir de longos anos de penumbra e não tem primado, a nível interno, pela regularidade exibicional e de orientação técnica - sofreram recente chicotada psicológica.

Os trunfos estão na mão dos portugueses, assim os saibam lançar no relvado no momento certo.  



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009
Futebol não precisa de problemas

Os portugueses são peritos em criar problemas. Quando não existem, inventam-nos. Ao escrever estas palavras estou a lembrar-me de um colega no jornal que, quando terminava qualquer tarefa, perguntava: "Precisa de algum problema?"

O futebol deste País, realmente, já tem preocupações suficientes que ninguém mostra interesse ou capacidade para resolver, mas o nosso poder criativo - para a polémica - faz gala em manter as águas permanentemente agitadas.

O Belenenses encontrou uma expressão inglesa no regulamento da malfadada Taça da Liga cuja interpretação considera legitimar a sua participação na meia-final com o Benfica, no lugar do Vitória de Guimarães.

O director desportivo do Sporting, Pedro Barbosa, ainda há pouco tempo acusado de manter um silêncio prejudicial ao clube, dadas as funções que desempenha, criticou o ausência de qualquer dirigente do FC Porto no sorteio (?) da mesma prova.

 Com os dados já lançados há vários meses, inclusivé o local do jogo, pode questionar-se qual o interesse em estar presente só para saber se o adversário era o Benfica ou o Sporting.

Qualquer obra não se concretiza com palavras; torna-s indispensável agir. Porque não tentam os responsáveis seguir esta via? Proporcionaria ao futebol português um média -average - muito superior 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Sporting em alta voltagem

Sporting acelera

Benfica cede mais pontos

Confiança perigosa do Bra...

Cenas tristes de clubes

Elogio aos últimos

Últimos colocam «grandes»...

Belenenses mete alfinete ...

Belenenses contraria lógi...

Até à vista, Belém e Trof...

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512