Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2013
Jesus “ganha” menos uma prova

O Benfica, segundo repetem com frequência os responsáveis – directivos ou técnicos – joga sempre para ganhar.

De tempos a tempos, Jorge Jesus garante que o grande objectivo da época consiste na reconquista do campeonato, deixando para segundo plano a Taça da Liga, a Taça de Portugal e a Liga Europa, esta prova de compensação pelo afastamento da Liga dos Campeões.

A deslocação a Braga confirma aqueles objectivos. Apresentou alguns jogadores menos rodados, apesar de responder desabridamente ao jornalista nas primeiras declarações na TV, quando confrontado com certa poupança do plantel: «Quem são os titulares? Eu não sei; você sabe?

Ficamos pelos menos com a ideia que o treinador da Luz ficou satisfeito em se libertar de um compromisso que considera de plano inferior.

Jorge de Jesus terá as suas razões, mas se falhar a Liga nada acrescentará ao seu palmarés no Benfica.



publicado por António Castro às 23:48
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 16 de Fevereiro de 2013
Leõezinhos de “unhas” afiadas

Eric Dier, Tiago Ilori, Zezinho e Bruma. Conhecem? São jogadores da equipa B do Sporting chamados a titulares por Jesualdo Ferreira para o jogo em Barcelos.

Estiveram nos melhores e piores momento da equipa leonina, mas contribuíram, com o golo de Capel, para vencer o Gil Vicente. Mais do que isso, cometeram uma “proeza” – desde ao final da época passada a equipa não marcavam três golos num desafio da Liga.

Um dia depois de escrevermos que o clube de Alvalade estava a «definhar», eis que surge uma surpresa desportiva, devida ao risco assumido pelo treinador.

Jesualdo Ferreira, que aceitou continuar – por quanto tempo? – apenas com a “prata da casa”, disse agora: «Quero dar os parabéns a todos os jogadores, mas não posso deixar de salientar os mais novos, que fizeram aqui um jogo de adultos. Houve um ou outro erro, que significou golos sofridos.»

Concluiu: «Se numa altura do jogo foi nítida essa falta de experiência, em outras foi a fantasia deles e a sua criatividade que acabaram por proporcionar um bom espectáculo…Ganharam claramente esta aposta.»

O treinador também tem direito a parabéns.



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2013
Dragões em alta e leões a definhar

O FC Porto somou mais três pontos na deslocação ao Beira-Mar sem grande exibição, compensada com a habitual capacidade ofensiva. O ganês Atsu, regressado do CAN, estreou-se a marcar pelos portistas teve a primeira contribuição para o êxito, e o jamaicano Jackson deu o golpe final nas aspirações dos aveirenses cerca de 40 minutos mais tarde.

Vítor Pereira esqueceu a exibição e deu ênfase ao facto de Mangala ser expulso, indevidamente na sua opinião. A equipa, no entanto, mesmo com menor brilho, não larga o topo.

Contraste com o que acontece em Alvalade. Desta feita, a “derrota” foi a perda de Xandão, devido a cláusula do contrato que o conselho directivo leonino não teve possibilidades financeiras para cumprir. Isto sem falar de alegados salários em atraso.

Jesualdo Ferreira continua a encarar a desastrosa situação dos leões com certa filosofia: «Não foi agradável, mas são situações que surgem na nossa vida. Financeiramente, não fomos capazes de acompanhar as propostas que recebeu. O Xandão foi um jogador que evoluiu bastante, tem boas condições e é apetecível no mercado. Neste contexto, ficamos reduzidos ao que temos. Estes são os jogadores que temos e é com estes que vamos para a guerra e para a luta com o objectivo de conquistar aquilo que queremos.»

De admirar o estoicismo de um treinador com um currículo valioso, a constituir bom exemplo para os jogadores.



publicado por António Castro às 23:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2013
Alemães anestesiados

Jorge Jesus arriscou na visita ao Bayer Leverkusen e, ao contrário do que tem acontecido noutras ocasiões e com diversos clubes, atingiu em pleno os objectivos – poupar e ganhar.

O Benfica não cometeu loucuras ofensivas na fase inicial da partida, tanto mais que as condições climatéricas eram desfavoráveis para os portugueses, e conseguiu controlar a manobra dos alemães.

Depois do intervalo “arregaçou um pouco os punhos” e Cardozo fez o golo que concede uma vantagem, embora escassa, promissora para o encontro da Luz.

O resultado não permite euforias, mas concede alguma confiança, se o treinador do Leverkusen não apresentar em Lisboa uma estratégia para um Benfica mais agressivo do que em terras germânicas.



publicado por António Castro às 23:10
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013
Fergusson segura Mourinho

«Apeteceu-me estrangular Cristiano Ronaldo!» Desabafo de Rio Ferdinand quando o português marcou o tento do empate em Santiago Bernabéu. Este constitui o maior elogio do defesa inglês ao seu ex-companheiro de equipa no final do encontro da Liga dos Campeões, resultado que, teoricamente, concede maiores probabilidades a Alex Fegusson de continuar em prova.

José Mourinho tem legitimidade para alimentar aspirações, tal como Mircea Lucescu, apesar do Shaktar ceder também um empate 2-2) perante a Juventus, mas tanto ingleses como italianos tem demonstrado grande qualidade durante a temporada.

O treinador do Real Madrid, por seu turno, tem dupla tarefa, pois a Decima ficou um pouco mais longe, tal como acontece na Taça do Rei – empate na capital espanhola – os troféus matematicamente ao alcance  dos merengues.

Eventuais desaires poderão ser decisivos no futuro imediato do El Especial, agora considerado vulgar.



publicado por António Castro às 23:03
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013
Paços… acelerado

O treinador Paulo Fonseca começa a retirar dividendos surpreendentes do trabalho no Paços de Ferreira. Depois do encontro na Pedreira deixou o Braga a quatro pontos do terceiro lugar, o último com acesso a participar na Liga dos Campeões.

José Peseiro, por seu turno, começa a sofrer contestação dos adeptos, apesar do presidente ter garantido que vai completar a época no clube. António Salvador, no entanto, coloca condições: «Mas há que arrepiar caminho.»

O Paços de Ferreira deu a entender logo nos primeiros minutos que tentaria aproveitar a oportunidade para retirar os três pontos aos anfitriões e teve no peruano Pablo Hurtado o trunfo para minar a confiança do adversário. Aos dois golos do peruano na primeira parte juntou um terceiro de Cícero passado cinco minutos do intervalo, e a decisão do encontro parecia encontrada, com as bancadas em polvorosa.

Ambiente que não impediu a reacção dos bracarenses, a reduzirem a desvantagem para um golo cerca dos 60 minutos. No tempo restante os pacenses souberam resistir ao ataque continuado dos pupilos de Peseiro, mas já sem clarividência e força anímica para dar a volta ao resultado.

O técnico tem de rectificar as falhas detectadas, enquanto o presidente alerta os jogadores: «Motivação? O ordenado ao fim do mês é sagrado.»

Em Braga não se permitem desculpas.



publicado por António Castro às 15:48
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013
FC Porto gosta de sofrer…

O golo de Targino ao sétimo minuto foi encarado como um “acidente” normal. Estar em desvantagem nunca constituiu, esta época, especial problema, pois a maior capacidade dos portistas acabou por se impor.

Havia muito tempo, pensou-se no Dragão, desde as bancadas ao relvado, para aproveitar o colapso do Benfica na Madeira e, finalmente, ficar isolado no topo do campeonato.

A sobranceria nem sempre se apresenta como boa conselheira, e nem o empate de Jackson (55 m) alterou a toada da equipa, que ainda resistiu ao falhanço de um penalty marcado pelo jamaicano.

Manuel Cajuda, com o decorrer dos minutos, procurou que o Olhanense acautelasse as linhas recuadas com o objectivo de retirar capacidade ofensiva e serenidade ao adversário, embora tenha apresentado outra versão: «Não fomos nós que colocamos o autocarro em frente à baliza, fomos empurrados para lá. Gostaria que não tivesse sido assim. Quando é feito na perfeição, o método defensivo tem tanto mérito como o atacante. Foi uma primeira parte inteligente da nossa parte; a segunda parte premeia o nosso estatuto de sofredores.»

Vítor Pereira, sem esconder desalento, confessou: “O Olhanense apanhou-se em vantagem muito cedo e depois fechou-se. Fomos desperdiçando ocasiões e perdemos dois pontos numa altura em que não estávamos à espera. Esperava ficar isolado na liderança do campeonato.»

Aconteceu o impensável. A incerteza permanece quanto ao título.



publicado por António Castro às 17:29
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Benfica em dia de emoções fortes

Três expulsões – os benfiquistas Cardozo e Matic e o nacionalista Marçal –, um auto-golo de Mexer a anular o tento do madeirense Diego Barcelos, e um segundo empate, desta vez por Mateus, a responder a remate certeiro de Urreta, marcaram um jogo que o Benfica não podia perder para se manter a par do FC Porto.

Naquela altura ainda faltavam 37 minutos para o termo da partida e havia a expectativa dos lisboetas rectificarem processos e alterarem o rumo dos acontecimentos, dada a pressão atacante.

Os nervos, no entanto, afectaram a sua capacidade de reacção e o guarda-redes Bracali redimiu-se de um ou outro erro e deu valioso contributo para se manter o empate.

Jorge Jesus não se mostrou desanimado: «Perdemos dois pontos, mas este não é um passo atrás na luta pelo título.» E, como mais tarde se verificou, revelou qualidades de vidente: «O resultado não afecta a equipa. Já tinha dito que este campeonato não se iria resolver directamente entre o Benfica e o FC Porto. Na minha opinião, as equipas vão perder pontos pelo caminho. Infelizmente fomos os primeiros. Mas isso não nos tira a confiança e determinação.»

Impensável que alguém levasse a sério estas palavras, face ao compromisso do rival portista. Inesperadamente aconteceu.



publicado por António Castro às 12:27
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 10 de Fevereiro de 2013
Sporting precisa de pára-quedas

Mais uma derrota em Alvalade. O Marítimo foi o feliz contemplado com o mau momento do Sporting, mas reconheça-se que teve mérito. Conseguiu, tal como outras equipas, vulgarizar o plantel sportinguista.

Jesualdo Ferreira, aliás, não esconde a realidade: «É um momento que se tem que registar como negativo na história do clube. Não me recordo do Sporting ser o pior ataque do campeonato após 18 jornadas.»

Os leões afastam-se progressivamente dos lugares com acesso a provas europeias e, em consequência, aproximam-se dos últimos lugares.

Caso não arranjem com celeridade um pára-quedas, clube e treinador passarão por momentos dramáticos.



publicado por António Castro às 21:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

Sábado, 9 de Fevereiro de 2013
Cristiano encanta “merengues”

Três golos na baliza do Sevilha, defendida pelo português Beto. Gento superado ao obter 183 golos pelo Real Madrid, tornando-se no sexto melhor goleador na história do clube de Santiago Bernabéu.

Cristiano Ronaldo continua na crista da onda e conquistou definitivamente os adeptos do Madrid. Como comprova a estrondosa ovação quando foi substituído bastante cedo por José Mourinho.

Segue-se agora o Manchester United, onde o madeirense se afirmou como um dos melhores jogadores do mundo, facto que nunca esquece, tal como o carinho que sente pelo treinador Alex Fergusson.

A Decima – troféu que o clube espanhol persegue desde há anos – constitui o maior objectivo de dirigentes, técnicos e jogadores.

Cristiano Ronaldo também demonstra grande esperança em conquistar pela segunda vez a prova europeia e não esconde para onde pende agora o seu coração.



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013
Blatter conformado

A suspeita de 680 jogos manipulados agora anunciados pela Europol não parece ter preocupado o primeiro responsável do futebol mundial. Em causa estarão encontros de apuramento de Campeonatos do Mundo e da Europa e da Liga dos Campeões.

Sepp Blatter, perante esta mega fraude, considera: «Estamos a falar de jogos, e nos jogos há sempre batota. Nunca deixará de existir.» Além disso desvalorizou os dados apresentados, sublinhando de que não são novos. «Sabemos que há resultados de resultados combinados e também sabemos que é muito, muito difícil, chegar às organizações.»

A FIFA, com os actuais dirigentes, parece subestimar o problema. Assim é dirigido o futebol ao mais alto nível.



publicado por António Castro às 20:23
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013
Candidatos aos montes

Nomes de potenciais candidatos a dirigir o Sporting surgem em catadupa, mas por agora apenas Carlos Severino e Bruno Carvalho revelaram essa intenção, tendo este associado disputado com Godinho Lopes as últimas eleições e perdido por escassos votos. Surge agora com o mesmo vigor e exclama: «Como é bom estar de volta, como é bom ser do Sporting!»"

Os dirigentes ainda exercício, entretanto, informaram a CMVM que foi suspensa a reforma financeira do clube até ao conhecimento dos novos órgãos sociais.

Sabendo-se que dois bancos estão a financiar o Sporting em montantes avultados, estranha-se que haja tanta gente com disponibilidades financeiras ou acesso fácil a empréstimos em período de crise.

Alguém anda a mentir neste pais: Governo ou empresários. Aquele tudo faz para os portugueses andarem de tanga; estes não demonstram receio de assumir elevados riscos numa actividade tão desregrada económica e financeiramente.



publicado por António Castro às 20:12
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013
Selecção sem chama nem classe

Paulo Bento considerou, depois do colapso frente ao Equador, que a selecção fez coisas boas e menos boas.

O treinador viu um Cristiano Ronaldo a fazer poucas coisas ao seu nível, e o resto foi incrivelmente mau, a roçar o escandaloso.

Os equatorianos deram uma lição de como se aproveita um jogo-treino para aperfeiçoar a manobra da equipa e actuaram como se tratasse de uma partida oficial. Determinação, velocidade, clarividência e virilidade, – por vezes em demasia – contrastaram com o comportamento dos portugueses.

Os últimos quatro jogos, com uma derrota e três empates, não auguram nada de bom para os restantes compromissos na qualificação do Mundial de 2014 – Israel, Azerbaijão e Rússia.

Portugal arrisca-se, a manter-se esta passividade de treinador e da maioria dos jogadores, a ter o desgosto de não se apresentar em terras brasileiras.

Mais que desilusão para os emigrantes seria uma vergonha.



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013
Braga “desaparece” no nevoeiro

Tudo aconteceu no dia seguinte. O nevoeiro em Paços de Ferreira obrigou a interromper a partida com o Sporting de Braga quando faltavam cerca de 15 minutos para o apito final.

Em jogo estava o terceiro lugar no campeonato, e no dia seguinte aconteceu o inesperado, pois o empate era suficiente para a equipa de José Peseiro permanecer no pódio.

Manuel José apenas precisou de poucos minutos do tempo em falta para marcar um golo, o Paços de Ferreira ultrapassar os bracarenses e criar um ambiente tenso em torno do treinador do adversário.

Consequência da austeridade também ter chegado aos clubes. Para manter o equilíbrio financeiro, o recurso consiste em dispensar jogadores aliciados pelo estrangeiro.



publicado por António Castro às 20:27
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013
Alvalade precisa de paz

Os elementos dos órgãos sociais do Sporting renunciaram, finalmente, ao mandato para que foram eleitos em 27 e Março de 2011. Demasiado tarde, pois tinham-se evitado afirmações despropositadas e contundentes dos principais actores desta infeliz novela.

A partir de quarta-feira continuam a gerir o clube até a realização das eleições marcadas para 23 de Março. Espera-se que este período seja de maior acalmia, substituindo o clima de guerrilha pela paz e respeito, e se ainda conseguirem fazer qualquer coisa de positivo, tanto melhor.

O Sporting dispensava esta página negra que a maioria dos actuais dirigentes inscreveu na sua história.



publicado por António Castro às 21:42
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512