Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sábado, 30 de Abril de 2011
Sporting: mais do mesmo

Os adeptos de Alvalade viveram momentos de esperança no início do encontro com o Portimonense, mas tudo voltou à normalidade - vulgaridade, adiante-se - após o intervalo.

O regresso de Ismailov depois de uma época inteira parado - lesões, confusões e o mais que só o despedido Costinha saberá - a nova imagem de Matías Fernandez e a recuperação de forma de Yannick proporcionaram momentos de vibração e, melhor do que isso, dois golos.

Pensava-se que tudo estava resolvido, mas foi puro engano. Os algarvios não tinham perdido a esperança de conquistar pontos e a maior pressão da equipa de Carlos Azenha enervou os leões e, a partir do golo adversário, quase se instalou o pânico em Alvalade.

As expulsões de André Santos e João Pereira foram responsáveis pelo sofrimento dos minutos finais, imprevisível após a primeira vintena de minutos.

O árbitro terá ajuizado mal alguns lances, mas as atitudes de prifissionais que deixaram a equipa reduzida a nove elementos não podem ser perdoadas. Argumentar com a tensão dos acontecimentos é esconder a realidade: falta de respeito pelo árbitro cultivada pelos jogadores, em especial quando se trata de um compatriota.

Se fosse estrangeiro, portavam-se que nem cordeiros...

 



publicado por António Castro às 23:37
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011
Dívidas de clubes a futebolistas

Os casos de incumprimento salarial por parte dos clubes participantes nas Ligas profissionais continuam a aumentar. Joaquim Evangelista reuniu-se com os futebolistas do Leixões que, segundo algumas notícias, tem quatro meses e meio de ordenados em atraso.

O presidente do Sindicato do Jogadores terá prestado esclarecimentos sobre os contornos da situação e, nomeadamente, revelado os direitos dos lesados e indicado o caminho a seguir em situação tão delicada.

Os responsáveis da Liga e da entidade que representa o futebol português a nível internacional, a Federação, mantêm um silêncio, no mínimo estranho.

Também neste sector, considerado agora importante para os interesses do país devido aos últimos sucessos na Liga Europa, campeia a impunidade.

 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 28 de Abril de 2011
Encarnados no caminho do FC Porto

Ao considerar que o FC Porto tem praticamente garantido um dos lugares da final da Liga Europa, haverá alguém que conteste a afirmação ao lembrar uma situação tantas vezes repetida - "em futebol tudo é possível".

Parece impossível, no entanto, que o Villarreal, neste momento, tenha argumentos - desportivos e psicológicos - para afastar a equipa de André Villlas-Boas da viagem a Dublin.

Os espanhóis lamentam-se de oportunidades desperdiçadas antes do tento de Cani pouco antes do intervalo e de outra logo a seguir ao reatamento. Os portistas podem vangloriar-se da eficácia dos diversos sectores e de possuir  um autêntico «predador» chamado Falcão. Situação, aliás, que se repete a nível nacional e teve agora significativa expressão frente a um dos outsiders da Liga espanhola nos últimos anos.

Do Benfica e do Sporting de Braga já o bom senso aconselha a maior prudência. Jorge de Jesus voltou a ganhar a Domingos Paciência, mas os lisboetas apresentam-se no AXA apenas com «meio golo» de vantagem. Se os bracarenses conseguirem fazer a bola passar a linha de baliza de Roberto apenas uma vez e a sua defesa e Artur Morais segurarem os encarnados de Lisboa, tem a via aberta para o jogo do tudo ou nada.

Neste caso, o bom senso aconselha a não correr riscos, embora o percurso do Benfica na Liga garanta possuir maiores potencialidades.

Trata-se de um caso, aqui sim, em que "tudo é possível".



publicado por António Castro às 23:49
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 27 de Abril de 2011
Mourinho com mais duas batalhas

A "guerra" entre o Real Madrid e o Barcelona desta temporada ainda não terminou e a Liga dos Campeões inclui três batalhas.

A primeira já foi ganha pelos catalães ao vencerem em Santiago Bernabéu o encontro da primeira eliminatória das meias-finais. Messi foi o herói com a marcação de dois golos, mas apenas depois de Pepe se ter tornado no carrasco da própria equipa.

Até este momento, também fatídico para José Mourinho, pois foi para "trás das grades" junto ao relvado, assistira-se a mais do mesmo. O Barça a desenvolver o famoso tiki-taka, cuja única vantagem se manifestava na estatística da posse de bola, e os merengues a explorar com rapidez as mais ocasionais posses de bola para desenvolver velozes contra-ataques. Tudo já demasiado visto, a roçar o enfadonho, com excepção da fenomenal jogada de Messi a fixar o resultado final.

Seguir-se-ão as duas restantes batalhas. Uma, certamente imediata, terá como palco os bastidores da UEFA e "réus" o futebolista Pepe, pela falta que todos os madrilenos dizem não ter cometido, e o treinador português, devido à expulsão e às afirmações proferidas na conferência de imprensa, com ataques subtis  - ou nem tanto - a Pepe Guardiola, ao Barcelona e a certas estruturas da UEFA.

O Nou Camp será o cenário da última batalha, sendo a guerra provavelmente favorável aos catalães, depois dos acontecimentos na capital do País.



publicado por António Castro às 23:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 26 de Abril de 2011
Raúl com camisola e sem final

O espanhol Raúl andou quase sempre nas bocas do mundo desde a pré- temporada. Primeiro pela incerteza da permanência no Real Madrid, depois por se tornar figura influente nos alemães de Schalke 04, inesperado semi-finalista da Liga dos Campeões.

Apesar do jogador ter a noção da capacidade do Manchester United, nunca esperou que os comandados de Alex Fergusson decidissem praticamente a eliminatória em Genselkirchen. Os golos de Giggs e Rooney, além do excelente futebol praticado pelos britânicos, tornaram tudo mais fácil para a equipa de Old Trafford.

Os alemães podem orgulhar-se - conjugada com alguma felicidade - da resistência oferecida até ao intervalo. Raúl viu satisfeito o anterior pedido de trocar a camisola com o seu ídolo Giggs, o "jovem" galês de 37 anos, ainda uma referência do Manchester United, como se viu na marcação do primeiro golo. Excesso do "gentileza" que o espanhol dispensava...



publicado por António Castro às 23:25
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 25 de Abril de 2011
Renascer espírito

tags: ,

publicado por António Castro às 02:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 24 de Abril de 2011
Messi e Puskas: comparação impossível

Atravessa-se uma fase de inflação de estatísticas. Por tudo e por nada surge a referência de que um clube, um jogador - pela positiva ou negativa -, atingiu números nunca antes conseguidos.

A última "façanha" foi atribuída a Messi, desde muito novo ao serviço do Barcelona e considerado pela FIFA o melhor jogador do

mundo pelo segundo ano consecutivo.

O argentino marcou 50 golos esta temporada e bateu o recorde de Puskas, um húngaro que representou o Real Madrid e, inclusive, a seleção de Espanha, e cujo máximo foi de 49, na época de 59/60.

Todos sabem como são falíveis as estatísticas quando estão separadas por anos de distância, portanto reportadas a tempos totalmente diferentes.

Neste como noutros casos apenas se conseguem apresentar números, aliás de maneira falaciosa.

As notícias referem que Messi obteve 31 golos na Liga, 7 na Taça do Rei, 9 na Liga dos Campeões e 3 na Supertaça, na segunda mão frente ao Sevilha, num total de 49 jogos, 

E Puskas, quantos encontros disputou? Certamente menos, pois a sua carreira decorreu num tempo com menor número de competições e, por consequência, de jogos.

Razão pela qual estas comparações envolvem sempre algo de especulativo.

 



publicado por António Castro às 22:02
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 23 de Abril de 2011
Moreira "sombra" para Jesus

Paradoxo! Um êxito numa final de competição desportiva não deixou o vencedor satisfeito. Coimbra foi palco da festa dos benfiquistas pela terceira conquista consecutiva da Taça da Liga, mas ficaram a pairar muitas reticências, não propriamente pelo mérito, mas face às dúvidas que o Paços de Ferreira incutiu nos hostes encarnadas, quanto às mais recentes opções de Jorge de Jesus na gestão do plantel.

Até o excelente trabalho desenvolvido pelo terceiro guarda-redes do plantel acabou por ser factor de crítica. Todos acabaram por reconhecer que Moreira não deveria ter sido votado ao ostracismo durante tantos meses.

Jorge Jesus ainda tem oportunidade de atenuar a decepção que se vive na Luz, após os momentos de euforia da época passada, mas só terá sucesso caso tenha aprendido alguma coisa nas últimas semanas.

 



publicado por António Castro às 23:23
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 22 de Abril de 2011
Pausa no secundário

Uma sexta-feira transformado em dia especial para a maioria dos portugueses desde há séculos, por motivos da religião dominante no país.

Este ano da (des)graça de 2011 tem, pela força das circunstâncias - negativas para a maioria da população - um significado redobrado de sofrimento, dada uma crise sem contornos definidos quanto à extensão dos sacrifícios a exigir aos mais desfavorecidos.

Por isso, recusamos falar dos folclores do futebol. Haja uma dia na vida em que nos preocupemmos com as coisas importantes da vida.

 



publicado por António Castro às 20:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 21 de Abril de 2011
Só os burros não mudam de opinião

«A final da Taça serviu para que o Madrid tivesse a primeira recompensa numa temporada em que, agrade ou não o seu futebol, merece algum prémio. Se é o de menor valor? Não, é um grande prémio, pois a Taça é uma competição muito bela, muito vistosa e disputada. Agora, vem aí a meia-final da Liga dos Campeões, duelo que decidirá quem é, entre os dois grandes do futebol espanhol, o autêntico campeão. A Champions decidirá, por isso, o reinado espanhol», escreveu Cruyff, na habitual coluna de opinião no jornal El Periodico.
Antes, a antiga estrela holandesa passou em revista a final da Taça do Rei, elogiou o sistema táctico com que José Mourinho construiu a sua equipa e considerou que «no global da partida não se pode dizer que o Real Madrid não fez por ganhar».

 

Site de A Bola

 

Johan Cruyff elogiou, pela primeira vez, José Mourinho. Ainda recentemente considerou que o português «não era um treinador de futebol, mas um treinador de resultados».

Algo se passa com a ex-estrela do futebol holandês, um dos principais protagonistas da selecção denominada "Laranja Mecânica" - ao contrário do que se diz, o tão propalado tiki-taka do Barcelona apenas tem alguns fundamentos dessa verdadeira máquina de jogar futebol - para se mostrar tão condescendente com os processos do português.

Louve-se este momento de... bondade de Cruyff.

   



publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 20 de Abril de 2011
FC Porto "apaga" Benfica

Jorge Jesus perdeu a oportunidade de disputar a final da Taça de Portugal, presença que muitos davam como garantida depois da vitória no Dragão.

Excesso de optimismo das gentes benfiquistas? Algum, mas outros factores mais importantes explicam por que razão a equipa de André Villas-Boas "mudou o destino" da eliminatória.

O determinante é que os lisboetas, depois de terem ultrapassado, em certa medida, a crise de início da temporada, atravessam nova fase irregular, seja por lesões, fadiga e, eventualmente, por erros de cálculo do treinador. As vozes que na época passada o consideravam bestial, começam a apontar-lhe defeitos e, se surgirem mais desilusões, terá entrada directa na conhecida adjectivação oposta.

Os portistas, pelo contrário, têm mantido impressionante regularidade, e conseguiram fazer uma gestão do plantel sem afectar de forma dramática o rendimento do plantel.

De 2 de Fevereiro (0-2 no Dragão) a 20 de Abril (1-3 na Luz) - quase três meses sem justificação plausível - muita coisa mudou nas duas equipas, sem menoprezar as influências - negativas ou positivas - em termos psicológicos.

E a realidade é que o Benfica mostra-se mais fragilizada e o FC Porto revela muita personalidade, qualquer que seja a vertente em análise.

 



publicado por António Castro às 23:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 19 de Abril de 2011
André insaciável

Benfica e FC Porto voltam a encontrar-se esta temporada. Estará em disputa um lugar na final da Taça de Portugal e a vantagem, desta feita, está teoricamente do lado dos encarnados, graças aos dois golos marcados no primeiro jogo no Dragão.

André Villas-Boas, no entanto, quer mais para coroar a surpreendente carreira que conduziu os portistas ao título, matematicamente garantido há semanas na Luz e avisa, embora sem menosprezar o valor do adversário: «A motivação é total e podemos mudar o destino.» Pressente-se que o treinador-sensação da temporada acredita ainda em superar os números da derrota da primeira mão.

Os responsáveis do clube lisboeta resolveran manter silêncio sobre o encontro, deixando para Kardec as "despesas" das declarações, face ao castigo, que hoje termina, aplicado ao técnico, e, agora, a Rui Costa.

Um descanso na troca de "galhardetes", bem necessário pelo ruído da política.

 



publicado por António Castro às 23:43
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 18 de Abril de 2011
Associações andam a brincar

Após quatro horas de reunião, Júlio Vieira, presidente da AF Leiria revelou que foram «dados passos importantes» para se chegar a um consenso na alteração dos regulamentos da FPF.

Há cerca de oito dias, o vice-presidente federativo Amândio da Carvalho proferiu afirmações semelhantes, mais tarde desmentidas por Lourenço Pinto, o homem todo poderoso - como é possível? - da associação do Porto.

Desta feita, o presidente da FPF voltou a estar ausente, tal como o seu vice-presidente e o "inefável" dirigente associativo nortenho.

Quem pode garantir, portanto, que na assembleia prevista para o dia 30 serão tomadas as decisões exigidas pelo Governo, com o beneplácito da UEFA e FIFA?

Peçam ao FMI para tributar os clubes com mais impostos ou reduzir os encargos e tudo se resolverá.



publicado por António Castro às 23:07
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 17 de Abril de 2011
Agora o "jogo" é de palavras

Decididas quase todas as questões do campeonato, com os resultados a pautarem-se praticamente pela lógica, os intérpretes - activos e passivos - do futebol preocupam-se mais em mandar "piropos" uns aos outros.

Depois da conquista matemática do título, André Villas-Boas é um dos faladores de serviço mais excitado e, por tudo e por nada, passou ao ataque, quando se fala do "seu" FC Porto.

Depois das afirmações de José Couceiro na sequência da partida do Dragão com o Sporting, a propósito da colocação do banco dos suplentes, apressou-se a considerar as suas declarações «estapafúrdias». Se há pessoas que sabem o que se passa no recinto dos portistas, o actual treinador dos leões será um deles e, talvez por isso, a indignação da Villas-Boas foi rapidamente comungada pelo presidente Pinto da Costa.

A força da equipa nortenha, em termos futebolísticos, alardeou nova manifestação de superioridade, apesar dos sportinguistas terem inaugurado o marcador. Falcão acabou por ser o obreiro de mais uma vitória das 25 conseguidas em 27 jogos da Liga.

O Benfica, com uma equipa inicial sem alguns dos titulares, devido ao próximo compromisso com os portistas na Taça de Portugal, e Jorge Jesus de castigo nas bancadas, teve alguma dificuldades para desfeitear a defesa do Beira-Mar. Ainda marcou um segundo golo, mas acabou com uma vitória tangencial.

Quarta-feira haverá espectáculo na Luz com a visita do FC Porto, e espera-se que se criem condições para não estragar o espectáculo. Deseja-se que os dirigentes não contribuam para acirrar os ânimos dos adeptos. 



publicado por António Castro às 23:16
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 16 de Abril de 2011
Clássicos para observadores verem!

Sem atravessar a fronteira entre Portugal e Espanha, graças à televisão, podem ver-se dois clássicos com cerca de 24 horas de intervalo.

No Dragão, tal como aconteceu em Santiago Bernabéu, estarão duas equipas em situações diferentes. O F Porto já ganhou matematicamente o campeonato ao receber uma sombra do Sporting de anos passados. O Real Madrid tem mais uma vez perdido o campeonato espanhol, dado o empate cedido no confronto com o Barcelona e manteve a desvantagem em oito pontos. 

Assistiu-se apenas a um aperitivo para a final da Taça do Rei e as meias-finais da Liga dos Campeões, as oportunidades que restam a José Mourinho para evitar um jejum de títulos em quase dez anos de carreira. Assinale-se, como curiosidade, o facto dos dois golos serem obtido de grande penalidade, marcados por... Messi e Cristiano Ronaldo. 

O FC Porto apenas defende, nesta prova, a invencibilidade, mas André Villas-Boas parece ter atravessado na garganta os dois pontos "oferecidos" aos leões no encontro de Alvalade, e não gostaria de repetir a situação. Além de o afirmar explicitamente, acrescenta: «Os clássicos são para se ganhar.» José Couceiro alheia-se dos 32 pontos que separa as duas equipas e garante: «Temos muitas hipóteses de vencer.»

Quem diria?



publicado por António Castro às 23:35
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512