Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sábado, 31 de Julho de 2010
FC Porto demora a acertar

O FC Porto perdeu em Paris o jogo de preparação com a antiga equipa de Pauleta, depois de desperdiçar várias oportunidades de marcar e consentir, no período de descontos, um golo de Traoré.

Nesta fase da época trata-se de um resultado normal, pois os técnicos procuram acertar modelos de jogo em função dos jogadores disponíveis, e em alguns casos os plantéis ainda podem sofrer alterações, por entradas e saídas. Veja-se o exemplo recente de Alvalade no que se refere à transferência de Veloso para Itália.

Os dragões poderão ter mais dificuldades em atingir a desejada e imperiosa establização, dada a mudança de treinador e o novo, André Villas-Boas, ter assumido uma ruptura com os processos do passado. O curioso é que os mais atentos observadores ainda não entenderam os objectivos do técnico, a equipa continua a apresentar-se deficitária no capítulo da finalização e o substituto de Jesualdo Ferreira continua a salientar os progressos verificados de jogo para jogo.

Quais? Alguém sabe explicar?



publicado por António Castro às 23:53
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 30 de Julho de 2010
Caso Queirós corre risco de «prescrever»

A direcção da FPF esteve reunida durante quatro horas e só tomará uma decisão face ao parecer do Conselho de Disciplina (a quem foi entregue o inquérito elaborado pela entidade responsável pelo controlo antidoping), que pretende ouvir Carlos Queirós. O seleccionador, entretanto, chegou ontem a Lisboa e mostrou vontade de resolver o problema o mais breve possível.

Veloso acabou por transferir-se de Alvalade para os italianos do Génova, por troca com o médio espanhol Zapater. 

Por fim, o Benfica goleou o Sunderland no Algarve (4-1) depois de estar a perder ao intervalo e sentir alguma dificuldade para controlar os ingleses, pelo que o treinador da Luz considerou ser «um bom treino».

Quem esperava que houvesse uma conclusão sobre o caso do seleccionador esqueceu-se que o documento entregue pelo secretário de Estado Laurentino Dias era um relatório elaborado por uma entidade sobre a sua tutela e nunca poderia conduzir a uma decisão, tanto mais que não contemplava a audição do principal visado. Portanto, apesar das promessas de celeridade, será difícil haver novidades quando se iniciar a qualificação para o Europeu 2012. Mais uma processo que pode prescrever antes do «julgamento».

O Sporting, com alguma lentidão, altera o plantel que Paulo Sérgio deseja elevar a patamares próximos dos principais rivais. Com compromissos internacionais já a decorrer e os nacionais a aproximarem-se, os responsáveis do Sporting precisam de acelerar o passo. Caso contrário, só têm possibilidades de ver o comboio passar... 



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 29 de Julho de 2010
Marítimo goleia e leões oscilam

A jornada internacional foi totalmente positiva para os portugueses. Duas vitórias na Liga Europa, a juntar à dos bracarenses na Liga dos Campeões, permitiram o pleno.

Os oito golos marcados pelos madeirenses aos Bangor City (País de Gales) não deixarão de constituir um marco na história do clube e, face à capacidade das forças em presença, garantir a continuidade na prova. Os maritimistas entraram em clima de euforia, ao qual não ficou alheio o técnico Van der Gaag.

Paulo Sérgio não terá tantos motivos para sorrir, pois o Sporting, depois da prometedora digressão aos Estados Unidos, mostrou-se menos esclarecido na Dinamarca, onde defrontou um adversário - FC Nordsjaelland - também acessível. A ineficácia atacante ficou expressa apenas num golo de vantagem dos portugueses - possível de ser confirmado em Alvalade.

A irregularidade da exibição, no entanto, faz lembrar o passado recente e deve causar preocupações aos responsáveis.



publicado por António Castro às 23:13
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 28 de Julho de 2010
Minho a caminho da élite

O Sporting de Braga meteu uma lança no... Axa. Ao contrário do que prevíamos, não necessitou de atingir os limites para despachar o Celtic para Glasgow com três golos no bornal.

Uma surpresa? Embora experiente de que no futebol o inesperado acontece com frequência, era difícil admitir que os escoceses concedessem tantas facilidades aos minhotos que, por sua vez, não atingiram um nível de rendimento provável com mais tempo de treino e jogos.

Mas aconteceu e, felizmente, para os bracarenses, agora bem mais serenos na deslocação ao terreno do adversário.

Serenidade não que dizer displicência, ideia expressa por outras  palavras, tanto pelo treinador Domingos Paciência como por jogadores. Tanto mais que o técnico Neil Lennon terá ficado com uma espinha atravessada na garganta...

A fase de grupos da Liga dos Campeões está mais perto de Braga, mas guardem-se os foguetes para a altura certa.

 



publicado por António Castro às 22:46
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 27 de Julho de 2010
Jogar nos limites é obrigatório ao Braga

O Sporting de Braga vive um momento especial; a estreia na pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Um marco na história do clube minhoto, a exigir da parte dos jogadores uma entrega especial. Ao treinador Domingos Paciência, os trabalhos da pré-temporada não se apresentam tão animadores como na época passada e, por outro lado, o sorteio mostrou-se menos favorável do que desejaria, embora continue com um discurso de confiança.

O Celtic, não é, de forma alguma, invencível, mas a experiência internacional dos seus jogadores está em vantagem comparado com os bracarenses.

A maneira como decorrer o confronto no Axa já permitirá uma ideia sobre as hipóteses dos minhotos em continuar na prova. Importa, sobretudo, conseguir um resultado com o mínimo de garantia de segurar em Glasgow a conhecida «cavalgada» dos escoceses.

A medalha e bronze do marchista (20 km) João Vieira, a repetir o resultado de há quatro anos em Gotemburgo, e a qualificação para a final do comprimento de Naide Gomes no primeiro ensaio, nos Europeus de Atletismo iniciados em Barcelona, salientaram-se no noticiário nacional que, em termos futebolísticos, assinalou nova vitória do Benfica, agora no Algarve, frente ao Sunderland (2-0).

No rescaldo deste jogo ressaltou certo incómodo de Jorge Jesus na abordagem à ausência do guarda-redes Roberto, substituído por Júlio César e Moreira, um em cada parte. As exibições do guarda-redes espanhol começam a preocupar os benfiquistas na proporção directa do elevado investimento.

 



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 26 de Julho de 2010
RAI oculta erros da arbitragem

Quando cresce o movimento favorável à adopção das novas tecnologias para tornar o futebol mais transparente - melhor, as decisões do árbitros menos sujeitas a erros -, eis que em Itália será imposta um determinação em sentido contrário.

A RAI anunciou que a partir de 29 de Agosto, data do início do campeonato, cortará as repetições das imagens mais polémicas, e os assuntos da arbitragem serão apenas abordados por elementos ligados ao sector.

Numa altura em que o presidente da FIFA parecia mais aberto a pressionar os membros da International Board a tirar partido de meios mais sofisticados em benefício da verdade do jogo, os italianos enveredam pura e simplesmente pela censura de imagens.

Cada vez se percebe melhor a razão por que José Mourinho ficou desencantado com a experiência italiana e, conseguido o seu principal objectivo, forçou a saída para outras paragens muito antes do termo do contrato.

 



publicado por António Castro às 23:58
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 25 de Julho de 2010
Conclusões são prematuras

O Sporting conquistou o New York Football Challenge, torneio em que participou com o Manchester City e Tottenham. A vitória sobre a equipa de Mancini e o empate com a londrina concedeu-lhe o troféu, já que o regulamento também atribui pontos ao golos marcados e, no caso de igualdade com o Tottenham prevaleceu menos um golo sofrido.

Paulo Sérgio optou por uma nova equipa neste segundo jogo e encontrou a chave do problema na inspiração de dois chilenos - Matias Fernández e a recente aquisição Jaime Valdés, autores dos golos. Liedson voltou e o treinador não se alongou sobre o assunto ao afirmar que «os problemas resolvem-se no balneário».

O FC Porto derrotou a Sampdória na apresentação aos sócios do plantel e do novo treinador. André Villas-Boas ainda não utilizou os mundialistas Bruno Alves e Raul Meireles, por «terem menos minutos de preparação» e foi contraditório na análise ao jogo: «Fomos Brilhantes!» e «Falhámos na concretização, é verdade, mas temos de melhorar.»

Os encontros de pré-época servem mais para os treinadores do que propriamente para os observadores emitirem juízos de valor definitivos. Os credenciados clubes que já defrontaram equipas portuguesas foram todos derrotados, mas importa salientar que a maioria apresentou equipas sem as vedetas, ainda de férias ou a ultimar pormenores de transferências. Admite-se que estejam mais longe da capacidade real no início da temporada do que Benfica, Sporting ou FC Porto,

Prematuro, portanto, entrar em onda de euforia.

  

 

 



publicado por António Castro às 23:55
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 24 de Julho de 2010
Leões surpreendem e águias desarrumadas

Sporting e Benfica obtiveram resultados positivos perante adversários de maior cotação. Os leões, a começar o jogo com o Manchester City na sexta-feira (já sábado em Portugal pela diferença horária) em Nova Iorque, mostraram atributos que há muito não se viam no clube de Alvalade.

Os ingleses de Roberto Mancini têm como atenuante para justificar a débil exibição as ausências dos jogadores agora contratados e dos elementos presentes no Mundial.

Deve reconhecer-se, no entanto, que os sportinguistas revelaram algo de novo na maneira de actuar: segurança defensiva; pressão sobre os adversários; boa circulação de bola e preenchimento racional dos espaços vazios. Tudo isto, aliado ao instinto goleador de Yannick Djaló resultou em dois golos antes do intervalo e o controlo dos acontecimentos no tempo restante.

Se Paulo Sérgio conseguir que a equipa mantenha este nível com regularidade, ao contrário do que aconteceu na época passada, e disciplinar elementos mais contestatários (Liedson rebelou-se com o facto de ser suplente não utilizado) sem prejuízo para o clube, os adeptos podem readquirir, por agora, a alegria de ver jogar a equipa.

O Benfica apresentou-se com o Mónaco na Luz e, com grande surpresa, chegou ao intervalo a perder. Estamos em fase de experiências, alega Jorge Jesus, suficientemente inteligente para reconhecer que a pré-época que reconduziu os encarnados ao título foi bem mais afirmativa. Coube aos mais «velhos» dar a volta ao resultado, mas seria prejudicial esconder que houve muita confusão em certos momentos, talvez pela necessidade dos «novos» pretenderam afirmar-se.

O treinador aniversariante (56 anos) tem de dar outra arrumação aos «móveis», a começar pelos guarda-redes.



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 23 de Julho de 2010
Quem explica «tropelias» de Queirós?

Tal como aconteceu no Coreia/Japão (2002), os casos passados nos bastidores da selecção presente no Mundial da África do Sul começam a ser desvendados. Nessa altura, abalizados comentadores e até jornalistas alheios ao fenómeno desportivo, zurziram nos seus colegas que se deslocaram à Ásia por não terem, em cima do acontecimento, relatado as anomalias desde a chegada a Macau (local desde logo inadequado para a preparação), da comitiva então liderada pelo vice-presidente federativo António Boronha e sob orientação técnica de António Oliveira.

Até uma assessora do ex-Presidente Mário Soares apontou num programa da televisão o dedo inquisidor a quem pressentia um ambiente degradado, mas não tinha dados concretos para o provar, dado o silêncio dos responsáveis.

Oito anos depois estamos a ver o mesmo filme com um casting quase todo remodelado, e as notícias surgem a conta-gotas, a maioria ainda sem uma explicação racional. Afinal, já no estágio da Covilhã se passaram situações graves, segundo admite agora a Federação e, no centro da polémica está o treinador.

Carlos Queirós volta à ribalta pelas piores razões, segundo um inquérito elaborado pelo Instituto do Desporto de Portugal, a pedido da Autoridade Antidopagem de Portugal  e entregue pelo secretário de Estado da tutela a Gilberto Madaíl, para o organismo a que preside «avaliar e ponderar».

Se a conclusão não decidir pelo afastamento do mal-amado seleccionador por milhões de portugueses (excepto aquela meia dúzia que o foi aplaudir no regresso a Lisboa), Carlos Queirós continuará eternamente a dirigir as equipas nacionais.

  



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 22 de Julho de 2010
Marítimo aproveita Europa

Duas vitórias por resultado idêntico (3-2) abriram as portas da terceira eliminatória da Liga Europa ao Marítimo. Os irlandeses do Sporting Fingal, apesar de acessíveis, denunciaram que a equipa de Van der Gaag, como será lógica quando se está na pré-época, ainda precisa de muito trabalho e elevar os níveis de concentração. Estar em vantagem de dois golos no campo do adversário e permitir-lhe certas veleidades indiciam que os madeirenses confiaram em demasia, disposição muitas vezes fatal em futebol.

No seu caminho estarão de novos britânicos, os galeses do Bangor City, e o técnico do Marítimo, crítico sobre a maneira como a equipa sofreu dois golos, exigirá maior pressão aos jogadores, para evitar surpresa desagradável.

Satisfeito ficou na véspera Paulo Sérgio pela atitude do Sporting em Boston, no jogo particular com o Celtic. Os escoceses ficaram com o troféu no desempate por grandes penalidades (Liedson foi o único a falhar!), mas os lisboetas terão encontrado novos rumos de confiança e de manobra colectiva.

Os dois próximos jogos (Manchester City e Tottenham) nos Estados Unidos devem oferecer indicações sobre o seu «estado anémico» em comparação com o passado recente.

 



publicado por António Castro às 23:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 21 de Julho de 2010
Rebuçado da International Board

Uma luz tremulou ao fundo dos corredores da FIFA. A pedida de várias confederações, o presidente Sepp Blatter e os elementos da sub-comissão da International Board condescenderam em dar um rebuçado no que respeita a novos meios para auxiliar os árbitros.

Decisão só possível pelos escandalosos casos verificados no Mundial. Na fase de qualificação, com a mão de Thierry Henry a determinar um golo que apurou os franceses em detrimento da Irlanda. Na África do Sul, entre outros lapsos, pelo golo de Lampard anulado à Inglaterra e o fora-de jogo evidente do argentino Tevéz considerado legal.

A pressão de diferentes quadrantes acabou por abalar os «corações empedernidos» da International Board, e como principal consequência a UEFA poderá utilizar os dois árbitros de baliza nos jogos da Liga dos Campeões, na sequência do teste da época passada na Liga Europa. Reconheça-se não ter sido esta experiência totalmente bem sucedida, mas poderá melhorar com mais frequente utilização e foi, esencialmente, um passo no imobilismo verificado durante décadas

As novas tecnologias serão discutidas na reunião de Outubro, mas será melhor não criar muitas expectativas sobre o aumento de intensidade luminosa das sombrias mentes que dirigem o futebol mundial.  

 



publicado por António Castro às 23:52
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 20 de Julho de 2010
Parabéns, Miguel Veloso

«Não aceitei o Génova porque adoro jogar no Sporting», declarou Miguel Veloso, reintegrado agora na preparação do Sporting a decorrer nos Estados Unidos, após alguns dias de férias devido à presença no Mundial.

Quem se lembrar dos problemas entre o clube e o jogador na época passada, a sugerir um divórcio irreversível na abertura do mercado de Janeiro, estas palavras são, no mínimo, inacreditáveis.

Que se terá passado nos últimos meses no comportamento dos interveniente do processo - dirigentes, jogador e seu pai Veloso - para a radical transformação de atitude e discurso, de bélico a «ternurento».

Miguel Veloso não coloca de parte a saída para o estrangeiro, mas salienta que a presença na África do Sul contribuiu para o seu «crescimento» e  agora só pensa «em ajudar o Sporting».

Ninguém tem o direito de duvidar da actual disponibilidade do jogador para servir o clube de Alvalade, porventura ditada pela recente e pouco pacífica experiência do passado, tal como como compreender um novo rumo da sua carreira no futuro.

Apenas se deseja que o processo seja conduzido com a dignidade exigida a pessoas adultas, defensoras dos seus interesses sem prejuízo de condescender com os dos outros.

O futebol português precisa essencialmente de mentalidades com princípios de boa convivência e respeito pelos direitos alheios.



publicado por António Castro às 23:56
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 19 de Julho de 2010
Sporting ainda é incógnita

Bastou um jogo de preparação para o Sporting aparecer como sério candidato ao título. A equipa conta com um treinador novo, recuperou um «veterano» do futebol português que nem foi chamado à selecção, manteve, por enquanto, a maioria dos seus jovens valores - João Moutinho decidiu bater com a porta, facto que os velhos do Restelo consideram um ultraje - e assegurou o concurso de dois ou três jogadores, ainda em plena fase de integração.

Panorama que para o «competente» director de futebol permitiu, antes da partida para os Estados Unidos, declarar-se «satisfeito com aquilo que temos».

Os sofredores adeptos de Alvalade assim o desejam, mas afigura-se prematuro criar um clima de demasiada confiança nesta altura da

pré-época. Os compromissos do outro lado do Atlântico, também de afinação do plantel mas perante adversários de outro calibre - Celtic de Glasgow em Boston e Manchester City e Tottenham no Torneio de Nova Iorque, permitirão extrair mais conclusões e não contrariar aquela análise de Costinha.

A competição a doer, na Liga Europa e na portuguesa, no entanto, é que será o verdadeiro teste ao trabalho desenvolvido nos últimos tempos por dirigentes, equipa técnica e jogadores.

Por enquanto atravessa-se a fase dos mind games



publicado por António Castro às 23:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 18 de Julho de 2010
Positivos e negativos

FC Porto (Ajax), Sporting (Lyon) e Benfica (Guimarães) saíram vitoriosos nos jogos de preparação. Os dois primeiros na estreia perante os respectivos adeptos, os encarnados no último encontro do Minho, que lhes valeu mais um troféu na prova vimaranense.

As diversas análises aos confrontos coincidem num ponto: qualquer das equipas revelou vulnerabilidades próprias do início da temporada e algumas aquisições tiveram comportamento positivo. Mas também houve algumas desilusões.

Nestas circunstâncias será interessante confrontar as palavras dos respectivos treinadores.

O portista André Villas Boas garante que a «equipa está em crescendo» (ainda sem contar com os mundialistas).

O sportinguista Paulo Sérgio já utilizou os elementos da selecção e confessa: «Estou satisfeito, mas ainda há muito trabalho pela frente».

O campeão Jorge Jesus minimizou mais uma exibição menos conseguida do guarda-redes Roberto com a explicação de que «fez o que estava ao alcance».

Nesta altura, todas as declarações são aceitáveis, na expectativa de que se confirmem melhores dias.

 

  



publicado por António Castro às 23:54
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 17 de Julho de 2010
Experiências pagam juros

Dezenas de jogos de pré-época realizaram-se por toda a Europa. Os treinadores fazem experiências, analisam as potencialidades da matéria-prima ao dispor, pressionam os dirigentes na tentativa de reforçar sectores da equipa mais débeis.

O Benfica foi um exemplo dos riscos próprios destas situações e não teve no torneio do Vitória de Guimarães capacidade defensiva - alguns dos elementos do sector ainda não regressaram de férias devido ao Mundial - para superar o Groningen (empate a três golos), holandeses na véspera derrotada pela equipa de Manuel Machado.

Nada de alarmante para o campeão nacional, esta época a pagar o preço, tal como tantos outros clubes pelo mundo fora, de uma preparação a prestações.

Jorge Jesus considerou que, «jogar com todos tornou a equipa menos forte», e frente ao Vitória de Guimarães terá necessidade de repensar as escolhas para repetir o êxito da época passada no torneio minhoto.

A sua ambição não lhe permite conceder facilidade duas vezes consecutivas. 

 



publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512