Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Sexta-feira, 31 de Outubro de 2008
Milan compra "imagem" de Beckham

Está decidido. O inglês David Beckham jogará no Milan pelo menos durante três meses a partir de 7 de Janeiro. Aproveita a paragem do campeonato americano e, diz-se, é cedido gratuitamente pelos Los Angeles Galaxy. Compromissos publicitários nos Estados Unidos impedirão o jogador de completar a época em terras italianas, hipótese que não desagradaria aos responsáveis do clube milanês.

O ucraniano Shevchenko, regressado no início da temporada do Chelsea, delira e exclama: "Os galácticos estão de novo reunidos!"

Fabio Capello, por seu turno, concorda com o empréstimo e tece elogios ao empenho do seu ex-pupilo no Real Madrid, embora muitas vezes o tenha deixado no banco de suplentes dos merengues.

Parece, no entanto, que a contratação do internacional britânico tem menos a ver com as suas qualidades futebolísticas e mais com as capacidades de marketing, pois a equipa de Carlo Ancelotti já não tem lugar para tantas vedetas. O Milan admitirá que as receitas de bilheteira subirão, mas espera, em especial, a entrada de milhares de euros em publicidade e venda de camisolas e outros objectos com a "marca Beckham", a actual loucura dos adeptos do futebol.

Estranho tempo este em que vivemos, transformado numa feira de banalidades...

 

 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 30 de Outubro de 2008
Liga inscreve clubes devedores?

Passados três meses, praticamente, desde o início da época, já existem clubes com os salários dos futebolistas em atraso. Mais: alguns dos jogadores que transitaram da temporada passada não receberam os montantes correspondentes a Maio.

O presidente do Estrela da Amadora explica que o facto se deve a penhoras do fisco e do ex--presidente João Salvado, e logo que forem levantadas (quando?) estará em condições da satisfazer os compromissos.

À primeira vista, dado que os problemas já transitam do passado, afigura-se que a Liga não cumpriu os regulamentos. Devia impedir o clube amadorense de participar em provas profissionais e de inscrever jogadores.

Pertinente, portanto, a questão: face às penhoras e dívidas antigas, quais os documentos apresentados pelo clube na instituição chamada Liga para permitir a inscrição na prova?

Na verdade, trata-se de uma uma situação surrealista que deverá ser explicada por quem tem a missão de cumprir os regulamentos e avalizar a legalidade dos processos.

Enquanto não forem disponibilizadas informações convincentes, alguém está a pactuar com irregularidades e a prejudicar terceiros.

Mas o assunto também pode ser analisado com humor: num país do "faz de conta"  será difícil fazer de conta que o Estrela e, porventura, outros clubes estejam em falta?



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 29 de Outubro de 2008
A "ditadura" dos treinadores

Paulo Bento, em Portugal, e José Mourinho, em Itália, estão em foco por razões semelhantes.

O treinador do Sporting, na última semana, resolveu afastar dos convocados Miguel Veloso e Djaló por falta de empenho nos treinos e nos jogos, tendo o primeiro já manifestado a recusa em ser utilizado como defesa esquerdo. Aliás, o número de futebolistas que já manifestaram desacordo por decisões de Paulo Bento começa a ultrapassar o limite do razoável, pelo que parece ser altura de os intervenientes fazerem uma autocrítica e perfilhar caminhos em benefício dos profissionais e da entidade patronal.

O treinador do Inter desancou a equipa na sequência do empate cedido ao Génova em Milão e logo ameaçou a exclusão de alguns jogadores, facto concretizado na convocatória para a deslocação de hoje a Florença - Adriano e Júlio César, brasileiros, foram os "contemplados".

A discussão está a generalizar-se em torno deste problema, dado estarem em causa aspectos antagónicos. Por um lado importa preservar a imagem do técnico, caso contrário perde o respeito dos jogadores; por outro, sucessivos afastamentos dos jogadores desvalorizam os activos dos clubes.

Neste contexto, qual é a posição dos empresários? Pelo que se sabe, a maioria acirra os ânimos, pois o princípio da rotatividade muito em uso na formação das equipas apresenta-se como relevante argumento económico quando aplicado a clubes.



publicado por António Castro às 14:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Dois jogos de castigo através do vídeo

Os castigos aos futebolistas por faltas cometidas nos relvados começam a surgir de forma aleatória, não respeitando um critério comum relativamente às normas estabelecidas pelas entidades competentes, centralizadas na FIFA.

A Itália deu agora um exemplo ao castigar Alberto Gilardino, da Fiorentina, por marcar um golo deliberadamente com o braço. O lance passou despercebido ao árbitro e seu auxiliar, no momento próprio não aconteceu qualquer intervenção disciplinar, mas os protestos do Palermo levaram a federação italiana a visionar o lance e a aplicar dois jogos de castigo ao jogador e a não atender a posterior recurso.

As novas tecnologias abriram uma vasta porta na procura da verdade e tudo o que possa contribuir para a moralização do jogo e impedir truques dos jogadores deve ser utilizado. A discordância deriva do facto de cada país estabelecer regulamentação própria, com o risco de se instalar a anarquia nas normas disciplinares.

E não deve esquecer-se que cada decisão avulsa e sem reflexão das consequências contribuirá para desrespeitar o árbitro perante todos os agentes do futebol, juízes de poltrona com direito a "mastigar" as imagens.

Os tão interventivos Platini e Blatter, para falar apenas da UEFA e da FIFA, não entenderão ser este um caso a merecer atenção prioritária?



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 28 de Outubro de 2008
Novo desafio da fama a Cristiano Ronaldo

Os futebolistas profissionais, através da sua associação (FIFPro, representada por 57.500 filiados), elegeram Cristiano Ronaldo como o melhor do ano. Fora do Reino Unido trata-se do primeiro prémio conquistado pelo português, que já recebeu outras consagrações por iniciativa dos ingleses.

A expectativa adensa-se com o aproximar da data da atribuição de dois outros prémios, qualquer deles consagrado. Um atribuído desde há muitos anos pela publicação francesa France Football; o outro, com características oficiais, dado ser iniciativa da FIFA.

Apesar de na fase final do ano Cristiano Ronaldo não ter atingido o nível exibido até à conquista da Liga dos Campeeões com a camisola do Manchester United - a um Europeu pálido sucedeu prolongada ausência devido a intervenção cirúrgica -, o restante período em análise foi deveras brilhante. Razão suficiente para se esperar que os votantes nos dois prémios estejam em consonância com a FIFPro.

Ao saber da escolha dos colegas de profissão, o jogador demonstrou grande sensatez e teve palavras que diluem os efeitos negativos da "novela" Real Madrid. Os agradecimentos ao técnico Alex Fergusson, companheiros, adeptos e dirigentes indiciam tempos mais tranquilos, bem necessários para readquirir a forma.

Cristiano Ronaldo, caso seja de novo premiado, deve pensar com a cabeça e utilizar os pés apenas para jogar. 

 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008
Benfica sofre e Sporting cede dois pontos

A equipa da Luz retirou os principais benefícios da jornada. Não deixou fugir mais os comandantes da Liga - os surpreendentes Nacional e Leixões - tem mais um ponto que o FC Porto e dois em relação ao Sporting.

Quique Flores, no entanto, não passou uma noite tranquila na Luz, pois os encarnados continuam a cometer os mesmos pecados e só uma entrega total ao jogo disfarça as lacunas que o técnico semanalmente tem acentuado.

O Sporting, por seu turno, mantém-se regular na fragilidade, apesar da "rotatividade" que Paulo Bento faz na equipa, não por questões técnicas ou tácticas, mas por considerar que alguns dos seus pupilos gostam pouco de trabalhar nos treinos e estão mais interessados em mostrar-se nos jogos para ter lugar garantido nos desfiles de moda.

Os adeptos de Alvalade começam a ficar cansados de discursos sem consequências e de promessas de conquista de títulos quando a equipa nem sequer ganha a um Paços de Ferreira que esta época só tinha conseguido um ponto até à visita dos leões.

Nacional e Leixões vão "animando a malta" e será uma pena se não mostrarem capacidade para manter este duelo com os nossos "europeus".

Era boa altura de acabar com certos tabus.

 



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 26 de Outubro de 2008
Leixões asusta o Dragão

José Mota teve uma compensação para o trabalho desenvolvido nos últimos anos. Sempre sereno, sem alardes de vedeta, consciente da realidade do futebol português, pois são raros os técnicos nacionais com acesso às equipas mais poderosas, passou anos a orientar o Paços de Ferreira. Viveu momentos de alegria e teve, naturalmente, dissabores, mas conseguiu conciliar com fair-play as duas situações, mais frequentes em clubes modestos.

Na noite de ontem estava-lhe reservada uma prenda que não deixou de salientar e perdurará no seu palmarés. Ao serviço do Leixões conseguiu pela primeira vez na sua carreira vencer no Dragão. Essa façanha não será esquecida no tempo, enquanto o facto do resultado ter elevado o conjunto de Matosinhos ao topo classificativo da Liga poderá ser passageiro.

Jesualdo Ferreira, por seu turno, teve uma noite de azia, bem expressa no monólogo que manteve com os jornalistas na análise à derrota. Ao técnico compete diagnosticar os males que apoquentam nos últimos tempos o FC Porto - duas derrotas seguidas - e encontrar ou propor as adequadas soluções. Os adeptos portistas tornaram-se, devido a um passado recente brilhante, exigentes e, porventura, arrogantes, e Pinto Costa gosta de impedir o desenvolvimento de crises.



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|  O que é?

Sábado, 25 de Outubro de 2008
"A culpa é dos jornalistas"

Sem papas na língua, de dedo acusador apontado, Vicente de Moura não poupou os representantes dos órgãos sociais que estiveram na China. Explicou as razões: "Além de não poderem ir onde estavam os atletas, alguns nem sequer nos locais de competição podiam entrar, tinham de responder à exigência vinda de Portugal para arranjar notícias. O que fizeram? Pressionaram os atletas que não estão habituados a falar e procuraram o que de pior aconteceu em Pequim. Enxovalharam os atletas" (Extracto de A Bola do dia 18).

Brilhante. O presidente do COP deu uma lição de jornalismo na cerimónia da posse do reeleito presidente da Federação Portuguesa de Natação, Paulo Frishknecht, atleta que vimos actuar nos Jogos de Montreal 76. A propósito, relembramos que em 30 anos foram inúmeros os sucessos dos portugueses olímpicos na modalidade... Desculpem, repito: foram inúmeros os recordes nacionais obtidos em todas as edições até 2008. Por culpa de quem? Haja quem responda como membro do COP e enuncie aquilo que fez para inverter a situação.

Se as palavras de Vicente de Moura, dirigente por quem tinha grande admiração, são intoleráveis, o silêncio do Sindicato dos Jornalistas também é inexplicável.

Afinal, Portugal merece este presidente do COP, que até ameaça recandidatar-se... sem programa!!!!



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008
Braga em pleno e Benfica vacilante

Os bracarenses conseguiram a segunda vitória portuguesa da semana europeia. A exibição dos pupilos de Jorge de Jesus rondou o brilhantismo na visita do Portsmouth, que eliminara o Vitória de Guimarães na primeira fase da Taça UEFA. O seu treinador, Harry Redknapp, teve a ousadia de confessar que não conhecia bem a equipa do Minho, facto insólito nos tempos actuais. Sobranceria a recomendar censura por parte do dirigentes do clube inglês, ou mesmo decisões mais drásticas.

O importante, no entanto, residiu na exibição do Braga, cuja próxima tarefa será mais complicada, pois trata-se da visita ao Milan, o outro vencedor do grupo.

O Benfica começou a sonhar muito cedo com a vitória num remate certeiro de Di Maria. Seria quebrado o enguiço dos encarnados, que nunca conseguiram vencer nos 15 jogos disputados em território germânico.

Enquanto o técnico do Hertha de Berlim, Lucien Favre se mostrava descontente com o resultado e reclamava uma vitória, Quique Flores criticava de alguma forma os seus jogadores ao aconselhar uma "melhor leitura de jogo depois de estar a ganhar". Se os jogos em casa forem devidamente aproveitados, o empate não será de desprezar.

Braga e Benfica ainda não dependem de terceiros para atingir os três  primeiros lugares dos respectivos grupos, indispensáveis para o apuramento.

 



publicado por António Castro às 09:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 23 de Outubro de 2008
Simão Sabrosa na crista da onda

A presença de Simão Sabrosa no Atlético de Madrid está marcada por altos e baixos, estes devido a lesões, impeditivas do jogador dar contributo regular aos colchoneros e à selecção.

Nem tudo são espinhos na vida e o ex-futebolista do Benfica esteve ontem na ribalta ao marcar o golo que permitiu o empate na recepção ao Liverpool e mantém intactas as aspirações de apuramento na Liga dos Campeões.

A imprensa espanhola não regateia elogios ao jogador e o diário A Marca titulava na  edição de ontem: "Simão evita tragédia". Aliás, dupla tragédia: para o clube, que ficava em situação difícil na prova, e para o treinador mexicano Javier Aguirre, derrotado nos últimos jogos da Liga contra os rivais Barcelona e Real Madrid.

José Mourinho, entretanto, não deixa de ser notícia em Itália, ora porque goleia a Roma; depois pela resposta às queixas de Crespo, dizendo que mandou pedir a Platini para autorizar 14 jogadores em cada jogo; ainda por prever as dificuldades sentidas perante o Anarthosis; também por avisar o brasileiro Adriano (autor do golo aos cipriotas) que precisa de "dormir bem, trabalhar no duro e beber apenas água". Por fim, inclui entre os "mergulhadores da área" o seu ex-pupilo e amigo Drogba, o compatriota Cristiano Ronaldo e Torres, entre outros.

Il Speciale tem resposta para tudo, sem preocupações de se tornar simpático. 

 



publicado por António Castro às 14:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Liedson aparece na hora certa

O Sporting em Donetsk parecia não mostrar capacidade para contrariar a tendência negativa do comportamento dos portugueses na Liga dos Campeões, seguindo na esteira do FC Porto - curiosamente seu próximo adversário na Taça de Portugal - e deixar que o Shakhtar conseguisse "segurar" o seu treinador, o romeno Mircea Lucescu, já contestado nos hostes do clube.

Os indícios da primeira parte, que ficaram apenas por ameaças devido à ineficácia dos ucranianos confirmaram-se após o intervalo, até ao momento em que Paulo Bento resolveu não "inventar" e colocar as suas "pedras" em lugar mais apropriado.

Depois foi esperar que o expediente resultasse antes de qualquer dissabor e aparecesse Liedson a resolver...

O brasileiro com o tento vitorioso entrou na história do clube de Alvalade, mas o Sporting deverá melhorar para fazer algo de marcante nesta edição da prova europeia.

Nas contas de Paulo Bento  existem outros dados que podem comprometer os resultados, embora sejam menos previsíveis. Mas há lógica no futebol?

 



publicado por António Castro às 07:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 21 de Outubro de 2008
Portistas sofrem rombo no navio da Europa

O FC Porto perde embalagem europeia e compromete o futuro nesta edição da Liga dos Campeões. A derrota perante a estupefacção dos adeptos já teve algumas explicações do técnico Jesualdo Ferreira, e tanto ele como os jogadores minoraram os seus efeitos com palavras de esperança em inverter a situação nas próximas partidas.

Discurso de circunstância, pois a realidade é que  os campeões nacionais manifestaram uma fragilidade ofensiva que há muito andava arredada do Dragão, e daqui para a frente nada está garantido.

O segundo lugar passou a ter mais um concorrente, pois o ucraniano Yuri Semin aumentou as ambições, que se quedavam por um lugar na Taça UEFA, e já sonha com a manutenção entre os clubes de elite.

A realidade mostra que o futebol português, tanto a nível de selecção como de clubes, começa a não possuir engenho nem argumentos para chegar a porto seguro.

Nem sequer é preciso uma tempestade para desmantelar o barco. Basta uma rajada de ar frio vinda de Leste.

 


: fc porto, futebol, kiev

publicado por António Castro às 23:46
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 19 de Outubro de 2008
Quique Flores "ganhou" preocupações

Na visita do Penafiel (II Divisão) à Luz, o técnico do Benfica assumiu o risco de dar oportunidade a jogadores menos rodados, para saber com o que conta no futuro.

Quique Flores correu um risco, de certa maneira calculado, já que o factor casa parecia suficiente para inibir os jogadores visitantes, tanto mais que dirimiam um confronto com individualidades, embora não titulares, muito mais cotados, pelo menos a avaliar pelo nível salarial. Mas um jogo de futebol não é uma ciência exacta e, por vezes, oferece imprevistos.

 Quase todos os jogadores do Benfica utilizados ofereceram uma imagem nada condizente com as expectativas criadas no momento das respectivas contratações e terão aumentado o nível normal de preocupações do seu técnico.

Deixaram o jogo chegar ao prolongamento com alguma sorte - o guarda-redes Moreira evitou que os penafidelenses, nos minutos finais, fossem os protagonistas de um escândalo - e apenas se apuraram na lotaria dos penalties.

Tiveram mais sorte que o Marítimo na deslocação a Arouca (II Divisão), onde os locais foram mais certeiros nesta forma de desempate, e do que o Rio Ave, eliminado em casa do Gil Vicente (Liga de Honra).

Uma eliminatória quase "pacífica", com o condão de mostrar algo inédito: o apoio dos adeptos da Luz mesmo nos momentos menos conseguidos da equipa. 



publicado por António Castro às 23:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 18 de Outubro de 2008
Jornalistas na berlinda devido à selecção

Já cá faltava a referência a elementos da comunicação social sobre as críticas dirigidas ao seleccionador nacional, depois dos primeiros quatro jogos de qualificação do Mundial 2010.

Jesualdo Ferreira saiu em defesa de Carlos Queirós e considerou que se "está a bater (no técnico) desde a primeira hora" e "quando se chega á indignidade, como já se viu em alguns aspectos, estamos em desacordo".

Certamente que o responsável do FC Porto não está a fazer lobby em defesa de treinadores portugueses ou de amigos, a avaliar pelo que dele conheço há muitos anos, mas também acreditará que não tenho espírito cooperativo em relação aos jornalistas. Há bons e maus em todas as profissões.

Se é verdade que Carlos Queirós não tem o dom de mágico de Luís de Matos, não será menos certo que ao tomar determinadas decisões fica, como toda a gente, sujeito a críticas. Construtivas, reclamar-se-à. De acordo.

O argumento da falta de tempo também afectará técnicos de outros países, que começaram a trabalhar com idênticos condicionalismos. A diferença pode existir na qualidade dos futebolistas ao  dispor no momento, no déficite de forma de outros e na ausência de habituais titulares. 

A questão reside, amigo Jesualdo, no realismo e eficácia de certos conceitos na abordagem de cada um dos jogos em que não era plausível ceder pontos.



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2008
Madaíl e Queirós devem desculpas aos adeptos

Se no relvado do estádio de Braga se assistiu a uma jornada vergonhosa (adjectivação unânime utilizada pelos órgãos de comunicação social sobre o comportamento da selecção), os momentos posteriores ao jogo com a Albânia não tiveram mais dignidade.

Gilberto Madaíl, presidente da FPF e responsável pela escolha de Carlos Queirós, pode ter "problemas fisiológicos" em qualquer altura, mas depois de beber a "água das pedras" tinha obrigação de se deslocar aos balneários. Confortar ou... desancar jogadores e treinador. Aquilo que entendesse mais útil na circunstância. 

Carlos Queirós, independente do pretexto que tivesse e do número de escadas a percorrer, deveria dar a cara na televisão logo após o escandaloso resultado. Nem que fosse para revelar que vive num mundo de fantasia, ao afirmar mais tarde que está a trabalhar para ter uma grande equipa a longo prazo. 

Com esta filosofia deve trabalhar com as camadas jovens e, porventura, potenciar aquilo que é feito nos clubes. À selecção principal exigem-se resultados em consonância com a matéria-prima disponível, que os próprios responsáveis dizem ser de elevado grau.

Para os jogadores apenas um conselho: dignifiquem a profissão e respeitem quem vos idolatra. E o exemplo deve começar pelo "capitão", sem comportamentos de "puto" e empenhado em voltar aos tempos "maravilha".  



publicado por António Castro às 08:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512