Análise das questões do desporto e, em especial do futebol, feita por António Castro, agora mais distante dos centros de decisão, ao contrário do que aconteceu durante 40 anos ao serviço do extinto «Mundo Desportivo» e do «Diário de Notícias»
Quinta-feira, 31 de Julho de 2008
Quem acode ao Boavista?

Cada hora que passa torna a existência do Boavista cada vez mais dramática. Chegou a vez da Liga comunicar que a equipa de futebol está impedida de participar na sua nova prova pelo facto de não ter inscrito o mínimo de futebolistas profissionais exigido pelos regulamentos para disputar a Taça da Liga.

Álvaro Braga Júnior - velho amigo dos tempos em que exerceu a profissão de jornalista, tendo enveredado mais tarde por funções nos bastidores do futebol - só não me surpreendeu ao assumir o leme do clube do Bessa por conhecer a sua "raça e espírito de lutador - merece o meu respeito e palavras de apoio pela coragem de evitar o desaparecimento de um símbolo do desporto nacional, que ainda não há muitos anos viveu horas de glória.

Mas o actual presidente e seus companheiros de direcção necessitam mais do que palavras de apoio, precisam da ajuda daqueles que contribuíram para o descalabro do clube.

Sinais exteriores de que alguns continuam  a viver sem dificuldades e as anteriores manifestações verbais de amor à causa boavisteira obrigam a que algumas dessas pessoas apareçam num momento em que está a desmoronar-se aquilo que tinham a obrigação de deixar sem problemas, ou mesmo pujante.

Será que ninguém, agora, acode ao clube de xadrez. 



publicado por António Castro às 05:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 30 de Julho de 2008
Tradições não resistem ao tempo

O Athletic Club Bilbao continua a ser uma instituição que não tem abdicado de certos princípios durante o seu longo tempo de vida  - fundado em 1898, portanto há 110 anos - que se tornaram numa tradição e num motivo de orgulho para dirigentes, associados e simpatizantes.

 A sua equipa de futebol ainda só integra jogadores espanhóis oriundos da região basca, e não é por isso que o seu nome não figura na lista dos vencedores de diversos títulos espanhóis. Uma tradição que ainda se mantém, mas nem todas as especificidades deste clube que nasceu por iniciativa de ingleses instalados na região se poderiam manter em três séculos.

Chegou a altura de adaptação às exigências dos novos tempos e os responsáveis cederam num aspecto que também constituía uma das suas imagens de marca.

Pela primeira vez, as camisolas da equipa principal passarão esta época a ter publicidade. Na apresentação da equipa, o presidente Fernando Garcia Macua explicou aos oito mil espectadores presentes as razões de uma opção, amplamente discutido no seio do clube, que tem como objectivo a criação de uma "estrutura económica forte" para permitir a sobrevivência da colectividade. Para já, uma petrolífera basca fará entrar nos cofres do Athletic  seis milhões de euros nos próximos três anos.

Mudam-se os tempos; surgem novas exigências; diluem-se as tradições.



publicado por António Castro às 02:40
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 28 de Julho de 2008
FPF atinge meta mas corrida continua

A Federação Portuguesa de Futebol tomou finalmente uma posição. Acertada ou não - a verdade absoluta é coisa difícil de encontrar seja qual for a matéria em discussão, e muito menos quando se movem os interesses que proliferam no futebol, que até podem ser apenas de simpatia clubística - vingou a proposta de Gilberto Madaíl aos seus colegas federativos  e que apontava para aceitar o parecer emitido pelo professor Freitas do Amaral.

Considerada, assim, válida a decisão dos cinco elementos do Conselho de Justiça da FPF que se pronunciaram sobre o processo enviado pela Comissão Disciplinar da Liga, o órgão máximo do futebol português, ao abrigo da declaração do interesse público coloca ponto final no caso em termos desportivos. Mas continuará no Tribunal Administrativo, para o qual enviará recursos sobre as providências cautelares solicitadas pelo Boavista, Pinto da Costa e pelo presidente do Conselho de Justiça Gonçalves Pereira, aceites por aquele tribunal.

Quer isto dizer que os campeonatos profissionais serão homologados, com a descida do Boavista e a manutenção do Paços de Ferreira na I Liga, e a suspensão de dois anos aplicada a Pinto da Costa. Sobram decisões sobre as II e II Divisões, com processos ainda não concluídos.

E, não menos importante, conhecer a posição da UEFA quando chegarem ao seu conhecimento estes factos. Percorrida uma etapa, a tortuosa corrida ainda não acabou.  


tags: ,

publicado por António Castro às 19:45
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 27 de Julho de 2008
Futebolistas ou marionetas?

As eventuais transferências de Cristiano Ronaldo e Quaresma continuam a ser motivo de especulação desde há meses, e quando se ultimam os preparativos para a nova época surge o caso do sportinguista João Moutinho, agora a assumir publicamente que deseja trocar o Sporting pelo Everton.

Quatro jovens com percursos e projecção diferentes, mas com idênticas e legítimas ambições de aproveitar ao máximo a possibilidade de transformar em dinheiro a habilidade com que foram dotados para uma profissão que se transformou num negócio de dimensão ainda há poucos anos imprevisível.

Em comum têm estes futebolistas, também, a irreverência própria dos jovens, que na actualidade se regem por valores nem sempre compatíveis com a ponderação e a sensatez exigíveis a pessoas de bem.

Cristiano Ronaldo tem conduzido o seu processo como se os recentes êxitos do Manchester United fossem apenas de sua responsabilidade, esquecendo-se dos companheiros e de quem potenciou as suas qualidades ao longo dos últimos anos. Na mesma linha de comportamento estão Quaresma e João Moutinho, com a a agravante de que todos eles assumiram compromissos escritos, dos quais pretendem fazer tábua rasa.

Só muito tarde se aperceberão que estão a ser manejados como autênticas marionetas, pelo desmedido interesse de terceiros.  



publicado por António Castro às 18:40
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 26 de Julho de 2008
De bestial a besta!

Como se calculava, está lançado o rastilho para uma nova "fogueira" no conturbado futebol deste canto - há quem lhe chame outra coisa - da Europa.

Freitas do Amaral divulgou o seu parecer sobre o caso do momento e, de imediato, passou de bestial a besta...

Qual treinador, quando o seu nome foi apontado como a escolha de Gilberto Madaíl, quase toda a gente considerou a decisão acertada e só não se realizou um espectáculo de apresentação porque seria desenquadrado do processo. Era o período do bestial!

Ao conhecer-se a "táctica" de Freitas do Amaral, de muitos quadrantes - como será natural perfeitamente identificados - surgiu um coro de assobios, associados a opiniões de que o parecer pecava por parcialidade, além de conter nítidas "fragilidades". Entrou-se na fase da besta!

Agora as atenções viram-se para a decisão de Gilberto Madaíl e seus pares federativos, prevista para segunda-feira, havendo já a certeza de que não deixará de criar mais labaredas, qualquer que seja o sentido da solução.

Pobre País, que se perde com questões secundárias e esquece as fundamentais.

 

 



publicado por António Castro às 19:25
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sexta-feira, 25 de Julho de 2008
Freitas do Amaral agita águas já muito turvas

O Tribunal Administrativo aceitou as providências cautelares apresentadas pelo Boavista, Pinto da Costa e pelo presidente do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, Gonçalves Pereira.

O professor Freitas do Amaral, consultado pela FPF, considerou que as decisões da famosa reunião de 4 de Julho do Conselho de Justiça, a castigar o Boavista e Pinto da Costa, eram válidas, tendo ainda criticado duramente o presidente deste órgão.

Face à decisão do Tribunal, os campeonatos da época passada não podem ser homologados e à direcção da Federação compete agora recorrer daqueles despachos, com argumentação que resultará da opinião dos seus membros, mas que, certamente, se baseará no parecer de Freitas do Amaral, que será apenso ao processo e enviado para a Procuradoria-Geral da República.

Natural, portanto, que este caso se arrastará por mais algum tempo e será preciso uma grande "cambalhota" para que as provas nacionais de 2008/2009 se iniciem nas  datas previstas.

Também não haverá muita pressa, pois a polémica que provocará o parecer agora revelado - imediatamente posto em causa pelo portista José Guilherme Aguiar - será muito mais excitante que alguns jogos de futebol.

E, assim, os clubes têm mais tempo para fazer aquisições.



publicado por António Castro às 17:00
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 24 de Julho de 2008
Clubes fazem figura de ricos

Numa apreciação superficial sobre a movimentação de jogadores neste princípio de época, tomando como exemplo apenas três clubes - FC Porto, Sporting e Benfica - podem extrair-se  curiosas conclusões.

Uma das positivas reside no facto de, embora tenham existido algumas oscilações na base da estrutura da temporada anterior, o número de futebolistas que permanecem nos três clubes, até este momento, é quase igual - 16 nos portistas; 18 nos sportinguistas; 16 nos benfiquistas,

Nas aquisições começa a haver algumas diferenças, aparecendo o Sporting com o número mais reduzido (6 confirmadas e a hipótese de mais uma), seguindo-se o FC Porto (10+1) e o Benfica (11+5).

No que respeita a dispensas, seja a título definitivo ou por empréstimo, nota-se acentuado desequilíbrio entre o que acontece no Dragão com os números da Luz e de Alvalade. No conjunto orientado por Jesualdo Ferreira assinalam-se 32 saídas confirmadas e existem três dúvidas. Paulo Bento prescindiu de 15 jogadores e espera dispensar mais 9. Quiqui Flores já deixou sair 19 e ainda tem mais 7 no mercado.

Face a este panorama várias notas ressaltam:  a avaliar pelas dispensas, muitos jogadores não correspoderam às expectativas ou foram inicialmente mal avaliados; as aquisições continuam em bom ritmo, nalguns casos com investimentos avultados. 

Enfim, o futebol continua a viver como se os clubes estivessem a cumprir integralmente os compromissos.

Nada de anormal: está como o todo o País.



publicado por António Castro às 23:22
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 22 de Julho de 2008
Futebol não pode esquecer João Vieira Pinto

O decisão de João Vieira Pinto se despedir dos relvados, depois de ter rescindido o contrato com o Sporting de Braga em Fevereiro, mantendo até agora certa expectativa sobre o seu futuro como futebolista, constitui uma das notícias do dia.

Se o internacional, que passou também pelo Boavista (no início da carreira e antes de rumar a Braga), Benfica e Sporting, teve momentos menos felizes, em especial no campo disciplinar, como lembrou (agressão a árbitro no Mundial Coreia/Japão), não se pode colocar em dúvida as qualidades como jogador nas mais diversas facetas, desde a técnica, visão de jogo e revelou sempre uma garra que superava em muito a estatura.

No adeus aos relvados lembrou o golo de cabeça marcado à Inglaterra no Europeu 2000 e não escondeu que teve uma passagem menos feliz no Atlético de Madrid e alguns convites de outros clubes estrangeiros de primeiro plano. Não se mostrou, no entanto, arrependido das opções que tomou ao longo da carreira e apresentou agradecimentos a todos os dirigentes e companheiros com quem conviveu ao longo de tantos anos, incluindo o seu arqui-rival do FC Porto, Paulinho Santos.

O futebol português também lhe deve um sinal de gratidão. O ser humano não é perfeito e as actuações que João Vieira Pinto ofereceu nos relvados representam um saldo altamente positivo em comparação com as atitudes menos agradáveis.  



publicado por António Castro às 19:40
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008
Jogos Olímpicos e Futebol de candeias às avessas

O futebol nos Jogos Olímpicos tem passado por várias crises, começando pela questão do amadorismo. Situação ultrapassada com a progressiva aceitação nos Jogos de profissionais de outras modalidades, embora com limitação de idades imposta aos futebolistas e consequente desinteresse dos responsáveis de diversas selecções.

Sendo certo que a grande modalidade do certame mundial é o atletismo, o futebol tem atraído muitos espectadores nas últimas edições, até em países onde a modalidade nem sequer mobiliza as atenções da generalidade dos seus habitantes.

Agora outro problema se levante e tem a ver com os elevados investimento que os clubes fazem em jovens jogadores, não querendo abdicar da sua presença logo na preparação da temporada, já que os Jogos Olímpicos coincidem, em especial, com os campeonatos europeus, recheados de atletas de todo o mundo..

A FIFA tem regras que obrigam à cedência de jogadores até aos 23 anos, mas as reclamações dos clubes começam a subir de tom e já surgem ameaças de não cumprimento dos regulamentos.

Parece chegada a altura do COI e FIFA - obtida uma posição consensual entre as diversas Confederações e respectivos clubes - se sentarem a uma mesa e acabarem com este clima de crispação que se acentua de quatro em quatro anos.



publicado por António Castro às 18:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Domingo, 20 de Julho de 2008
Cristiano Ronaldo continua nas fintas...

A bola já começa a rolar nos relvados, mas o "folhetim" das transferências continua.

Nos últimos dias Cristiano Ronaldo voltou à ribalta, primeiro pelo facto do seu treinador Alex Ferguson ter afirmado que conversara com o futebolista e estava garantida a sua permanência no Manchester United por mais um ano.

Agora, o jogador, questionado na América sobre o assunto, satisfez a curiosidade dos jornalistas falando mas não revelando nada de concreto. Diz pretender jogar onde se sentir bem e adiantou: "Só Deus sabe onde vou jogar". Cristiano Ronaldo parece ser tão dotado a fintar dentro como fora do campo.

Sporting de Braga, FC Porto, Benfica e Sporting já começaram a testar o trabalho desenvolvido, na maior parte dos casos nos últimos 15 dias, embora sem os plantéis completos.

Os bracarenses, comandados por Jorge de Jesus, conseguiram, em termos práticos, o resultado mais positivo, pois venceram na Turquia um jogo da Taça UEFA. Do FC Porto, na Alemanha, e Benfica, no Estoril, as primeiras ilações foram, como se consideram sempre nesta fase das épocas, positivas - duas vitórias e dois empates dos portistas, e empate dos benfiquistas. A excepção foi o Sporting que em Albufeira, perante os ingleses do Sunderland, terá desiludido, não apenas pela derrota (3-1), mas face às incidências do jogo, além de que foram expulsos um jogador e o treinador dos ingleses.

Cada um retire as conclusões que mais lhes satisfaça o ego. A procissão ainda nem sequer chegou ao adro...


tags: ,

publicado por António Castro às 23:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Sábado, 19 de Julho de 2008
Tragam a bola...

Não aguento mais. Quero ver a bola a saltitar nos relvados, os jogadores a protestar. Os árbitros a mostrar cartões e a marcar penalties mesmo sem razão. Os treinadores a gesticular. Os adeptos a assobiar árbitros, treinadores e dirigentes.

Tudo isto, comparado com as decisões (ainda sujeitas a recurso) do Apito Dourado, é uma brincadeira.

Ao tomar conhecimento que ninguém cometeu crimes puníveis com prisão efectiva, após tanto tempo de investigações e escutas, instalam-se duas dúvidas: ou os investigadores não têm capacidade para exercer a profissão, ou os juízes adoptam um grau de exigência incompatível com os processos adoptados pela Polícia Judiciária.

Nos estádios, pelo menos, percebe-se tudo e, em última instância, ainda se recorre às imagens da televisão. As afirmações dos arguidos sobre os juízes e magistrados depois de conhecidas as sentenças têm uma carga injuriosa mais pesada - não seriam passíveis de punição? - do que os impropérios ouvidos nos recintos desportivos.

Num país de brandos costumes, na verdade seria impensável que houvesse presos efectivos entre gente que anda nas bocas do mundo. Continuam todos a fazer a sua bela vida, a desempenhar os mesmos cargos, sejam ou não oficiais, a comparecer em cerimónias supostamente de gente séria, a viver à grande e à... inglesa

Tragam a bola, por favor...

  



publicado por António Castro às 18:40
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Poupem-nos, por favor...

Não me apetece escrever. Alguém dirá: ainda bem, é menos um a dizer asneiras.

Mas esta indolência, que não pode ser atribuída à vaga de calor, própria da época mas aparecida inesperadamente agora em Trás-os-Montes, tem outras razões.

Que dizer quando ouço o dirigente máximo do Benfica garantir que nos recursos para a UEFA apear o FC Porto da Liga dos Campeões - com ou sem razão, não interessa para este raciocínio -  não havia a intenção do clube da Luz disputar a prova, fico perplexo. E ao saber que, face a uma decisão do TAS favorável aos benfiquistas, o preenchimento da eventual vaga seria discutido em plenário dos órgãos directivos, então perco toda a capacidade de reacção.

Alguém está a considerar milhões de portugueses - esperemos que aquelas palavras não ultrapassem a nossa fronteira -  seres inferiores, sem capacidade para pensar.

Pergunta-se: quem serão os mentecaptos?

 



publicado por António Castro às 17:50
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quinta-feira, 17 de Julho de 2008
As ilusões portuguesas nos Jogos Olímpicos

Faltam 22 dias para o início da grande festa olímpica em Pequim. Portugal estará representado, até ao momento, por 76 atletas em 15 modalidades, números que podem criar aos mais optimistas algumas ilusões quanto a resultados.

Nem todos os atletas presentes na importante competição podem conquistar medalhas ou simplesmente menções honrosas, mas convenhamos que o espírito defendido por Pierre de Coubertin está ultrapassado.

Numa sociedade competitiva como a actual, a participação já não corresponde a uma vitória. Exige-se algo mais de qualquer atleta - a obrigação de conseguir mínimos para competir constitui apenas um indicador que não pode ser esporádico, mas sustentado e resultante de um trabalho em profundidade. Razão por que não parece muito curial a corrida de última hora à obtenção de marcas que permitam um "passeio" aos Jogos Olímpicos. Compreende-se que figurar numa prova desta envergadura constitui um marco na carreira de qualquer atleta, mas o desporto de um país não se valoriza só por isso, nem se rentabilizam os gastos públicos, já de si muito limitados para conseguir resultados condignos, concedidos aos atletas.

Espera-se, pois, que o comportamento da comitiva portuguesa na China não constitua uma desilusão, como aconteceu, por exemplo, no Espanha 82.   



publicado por António Castro às 18:55
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Quarta-feira, 16 de Julho de 2008
Mourinho e Queirós enfrentam novos desafios

Um saiu de Inglaterra e regressou a Portugal. O outro, depois de umas "férias forçadas" no País, após ter trabalhado em terras de Sua Majestade, saiu de Setúbal e começou a trabalhar em Milão. Dois treinadores portugueses de sucesso, cada um do seu tempo e com percursos e palmarés diferentes.

Carlos Queirós é o sucessor do brasileiro Luiz Felipe Scolari na selecção, que deixou há 15 anos sem grande brilho, embora na história do futebol português o seu nome esteja ligado a vitórias relevantes: dois títulos mundiais de sub-20.

José Mourinho teve um percurso meteórico nos útimos anos - ganhou campeonatos nacionais no FC Porto e duas taças europeias: UEFA e Liga dos Campeões em anos sucessivos. Depois foi o salto para o Chelsea, que retirou do anonimato após 50 anos de penumbra do clube londrino, mas pecou, perante o patrão Abramovich, por não ter êxito na Europa e foi despedido prematuramente. Qual robot, programou o seu futuro e ei-lo no lugar do italiano Roberto Mancini a treinar o Inter no momento esperado.

Curiosamente, deram a cara no mesmo dia perante a opinião pública, cada um ao seu estilo. Queirós conciliador no diálogo com os clubes, desejoso de conversar com o antecessor, esquecendo o passado e prometendo coisas novas. Mourinho incisivo, avisando desde já o que pretende dos jogadores e definindo os parâmetros da sua actuação. Fácil ou difícil em função da vontade de colaborar dos comandados.

Dois nomes que, cada um no seu campo de acção, serão notícia dentro de poucas semanas. A incógnita é saber em que sentido.   



publicado por António Castro às 18:30
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

Terça-feira, 15 de Julho de 2008
UEFA engole sapos vivos do futebol português

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) decidiu. O FC Porto entra na próxima edição da Liga dos Campeões, pois não foi dado provimento aos recursos apresentados por dois clubes portugueses apenas interessados no desfecho do processo - não directamente implicados nele nesta fase .

Ainda se desconhecendo o teor da fundamentação do TAS, não será difícil calcular que a morosidade da justiça desportiva portuguesa - só a desportiva? - tenha influenciado os seus elementos e que o assunto possa ser retomado quando se chegar a uma conclusão sobre o veredicto do "amputado" Conselho de Justiça da FPF.

Parece ser a altura certa dos responsáveis, sejam governamentais ou desportivos, estudarem este processo e tomarem providências no sentido de evitar esta situação vergonhosa, tanto a nível interno como no estrangeiro.

Quanto ao Vitória de Guimarães e Benfica, a quem competia aguardar serenamente e à distância os acontecimentos -, apenas foram prejudicados por culpa própria, devido aos pontos que perderam no relvado - mereceram esta decisão.

Caso que poderá não se aplicar ao FC Porto, eventual beneficiário da maneira insólita como decorreram os processos Apito Dourado e Apito Final.

Já houve muito tempo para transmitir transparência ao futebol português. Se tal não acontece, a culpa está bem...casada.


tags: ,

publicado por António Castro às 18:35
link do post | comentar | favorito
|  O que é?

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
17
18
19
20

21
23
25
26
27

28
29
30


artigos recentes

Final triste de um jogo d...

José Mourinho dá lições e...

Vitória sobre Itália anim...

Génio de CR7 salva selecç...

Benfica termina com tabu

"Saco de gatos" no Sporti...

Barcelona portentoso

Vergonha no futebol portu...

Chefe, Sempre

Casillas e o... Natal

arquivos

Junho 2015

Outubro 2014

Fevereiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

tags

académica(19)

adeus(12)

alterações(8)

alvalade(25)

apuramento(17)

arbitragem(26)

arsenal(8)

barcelona(25)

belenenses(12)

benfica(196)

bento(13)

blatter(9)

braga(101)

brasil(12)

campeão(11)

campeões(36)

carvalhal(8)

castigo(8)

chelsea(11)

clubes(16)

costinha(11)

cr7(16)

crise(22)

cristiano(12)

cristiano ronaldo(18)

demissão(8)

derrota(12)

desilusão(18)

desporto(16)

diferenças(8)

dirigentes(14)

dragão(29)

dragões(19)

eleições(12)

empate(15)

espanha(22)

espectáculo(11)

estoril(15)

estreia(9)

europa(39)

fc porto(116)

fcporto(17)

fifa(16)

final(9)

fpf(8)

futebol(840)

gil vicente(9)

goleada(20)

guimarães(30)

inglaterra(10)

inter(17)

itália(9)

jesualdo(15)

jesualdo ferreira(9)

jesus(29)

jogadores(8)

jogos olímpicos(9)

jorge jesus(15)

jornalistas(8)

leixões(9)

leões(16)

liedson(10)

liga(43)

luz(15)

madrid(24)

manchester(11)

manchester united(10)

marítimo(14)

messi(8)

milhões(8)

mourinho(73)

mundial(17)

nacional(9)

nani(9)

olhanense(9)

pacenses(11)

paciência(12)

paulo bento(16)

pinto da costa(12)

platini(9)

portugal(25)

presidente(13)

queirós(20)

quique flores(8)

real madrid(10)

regresso(12)

salários(9)

salvador(14)

selecção(81)

setúbal(10)

sofrimento(16)

sporting(189)

surpresa(31)

surpresas(9)

taça(19)

taça da liga(10)

transferências(10)

treinador(25)

treinadores(17)

uefa(25)

todas as tags

links
Visitas
Adicionar as contagens de 2008 a 2012 - 59512